O nosso intestino produz eletricidade

Amy Cao graphic / UC Berkeley

Esqueça as borboletas no estômago. Neste momento, nas profundezas do seu intestino, há milhares de bactérias a produzir eletricidade.

Uma equipa de investigadores da Universidade da Califórnia, em Berkeley, nos Estados Unidos, publicarou recentemente um estudo na revista Nature no qual revelam a existência de bactérias eletrogéneas que vivem na nossa flora intestinal.

Este tipo de bactérias produzem eletricidade e estão normalmente associadas a ambientes de extrema falta de oxigénio, como o fundo de lagos por exemplo.

No entanto, a grande novidade desta investigação foi encontrar estas bactérias no corpo humano. Dan Portnoy, professor de biologia celular, ficou muito surpreendido pelo facto de nunca termos percebido que tantas bactérias, próximas de nós, produzem eletricidade.

Em laboratório, Portnoy e a sua equipa criaram uma cultura Listeria monocytogenes, uma espécie de bactéria que ingerimos frequentemente e, por vezes, causa uma infeção chamada listeriose. Este tipo de intoxicação alimentar é tipicamente mais perigosa para aqueles com sistemas imunológicos enfraquecidos, grávidas, crianças e idosos.

Durante a investigação, a equipa colocou as bactérias numa câmara eletroquímica e capturou os eletrões com um elétrodo. Neste processo, os cientistas perceberam que as bactérias criavam uma corrente elétrica.

Existem várias razões pelas quais algumas bactérias geram eletricidade, como a remoção de eletrões produzidos pelo metabolismo. Mas o objetivo principal é criar energia, explicou Portnoy.

Ainda assim, a Listeria monocytogenes tem outras formas de produzir energia, como através do uso de oxigénio. Este processo é “provavelmente um sistema de backup que usam sob certas condições”, como, por exemplo, em condições de baixo oxigénio do intestino, esclareceu Sam Light, autor principal do artigo.

Para identificar quais os genes necessários para que as bactérias produzam eletricidade, os cientistas examinaram as bactérias mutantes, ou seja, aquelas com genes ausentes ou alterados, e descobriram que o sistema que essas bactérias usavam era muito mais simples do que os sistemas que outras bactérias eletrogéneas usam.

As bactérias recentemente estudadas são gram-positivas, o que significa que as suas paredes celulares possuem apenas uma camada. Isto significa que “há menos um obstáculo” para os eletrões alcançarem o exterior da bactéria, explica o cientista ao Live Science.

Mas o mistério permanece no ar, uma vez que os cientistas não sabem o que acontece quando os eletrões chegam ao exterior. Tipicamente, as bactérias eletrogéneas transferem os eletrões para minerais. Nas experiências realizadas pela equipa, os eletrões fluíram para o elétrodo. Os cientistas desconfiam que, no intestino, várias moléculas diferentes (como o ferro, por exemplo) poderiam ligar-se e aceitar esses eletrões.

Além disso, os cientistas descobriram também que as bactérias precisavam de proteínas flavinas para sobreviver. A flavina, uma variante da vitamina B2, preenche densamente o intestino. Além disso, a flavina extra flutuante do ambiente circundante poderia aumentar a atividade elétrica das bactérias.

Este estudo vem abrir portas e criar oportunidades para projetos com base em tecnologias geradoras de energia. Já existem esforços para criar células de combustível microbianas, ou baterias que usem bactérias para gerar eletricidade, como em usinas de tratamento de resíduos. Ainda assim, serão precisos estudos mais aprofundados, disse Light.

PARTILHAR

RESPONDER

TAP deu prémios em ano de prejuízos quando era totalmente pública

O presidente executivo da TAP disse que os prémios atribuídos relacionam-se com a melhoria de indicadores e que não é a primeira vez que a companhia paga prémios em ano de prejuízos, incluindo quando era …

MP pede à Hungria extensão do Mandado de Detenção Europeu de Rui Pinto

O Ministério Público (MP) pediu à Hungria o alargamento do Mandado de Detenção Europeu (MDE) de Rui Pinto para assim poder acusar o colaborador do Football Leaks por novos factos apurados na investigação relacionada com …

Alcochete. Bruno de Carvalho está na lista internacional de terroristas

Juntamente com os outros 43 arguidos do processo do ataque à Academia de Alcochete, Bruno de Carvalho, antigo presidente do Sporting CP, está na lista internacional de terroristas. A advogada de Fernando Mendes, antigo líder da …

O primeiro golfinho boto-branco ibérico visitou praias de Matosinhos e Porto. Chama-se Gaspar

O primeiro golfinho boto-branco registado na Península Ibérica tem visitado as praias do Porto e de Matosinhos e, além de ser bastante "sociável", os pescadores acreditam tratar-se de uma fêmea por já o terem avistado …

Centro nos EUA com condições "cruéis e ilegais" mantém quase 2 mil crianças detidas

A Amnistia Internacional (AI) denunciou nesta quinta-feira as condições "cruéis e ilegais" em que vivem quase duas mil crianças migrantes, a maior parte desacompanhada, num centro de detenção em Homestead, na Florida, Estados Unidos (EUA), …

Governo vai agravar penalização por uso do telemóvel ao volante

O Governo anunciou esta quinta-feira que está a fazer “alterações cirúrgicas” ao Código da Estrada que passam por agravar a penalização ao uso do telemóvel durante a condução e reduzir o período de notificação das …

Encontrado no Alentejo anfiteatro romano da antiga Lusitânia

O quinto anfiteatro romano conhecido na província da Lusitânia foi identificado por arqueólogos na cidade romana de Ammaia, no concelho de Marvão, no Alto Alentejo. Num comunicado enviado à agência Lusa, a Câmara de Marvão, distrito …

Depois da glória o calvário. Jesus assobiado após eliminação do Flamengo da Copa do Brasil

O Flamengo do português Jorge Jesus foi eliminado nos quartos de final da Copa do Brasil de futebol, ao perder frente ao Athletico Paranaense, por 3-1, nas grandes penalidades, após um empate a 1-1 no …

Cerca de 20 milhões de crianças não tomaram vacinas que lhes podem salvar a vida

No último ano, quase 20 milhões de crianças não tomaram vacinas que potencialmente lhes poderiam salvar a vida, deixando-as imunes a doenças como sarampo. Os dados são revelados pelas Nações Unidas, que alertam para “a preocupante …

Piloto da TAP encontrado morto em Estugarda. Operado ao coração, mas apto para voar

Um piloto da TAP de 38 anos foi encontrado morto no quarto de hotel na cidade de Estugarda, na Alemanha. Duarte Pato, que teria um historial de problemas cardíacos, mas que estava apto para pilotar, …