Há um “inseto assassino” que usa os cadáveres das suas vítimas para se camuflar

O Acanthaspis petax, conhecido como “inseto-assassino” e nativo da Malásia, é famoso por sugar o sangue e a carne das suas vítimas. Além disso, usa os cadáveres como meio de camuflagem.

De acordo com o IFLScience, a sinistra alcunha do inseto-assassino é dada devido à sua técnica de caça letal. 

A Smithsonian Magazine explica que o inseto-assassino caça a sua presa perfurando-a com a “tromba”, injetando saliva que induz a paralisia e uma enzima que dissolve o tecido e, em seguida, sugando as vísceras.



Porém, ao contrário de outros insetos, este percevejo transforma exoesqueletos de formigas em roupas protetoras. O inseto pode carregar até 20 formigas mortas de cada vez e une-as com uma excreção pegajosa num aglomerado (que pode ser maior do que o seu próprio corpo).

Durante anos, os cientistas debateram sobre a razão pela qual Acanthaspis petax se envolvia nesse comportamento incomum, visto que o inseto caça vários tipos diferentes de presas, mas parece empilhar apenas corpos de formigas nas costas.

Alguns sugeriram que os cadáveres das formigas podem fornecer camuflagem olfativa durante a caça, enquanto outros pensaram que o monte de corpos pode ser usado como uma distração visual para criaturas maiores que estão a caçar o inseto-assassino.

Em 2007, uma equipa de investigadores da Nova Zelândia realizou um estudo para avaliar se a estratégia de carregar o cadáver do inseto realmente ajudava a protegê-lo da predação.

No estudo, insetos-assassinos foram postos em gaiolas de vidro com várias espécies de aranhas saltadoras – os seus predadores naturais. Alguns dos insetos carregavam carcaças de formigas nas costas, enquanto outros estavam “nus”.

Como as aranhas saltadoras têm uma visão excelente, mas um olfato pobre, a experiência indicaria se os corpos das formigas serviam como camuflagem visual ou não.

As aranhas atacaram os insetos “nus” quase dez vezes mais do que os “mascarados”.

Os cientistas repetiram a experiência com insetos-assassinos mortos preservados para controlar os efeitos do movimento e do comportamento – e os resultados permaneceram os mesmos.

Os investigadores especulam que o grande monte de cadáveres muda a forma visual do inseto a ponto de as aranhas não conseguirem reconhecê-lo como presa.

Mas porque é os insetos-assassinos não usam outros insetos da mesma forma? Os cientistas sugerem que a Acanthaspis petax pode contar com a relutância inerente das aranhas em atacar formigas. Tendo em conta que as formigas têm tendência a formar um enxame e que podem ter armas químicas, as aranhas normalmente não as caçam.

  Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Vantablack. A tinta preta mais preta do mundo já é vendida em peças (que se unem como legos)

Desde a substituição dos ecrãs verdes à pintura dos cenários do teatro, o futuro do entretenimento tem tudo a ver com a Ventablack - a cor preta mais preta do mundo. Nenhuma cor - ou, melhor …

Itália vai exigir passaporte sanitário a todos os trabalhadores a partir de sexta-feira

O primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, assinou hoje um decreto com as normas sobre a obrigatoriedade de os funcionários públicos exibirem o passe sanitário a partir de 15 de outubro nos locais de trabalho, medida que …

Está criado o primeiro iPhone com entrada USB — pelas mãos de um estudante de robótica

Ken Pillonel é estudante do mestrado em robótica do Swiss Federal Institute e implementou um sistema que daqui a uns meses pode tornar-se regra nos dispositivos da marca da maçã. Numa altura em que a União …

Autópsia revela que Gabby Petito morreu por estrangulamento. Namorado continua desaparecido

A autópsia ao corpo de Gabby Petito revela que a jovem foi estrangulada. O namorado, Brian Laundrie, que a acompanhava na viagem, continua desaparecido. Além de revelarem o motivo da morte da norte-americana, as autoridades também …

F1: piloto do carro médico continua a recusar vacina (e português beneficia)

Alan van der Merwe não esteve no Grande Prémio da Turquia e, provavelmente, não vai estar em mais nenhuma corrida em 2021. Um português foi chamado para o Grande Prémio da Turquia, na Fórmula 1: Bruno …

Tribunal Europeu dos Direitos Humanos rejeita queixosos que queriam processar Vaticano por pedofilia

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (TEDH) rejeitou esta terça-feira 24 queixosos que já tinham tentado perante tribunais belgas processar o Vaticano por atos de pedofilia cometidos por padres. O TEDH invocou em particular “a imunidade” …

Casa desaba em São Miguel devido a chuva forte mas sem fazer vítimas

Uma “casa antiga” ficou na última noite “totalmente destruída” na cidade de Ponta Delgada, nos Açores, devido à forte chuva que caiu em São Miguel, mas “os moradores não sofreram ferimentos”, disse esta terça-feira a …

O novo Super-Homem é bissexual e promete continuar a lutar para salvar o mundo

Revelação foi feita esta semana por Tom Taylor, autor da banda-desenhada que revelou não querer "desperdiçar" a oportunidade de conferir mais inclusão e representatividade à história. O novo Super-Homem, filho de Clark Kent e Lois Lane, …

Kim Jong-Un quer criar "exército invencível" para proteger a Coreia do Norte

Kim Jong-un promete construir um "exército invencível" face ao que diz serem políticas hostis dos Estados Unidos. Ainda assim, o líder norte-coreano garante que o país não procura “guerra com ninguém”. As declarações do líder da …

PSP da Figueira da Foz efetuou maior apreensão de droga em 20 anos

Cerca de 20 quilogramas (kg) de haxixe, quase 16 kg de liamba e cocaína para 3.395 doses foram apreendidos pela PSP da Figueira da Foz, na maior apreensão de droga em 20 anos. A droga apreendida …