Míssil da Coreia do Norte atingiu zona económica exclusiva do Japão

(dv) KCNA / YONHAP

Teste de um míssil balístico norte-coreano Pukguksong-2

Os meios de comunicação japoneses estão a avançar que a Coreia do Norte disparou um míssil sobre as águas do Japão. no início do mês, Pyongyang já tinha afirmado que realizou com sucesso o teste do lançamento de um míssil balístico intercontinental.

A agência Reuters cita a japonesa NHK para comunicar que os norte coreanos lançaram um míssil que terá caído na zona económica exclusiva do Japão. A agência Kyodo também dá conta do lançamento, citando ainda o governo.

Segundo a Reuters, o primeiro ministro japonês Shinzo Abe convocou uma reunião com caráter urgente para analisar o lançamento em questão.

Esta não é a primeira vez que a Coreia do Norte lança mísseis com destino ao mar do Japão, mas nunca antes tinha “atacado” a zona económica exclusiva do Japão.

A zona económica exclusiva de um país é um espaço delimitado por uma linha situada a 200 milhas marítimas da sua costa – o equivalente a 370 km -, mas pode ter uma extensão maior, em função da plataforma continental.

Na sua zona económica exclusiva, cada país costeiro tem prioridade na utilização dos recursos naturais do mar, tanto vivos como não vivos, e responsabilidade na sua gestão ambiental. Esta zona foi estabelecida pela Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar, também conhecida como Convenção de Montego Bay.

O líder norte-coreano, Kim Jong-Un, alega que tem o país tem a capacidade de lançar mísseis balísticos intercontinentais com cargas nucleares. A 4 de julho, um teste bem sucedido terá sido, segundo alguns analistas, o primeiro lançamento de um míssil balístico da Coreia do Norte.

Teste de míssil intercontinental coloca EUA ao alcance da Coreia do Norte

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, afirmou que o segundo teste com um míssil balístico intercontinental (ICBM) coloca o território dos Estados Unidos ao alcance de um ataque de Pyongyang, segundo a agência norte-coreana KCNA.

Kim Jong-un afirmou que o teste demonstrou a capacidade da Coreia do Norte para disparar “em qualquer lugar, a qualquer hora“, de acordo com a agência estatal.

“O líder declarou orgulhosamente que o teste confirma que o território continental dos Estados Unidos está dentro do nosso alcance de tiro”, acrescentou. A KCNA disse que Kim expressou “grande satisfação” após o míssil Hwasong-14 ICBM, que tinha sido lançado pela primeira vez a 4 de julho, atingir uma altura máxima de 3.725 quilómetros e viajar 998 quilómetros, do ponto de lançamento até cair em águas próximas do Japão.

Kim disse que o lançamento de sexta-feira enviou um “sério alerta” aos EUA, que têm vindo a fazer ameaças de guerras e novas sanções, cita a KCNA.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, já convocou uma reunião do Conselho Nacional de Segurança.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

PCP teme maioria absoluta de Costa. Se o PS tiver "mãos livres", há risco de retrocesso

O secretário-geral do PCP afirmou este sábado que se o PS tiver “as mãos completamente livres”, o país corre o risco de retroceder nas conquistas dos direitos alcançados e as imposições de Bruxelas serão sempre …

No Japão, pilotar drones enquanto bêbado dá prisão

Os drones revolucionaram a fotografia, ajudaram na conservação, transportaram órgãos para transplantes e até já ajudaram em missões de busca e salvamento. Mas as máquinas voadoras controladas remotamente nem sempre são usadas para o bem. Também …

PSG na corrida por Bruno Fernandes. Atlético já terá proposta

Bruno Fernandes continua com o futuro incerto, mas o mercado continua a mexer. De acordo com a imprensa desportiva, o Paris Saint-Germain entrou na corrida pelo médio do Sporting e o Atlético de Madrid terá …

Crédito Agrícola vai cobrar MB Way e transferências online

O Crédito Agrícola, instituição bancária liderada por Licínio Pina, vai passar a cobrar não só as transferência feitas através da aplicação móvel MB Way, como também as transferências online, escreve o jornal Eco este sábado. …

Há uma "Cidade do Futuro" inacabada no deserto do Arizona

https://vimeo.com/342345734 No deserto do Arizona, nos Estados Unidos, há uma cidade experimental projetada para milhares de pessoas que agora contém apenas algumas dezenas de habitantes. Durante quase cinco décadas, um grupo chamado Fundação Cosanti tem trabalhado na …

Montenegro vai estudar liderança em França. Quer qualificar-se para o futuro

O ex-líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, vai para França estudar num programa de gestão avançada para executivos promovido pelo Instituto Europei para Administração de Empresas, escreve este sábado o Expresso. De acordo com o …

A dieta perfeita não existe

O número de dietas que existem não cabe nos dedos das nossas mãos, mas grande parte das pessoas vai dizer-lhe qual a melhor dieta a seguir. Mas não acredite, é tudo bluff. Uma equipa de cientistas …

Fenprof critica Marcelo. "Não é o Presidente de todos os portugueses”

O 13.º congresso da Fenprof terminou este sábado com a garantia de luta pela contagem integral do tempo de serviço dos professores e críticas a Marcelo Rebelo de Sousa, que “não é o Presidente de …

Consumo de álcool dos filhos associado a educação branda dos pais

Um estudo descobriu que há uma associação entre o consumo de álcool dos filhos e a educação que os pais dão em relação às bebidas alcoólicas. Quanto mais brandos os pais forem, mais probabilidade há …

Espiões podem estar a usar o LinkedIn para recrutar novos contactos

O LinkedIn é uma rede social de negócios, mas espiões podem estar a usá-la para encontrar novos contactos. Os espiões estarão a usar perfis falsos, gerados por inteligências artificial. Apesar de ser uma rede social bem …