Lidl deixa de vender sacos de plástico em Portugal

O Lidl Portugal vai deixar de vender sacos de plástico em todas as suas lojas no mercado português até ao final do ano, medida que será faseada e arranca em maio na região Norte, anunciou a cadeia de supermercados.

Com esta decisão, o Lidl vai deixar de vender 25 milhões de sacos de plástico – compostos por 80% de material reciclado e 100% recicláveis desde 2015 e comercializados a dez cêntimos cada -, o que representa uma “faturação de cerca 2,5 milhões de euros” anuais.

A mudança “surge na sequência de um projeto-piloto de sucesso que decorreu em 12 lojas no verão passado, onde a empresa testou a aceitação desta medida, tendo obtido resultados muito positivos”, refere a cadeia de supermercados de origem alemã, em comunicado.

“Desta forma, o Lidl torna-se na primeira empresa do setor de retalho alimentar, em Portugal, a tomar esta medida”, sendo que “o processo se inicia em maio, na região norte, e dar-se-á por concluído até ao final de dezembro de 2019″, adianta.

“Como alternativa aos sacos de plástico, a empresa disponibilizará aos seus clientes sacos de papel em dois tamanhos, médio e grande, vendidos a dez e 14 cêntimos respetivamente, com 60% a 70% de pasta de papel reciclada na sua composição e certificação FSC Misto (embalagens provenientes de fontes responsáveis)”, acrescenta.

Além destes, o Lidl Portugal continuará “a oferecer os sacos de ráfia, com 60% do material reciclado e vendidos a 50 cêntimos, perfazendo o conjunto de opções mais sustentáveis para o transporte das compras e cumprindo o objetivo de sensibilização do consumidor”.

Em março do ano passado, no âmbito da sua estratégia global de redução de plástico, a cadeia assumiu o duplo compromisso de redução do consumo daquele material em pelo menos 20% e de incorporação de 100% de materiais recicláveis em todas as embalagens de marca própria até 2025, além de ter descontinuado a venda de artigos de plástico descartáveis.

De acordo com a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), “cada português utiliza, em média, 466 sacos de plástico por ano, e esta medida corresponderá a menos 675 toneladas de plástico no ambiente”, por ano.

“Este é um compromisso que reforça a relevância da sustentabilidade na estratégia do Lidl Portugal. É nosso objetivo melhorar a conduta ambiental e contribuir também para a adoção de comportamentos mais responsáveis, seja do nosso negócio, seja junto dos consumidores”, refere Bruno Pereira, administrador de compras da subsidiária portuguesa, citado em comunicado.

Entre os objetivos assumidos pelo Lidl Portugal, contam-se, além da descontinuação da venda de artigos de plástico descartáveis, ações como a substituição de embalagens de plástico por embalagens de cartão nos têxteis e a mudança do eco-design das embalagens dos frutos secos e cápsulas de café – que se traduz numa redução de cerca de 13% de plástico usada por embalagem nos frutos secos e cerca de 74 toneladas de plástico nas cápsulas de café.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

ESA prepara-se para intercetar pela primeira vez um cometa puro

A Agência Espacial Europeia (ESA) desenvolveu um projeto que visa intercetar um cometa puro - um corpo celeste que nunca passou pelo Sistema Solar -, quando este se aproximar da órbita da Terra em meados …

Astrónomos encontraram uma nova (e surpreendente) cratera em Marte

Marte não se "magoa" facilmente mas, quando acontece, o resultado pode ser quase comparado a uma obra de arte. Uma cratera, descoberta em abril pela sonda Mars Reconnaissance Orbiter (MRO), é a prova disso. Notável não só …

Elon Musk alerta: Civilização pode colapsar daqui a 30 anos

De acordo com Elon Musk, uma "bomba populacional" vai surgir nas próximas décadas, quando uma população mundial cada vez mais idosa chocar com a queda das taxas de natalidade em todo o mundo. Esta não é …

O mundo árabe está menos religioso. Mas continua homofóbico

Há cada vez mais árabes que dizem não ter religião. Esta é a principal conclusão de uma grande sondagem feita a mais de 25 mil cidadãos de países árabes pelo centro de pesquisa Arab Network …

Tina morreu durante 27 minutos e foi ressuscitada 8 vezes. Quando acordou, escreveu "é real"

Uma mulher norte-americana entrou em paragem cardíaca em fevereiro de 2018 quando se preparava para fazer uma caminhada com o seu marido Brian. Depois de desmaiar, Brian ressuscitando-a duas vezes antes de os paramédicos chegarem para …

"Homem-árvore" pede que as suas mãos sejam amputadas

Abul Bajandar, um homem de 28 anos do Bangladesh conhecido como "Homem-árvore" devido às incomuns verrugas que nascem nos seus membros, pediu que as suas mãos fossem amputadas para aliviar as dores insuportáveis.  Bajandar sofre de …

EUA. Senadores republicanos do Oregon fogem para não aprovar lei ambiental

Senadores estaduais do Oregon, nos Estados Unidos (EUA), encontram-se a monte desde quinta-feira para não votarem uma lei ambiental. Procurados pela polícia, voltaram este domingo a faltar a uma sessão legislativa, impedindo que haja quórum …

O planeta enfrenta um "apartheid climático"

O planeta está confrontado com um “'apartheid' climático”. De um lado, os ricos que se podem adaptar melhor às alterações climáticas, e do outro, os pobres que vão sofrer mais, disse esta segunda-feira um especialista …

Governo repõe 40 horas semanais para trabalhadores do CNB. Greve mantém-se

A partir de 1 de julho, os trabalhadores da Companhia Nacional de Bailado (CNB) voltarão às 40 horas semanais, numa uniformização laboral com os trabalhadores do Teatro Nacional de São Carlos. A decisão foi comunicada, esta …

Nova espécie de planta fóssil descoberta em Gondomar

Annularia noronhai foi encontrada no meio da cidade de Gondomar. Tem 300 milhões de anos, é um parente muito afastado da cavalinha e diz muito sobre o clima da época. Uma nova espécie de planta já …