Islândia está a tentar trazer de volta árvores cortadas pelos Vikings

Rosino / Flickr

Mývatn, na Islândia.

Numa tentativa de reflorestar o país, a Islândia está a tentar trazer de volta as árvores derrubadas pelos Vikings no passado. É o país menos florestado da Europa.

As árvores na Islândia são tão raras e tão jovens, que as pessoas brincam com a situação, dizendo que caso uma pessoa se perder na floresta basta pôr-se de pé para encontrar o caminho. Mas o país nem sempre foi assim e, antes da chegada dos Vikings, tinha várias e vastas florestas que cobriam três quartos do território.

As florestas acabaram por ser dizimadas com a colonização destes guerreiros que no espaço de um século derrubaram cerca de 97% das árvores. Agora, a Islândia é o país menos florestado da Europa, mas está a fazer esforços para remediar a situação — apesar do clima severo e dos vulcões que destroem os solos.

Segundo o Raw Story, a falta de árvores significa que não há vegetação para proteger o solo da erosão e armazenar água. Isto leva o país a ficar cada vez mais desertificado, com apenas 0,5% do território a ser coberto por florestas, de acordo com dados da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura.

Em Hafnarsandur, uma das áreas mais afetadas, estão a ser feitos esforços governativos para a reflorestação da área com 6 mil hectares. Para tal, estão a usar um “potti-putki”, uma ferramenta que permite plantar pinheiros. Um dos objetivos é proteger a cidade vizinha de Thorlakshofn das tempestades de poeira que é vítima.

A única espécie nativa de árvores da Islândia é a bétula. No entanto, Adalsteinn Sigurgeirsson, vice-diretor do serviço florestal, diz que esta não é uma espécie muito produtiva.

“Por isso, se quisermos cumprir outros objetivos, como o armazenamento rápido de carbono ou a produção de madeira, precisamos de mais variedade do que apenas monoculturas de uma espécie nativa”, explicou.

Como um esforço para reflorestar o país, foram criados dezenas de viveiros. Só em Kvistar, a cem quilómetros da capital Reykjavik, são produzidos 900 mil pinheiros e choupos a cada ano. Originárias do Alaska, nos Estados Unidos, as suas sementes permitem agora plantar novas árvores.

No entanto, como o solo da Islândia é pobre em nitrogénio, o processo de maturação é lento e a taxa média de crescimento é de apenas um décimo da observada na floresta amazónica, explica o Raw Story.

“O que tem impedido principalmente o crescimento da floresta aqui têm sido as baixas temperaturas e a frescura dos verões, mas estamos a fazer mudanças por causa das alterações climáticas”, disse Sigurgeirsson

Curiosamente, a subida de temperatura causada pelas alterações climáticas está a fazer as árvores crescerem mais rápido — e consequentemente há um maior armazenamento de carbono.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Google Maps vai localizar e mapear áreas de contágio de covid-19

O Google Maps, 'website' e aplicação de cartografia da gigante norte-americana Google, vai poder revelar nos mapas, consultados por utilizadores, as áreas de infeção da covid-19. “Ao abrir o Google Maps, clique na guia à direita …

Cabra com mais de 400 anos encontrada mumificada numa montanha de gelo

Uma cabra morta há mais de 400 anos foi descoberta por um esquiador, em Val Aurina, em Itália. Hermann Oberlechner, alpinista e campeão de esqui, estava a caminhar quando encontrou algo invulgar e inesperado no …

Norte-americano morre após overdose de guloseimas

Um homem de 54 anos morreu na sequência de uma paragem cardíaca causada por hipocaliemia severa. A ingestão de alcaçuz preto em altas quantidades é apontada como a causa da morte. Um norte-americano de 54 anos, …

Cidade brasileira de Manaus pode já ter atingido a imunidade de grupo

Um estudo liderado pela Universidade de São Paulo, no Brasil, sugere que a cidade brasileira de Manaus, a capital do estado do Amazonas, pode já ter atingido a imunidade de grupo para o novo coronavírus …

Segunda vaga da covid-19 aumenta fosso entre ricos e os pobres em Madrid

A capital de Espanha foi a mais atingida da Europa ao nível de contágios e mortes por covid-19, situação que levou a presidente da Comunidade de Madrid, Isabel Díaz Ayuso, a decretar o bloqueio parcial …

Sobrinho de Pablo Escobar terá encontrado 18 milhões escondidos na parede do apartamento do traficante

Um sobrinho do traficante colombiano Pablo Escobar disse que encontrou 18 milhões de dólares em dinheiro escondidos dentro de uma parede de um dos apartamento do seu tio. De acordo com o jornal britânico The Independent, …

Bebé nasce durante voo (e companhia aérea oferece-lhe "passagem vitalícia")

Foi durante uma viagem de avião que uma menina resolveu vir ao mundo A mãe da bebé viajava num voo da Egyptair quando entrou em trabalho de parto e teve direito a um presente inesperado. …

Pelo menos 22 mortos em queda de avião militar na Ucrânia

Pelo menos 22 pessoas morreram, esta sexta-feira, na queda de um avião militar no este da Ucrânia, entre as quais estudantes de uma escola militar, havendo ainda registo de dois feridos graves. "Vinte mortos e dois …

Empresas espanholas terão de pagar despesas dos funcionários em teletrabalho

A lei não se aplicará se o teletrabalho tiver sido forçado pela pandemia de covid-19, mas a empresa terá de assumir, porém, as despesas dos funcionários que estejam a trabalhar à distância. De acordo com o …

Benfica: empresário de Everton já fala sobre futuro

"Não sei se vai sair daqui a um ano ou dois anos". Márcio Cruz confessa que o brasileiro ficou "muito chateado" quando o Benfica ficou fora da Liga dos Campeões. Everton é um dos reforços mais …