Homem libertado após 22 anos na prisão por homicídio que não cometeu

Um homem que passou 22 anos preso nos EUA, acusado de um duplo homicídio, viu as acusações serem retiradas na quarta-feira, quando os procuradores deixaram cair o caso, depois de ter sido comprometido por novos testemunhos.

A decisão foi tomada depois de um juiz já ter anulado a condenação de Calvin Buari, decidindo a sua libertação em maio. Agora, novas testemunhas afirmaram que Buari não é o homem que matou dois homens num parque de estacionamento, numa esquina do Bronx, em 1992.

O gabinete do procurador do distrito do Bronx prontificou-se inicialmente em recorrer e tornar a julgar o caso, se fosse necessário, pelo que permaneceu acusado até os procuradores terem abandonado o caso, dizendo que não o podiam provar.

“Estas foram as melhores notícias que eu poderia ouvir. Finalmente, posso pôr isto para trás das costas. Posso avançar com a minha vida”, afirmou Buari, de 47 anos, em declarações ao telefone.

Elijah e Salhaddin Harris, que eram irmãos, foram alvejados mortalmente, quando comiam no seu carro a 10 de setembro de 1992. Buari era um distribuidor de crack na área, admitindo que na altura era “muito imaturo”.

As autoridades responsabilizaram-no pelas mortes, argumentando que os residentes “tinham todas as razões para recear pela sua segurança enquanto ele estivesse livre”.

Buari, que negou estar envolvido nas mortes dos Harris, afirmou que tinha sido armadilhado no quadro de rivalidades no mundo da droga e acabo por ser condenado a 50 anos de prisão.

Depois de os seus advogados e familiares terem divulgado os seus esforços para ser ilibado nos últimos anos, apareceram novos testemunhos. Dois deles afirmaram ao tribunal, no último ano, que tinham visto outro homem como autor do tiroteio. Uma terceira testemunha afirmou que Buari estava a falar com ela quando começaram os disparos.

“Todas estas testemunhas falaram com sinceridades e remorso, sobre o que percebiam que tinha sido um erro judiciário”, escreveu o chefe do Supremo Tribunal do Bronx, Eugene Oliver, quando anulou a condenação de Buari em 2017 e ordenou um novo julgamento.

Desde a sua libertação, Buari começou um negócio, transportando familiares dos presos para a prisão, por ocasião das visitas, e trabalha numa loja de peças automóveis, enquanto espera por concretizar o desejo de abrir um restaurante.

“Tenho estado focado em colocar à frente o meu melhor pé“, disse.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Noah brincou e "comportou-se de forma muito normal". Alta hospitalar já foi autorizada

A criança de dois anos e meio que esteve desaparecida mais de 30 horas em Proença-a-Velha, concelho de Idanha-a-Nova, teve esta segunda-feira alta do Hospital Amato Lusitano, disse a diretora clínica daquela unidade hospitalar de …

Espanha. Indultos aos líderes catalães serão aprovados na terça-feira, anuncia Sánchez

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, informou que o conselho de ministros vai aprovar na terça-feira a concessão de indultos aos líderes independentistas catalães, anúncio feito esta segunda-feira, no Grande Teatro do Liceu, em Barcelona. "Amanhã [terça-feira], …

Número de desempregados inscritos nos centros de emprego recua em maio

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego recuou 1,7% em maio em termos homólogos e 5,1% face a abril, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP). De acordo com …

BE quer retirar da fatura elétrica taxa de carbono paga às barragens e eólicas

A coordenadora do Bloco de Esquerda anunciou, em Torres Novas, a apresentação de uma proposta para que os portugueses deixem de pagar taxa de carbono na energia produzida pelas barragens e eólicas, a exemplo do …

"Eternizar" moratórias de crédito "é negativo", defende Centeno

O governador do Banco de Portugal (BdP), Mário Centeno, defendeu esta segunda-feira que não se pode "eternizar" as moratórias de crédito, concedidas para fazer face aos efeitos da pandemia na economia, e que empresas e …

Barcelona: foram campeãs europeias mas pedem outro treinador

Época inédita no futebol feminino do Barcelona não é sinónimo de continuidade do técnico vencedor. Jogadoras pedem mudança no banco. O Barcelona protagonizou uma época histórica e inédita no futebol feminino. A equipa catalã foi novamente …

PSD/Porto diz que escolha de António Oliveira para Gaia foi "erro de casting"

O presidente do PSD/Porto disse esta segunda-feira que a escolha de António Oliveira para encabeçar a candidatura à Câmara de Vila Nova de Gaia foi “um erro de casting”, pelo que encara a desistência deste …

Há mais três mortos e 756 novos casos de covid-19

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), nas últimas 24 horas registaram-se mais 756 casos de infeção por covid-19 e três pessoas morreram. A região de Lisboa e Vale do Tejo regista …

Mensagem em garrafa atravessou o Atlântico e foi encontrada nos Açores

Três anos depois de ter sido lançada ao mar, uma mensagem numa garrafa uniu dois adolescentes separados pelo Oceano Atlântico. Em 2018, durante um feriado (25 de novembro) no estado norte-americano de Rhode Island, no leste …

Afinal, autoagendamento só avança para maiores de 37 anos (e não 35)

O autoagendamento da vacina contra a covid-19 vai ficar disponível apenas para pessoas com mais de 37 anos esta segunda-feira, ao contrário do que informou, domingo, a task-force de vacinação. Ao contrário do que estava previsto, …