Japão promete “uma sociedade neutra em termos de carbono” até 2050

© 内閣官房内閣広報室 / Wikimedia

Yoshihide Suga, primeiro-ministro japonês

O Japão quer alcançar a neutralidade de carbono até 2050, disse hoje o primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga, um caminho que se afigura complicado, devido à dependência do país do carvão.

Numa altura em que cada vez mais se fala em preocupações ambientais, o Japão, um dos países com maior indústria do mundo, prepara-se para dar um grande passo.

“Declaro que reduziremos (as emissões) de gases com efeito de estufa para zero até 2050″, num caminho para “uma sociedade neutra em termos de carbono”, disse o primeiro-ministro do país asiático, Yoshihide Suga, no seu primeiro discurso político ao parlamento japonês desde a tomada de posse, em setembro deste ano.

O anúncio representa um passo significativo para o cumprimento dos compromissos do Japão na luta contra as alterações climáticas. Até agora, Tóquio só tinha dito que esperava alcançar a neutralidade de carbono na segunda metade do século XXI.

O primeiro-ministro nipónico não apresentou um calendário específico para alcançar este equilíbrio entre as emissões de gases com efeito de estufa e a sua absorção, mas mencionou a importância da tecnologia neste contexto. “A chave é a inovação”, disse, citando em particular a nova geração de baterias solares.

De acordo com o ministro, o Japão irá também promover a utilização de energia renovável e nuclear, sublinhando a importância da segurança num país marcado pelo desastre de Fukushima, que ocorreu há cerca de nove anos, em 2011.

O acidente, que se seguiu a um grande terramoto e tsunami, levou ao encerramento temporário dos reatores nucleares do Japão e aumentou a sua dependência dos combustíveis fósseis.

A terceira maior economia do mundo, que assinou o Acordo de Paris em 2015, foi o sexto maior emissor mundial de gases com efeito de estufa em 2018, de acordo com a Agência Internacional de Energia.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Marcelo apela ao voto "por memória deste ano e meio que não esqueceremos"

O Presidente da República considerou que votar nas eleições autárquicas é mais importante do que nunca para o país recomeçar a viver e a sair das crises sanitária, económica e social. Este apelo ao voto foi …

Onde e como? Um guia para votar nas eleições autárquicas

As mesas de voto das eleições autárquicas abriram hoje às 08:00 no continente e na Madeira para a escolha dos dirigentes dos municípios e das freguesias para os próximos quatro anos. Nos Açores, as urnas abrem …

Ensino Superior: 33% dos candidatos ficaram de fora. Veja se ficou entre os colocados

Mais de 49 mil novos estudantes entraram agora para o ensino superior, tendo ficado sem colocação 33% dos candidatos à primeira fase do concurso nacional de acesso, revelam dados divulgados hoje pelo Ministério do Ensino …

Pessoas mais pobres são vistas como menos suscetíveis à dor

Um novo estudo indica que os indivíduos de classe baixa são estereotipados como insensíveis à dor física, o que pode impactar os seus cuidados médicos. “As estatísticas de saúde indicam que as pessoas ricas recebem um …

As crianças têm dez vezes mais micro-plásticos nas fezes do que os adultos

Uma equipa de cientistas da Universidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, usou espectrometria de massa para medir os níveis de micro-plásticos compostos de policarbonato (PC) e de polietileno tereftalato (PET) presentes nas fezes crianças …

MIT desenvolve mão robótica insuflável (que devolve o tato aos amputados)

Apesar de haver membros biónicos altamente articulados, concebidos para detetar os sinais musculares residuais e imitar roboticamente os seus movimentos pretendidos, a destreza de alta tecnologia tem um custo muito alto. Recentemente, engenheiros do Massachusetts Institute …

É agora possível os robôs mexerem-se sozinhos, graças a novos polímeros de alta energia

Através do uso de novos polímeros que armazenam mais energia e são depois aquecidos, investigadores da Universidade de Stanford conseguiram colocar manequins a mexer os braços sozinhos. Era ver robots a mexer os braços sozinhos, pelo …

"Poço do Inferno". Espeleólogos encontram serpentes, mas não demónios

No deserto da província de Al-Mahra, no leste do país, um buraco redondo e escuro de 30 metros de largura serve de entrada para uma caverna de cerca de 112 metros. Uma maravilha natural que …

Vitória SC 1-3 Benfica | “Águia” passa tranquila em Guimarães e continua a voar no topo

Naquele que era apontado como o mais duro teste à sua liderança até ao momento, o Benfica passou com relativa tranquilidade em Guimarães. Frente a um Vitória que tentou discutir o jogo de igual para igual …

Fazer umas calças de ganga exige 10 mil litros de água. Dez marcas estão a criar jeans sustentáveis

As calças de ganga são das peças de vestuário com piores impactos para o ambiente, mas há marcas que estão a apostar na sustentabilidade como um factor atractivo para os consumidores. Estão sempre na moda e …