Laboratório garante ter conseguido reverter o envelhecimento

Elizabeth Parrish, CEO da BioViva, decidiu experimentar pessoalmente o processo de rejuvenescimento dos cromossomas criado pela empresa

O laboratório de biotecnologia BioViva anunciou que a sua equipa de cientistas usou terapia genética para prolongar as pontas dos cromossomas – os chamados telómeros – e alterar o processo de envelhecimento das células.

Mais do que isso, a BioViva afirma que a técnica foi mesmo já aplicada numa pessoa: a própria CEO da empresa, Elizabeth Parrish.

Segundo uma nota publicada no site da empresa, o tratamento aplicado a Elizabeth Parrish teve início há um ano, para combater uma perda de massa muscular da CEO.

Para contornar as rigorosas leis norte-americanas sobre este tipo de experiências em humanos, Parrish mudou-se para a Colómbia, onde recebeu o tratamento – o que contribuiu para o relativo cepticismo com que a comunidade científica internacional acolheu o anúncio.

Elizabeth Parrish tem 45 anos, e a empresa garante que conseguiu um alongamento dos telómeros das suas células correspondente a um rejuvenescimento de 20 anos.

A presidente da empresa foi escolhida porque os seus exames clínicos mostraram que os seus telómeros eram anormalmente curtos, o que a deixava vulnerável a doenças associadas à idade mais cedo do que o habitual.

“Os avanços na biotecnologia são a melhor solução para as doenças da velhice, e se estes resultados forem minimamente correctos, fizemos história”, afirma Parrish na nota da empresa.

(dr) Stanford Medicine

Os telómeros (a verde) encontram-se nas pontas dos cromossomas e funcionam como tampinhas de protecção para o ADN celular.

Os telómeros (a verde) encontram-se nas pontas dos cromossomas e funcionam como tampinhas de protecção para o ADN celular.

Segundo a IFLScience, a técnica utilizada pela empresa na realidade já existe, mas até agora só foi usada em laboratório com células humanas em experiências com medicamentos.

Os telómeros encontram-se nas pontas de cada cromossoma, que contém a informação genética do organismo, e têm a função de proteger o ADN do desgaste natural que acontece com o tempo.

São como as pontinhas de plástico nos cordões das sapatilhas, que impedem que o cordão desfie mais rapidamente.

Mas à medida que as células se dividem, um pouco da ponta perde-se no processo – o que significa que à medida que ficamos mais velhos, os telómeros ficam mais curtos, até que a célula pare de se dividir e morra.

Entre outros estudos, em janeiro de 2015 uma equipa de investigadores da Universidade de Stanford, nos EUA, introduziu um tipo de RNA modificado, que foi concebido para estender os telómeros. O seu efeito protector, no entanto, passa ao fim de alguns dias.

A grande novidade anunciada pela BioViva é que a técnica terá mesmo sido aplicada a uma pessoa.

A notícia parece o argumento de um filme de super-heróis, em que o herói ganha os seus super-poderes como cobaia de uma experiência maluca.

Mas, ainda sem estudo publicado, nem verificação independente, e com uma amostra de apenas uma pessoa – sendo que essa pessoa é a CEO da empresa – é impossível confirmar estas alegações.

Resta saber se o laboratório vai publicar dados que possam ser analisados e validados por outros cientistas.

ZAP / HypeScience

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. “A notícia parece o argumento de um filme de super-heróis, em que o herói ganha os seus super-poderes como cobaia de uma experiência maluca.”

    WTF?
    Que raio de jornalismo…

RESPONDER

Sporting 2-1 Santa Clara | Super-Coates volta a ser herói

Arrancado a ferros… à campeão? O Sporting esteve a poucos segundos de registar o terceiro empate em casa, perante um Santa Clara que não foi em nada inferior aos “leões” e até conseguiu ser superior em …

Os gatos demonstram ser menos leais do que os cães (mas pode haver uma razão)

Ainda existe um estereótipo sobre a diferença entre cães e gatos. Normalmente as pessoas associam os cães a animais amorosos e leais, enquanto os gatos são tidos como distantes e indiferentes. Um novo estudo pode …

O mistério do "lago dos esqueletos" na Índia intriga cientistas há décadas

O Roopkund, localizado na parte indiana dos Himalaias, é um lago glacial com centenas de ossos humanos. E ninguém sabe como foram lá parar. Em 1942, um guarda florestal revelou ao mundo a existência deste lago …

A fronteira mais importante da China é imaginária: a Linha Hu

A Linha Hu, também conhecida como linha Heihe-Tengchong, é uma linha imaginária que divida a China em duas partes com áreas quase iguais. Estende-se da cidade de Heihe até Tengchong. Desenhada pela primeira vez em 1935, …

Algumas pessoas moram em aeroportos durante meses (ou até mesmo anos)

Aeroportos não servem de casa apenas para os sem-abrigo. Há pessoas que, involuntariamente ou não, ficam lá durante meses e, em alguns casos, até mesmo anos. Em janeiro, as autoridades de Chicago prenderam um homem de …

Senado da Carolina do Sul aprova fuzilamento como método de execução

Com esta decisão, a Carolina do Sul poderá converter-se no quarto estado do país a incorporar este método de execução de pena de morte, depois do Utah, Oklahoma e Mississípi. De acordo com a agência noticiosa …

"Oxigénio tornou-se ouro". Criminosos lucram com a sua escassez no México

A pandemia de covid-19 deixou a Cidade do México a atravessar uma grande escassez de oxigénio médico. Criminosos estão a aproveitar para lucrar com a situação. A capital mexicana registou um pico de infeções e hospitalizações …

Meteorito do tamanho de um damasco caiu em França (e os astrónomos precisam de ajuda para encontrá-lo)

Os entusiastas do Espaço estão a ser instados a procurar um meteorito do tamanho de um damasco que caiu no fim de semana passado no sudoeste de França.  O meteorito, com peso estimado em 150 gramas, …

Professora pediu a alunos para fingir que eram escravos e escreverem carta para África

Uma professora de uma escola secundária no Mississippi, nos Estados Unidos, está a ser alvo de críticas devido a uma fotografia de um trabalho de casa divulgada nas redes sociais. Foi pedido aos alunos do 8.º …

Obra de Churchill que pertencia a Angelina Jolie vendida por valor recorde

O quadro pintado pelo antigo primeiro-ministro britânico foi vendido por 8,3 milhões de libras. A pintura foi um presente de Winston Churchill para o presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, e agora foi leiloada …