Populações da Idade da Pedra Média ocuparam (repetidamente) a costa da África Ocidental

K. Niang

O local da escavação em Tiémassas, que preserva evidências de ocupações na Idade da Pedra Média entre 62-25 mil anos atrás.

A ocupação das costas tropicais de África durante a Idade da Pedra é pouco conhecida. No entanto, estudos recentes na África oriental deram uma nova perspetiva, detalhando as mudanças comportamentais dinâmicas perto da costa do Quénia durante a última fase glacial.

Nos últimos anos, a pesquisa antropológica iniciou uma investigação na relação entre a diversidade demográfica e os padrões de mudança de comportamento.

Uma série de estudos genéticos e paleo-antropológicos começaram a destacar a considerável diversidade demográfica presente na África Ocidental num passado recente, mas estudos arqueológicos de locais da Idade da Pedra ainda são necessários para entender como essa diversidade se relaciona com os padrões de comportamento mostrados no registo arqueológico.

“Existem muitos locais que demonstraram a riqueza da arqueologia da Idade da Pedra na África Ocidental”, diz Jimbob Blinkhorn, um dos autores do estudo, “mas para caracterizar os padrões de mudança de comportamento, precisamos de conjuntos de ferramentas de pedra grandes em que possamos claramente datar períodos específicos”.

Tiémassas é um local da Idade da Pedra com um historial notável de pesquisas, incluindo levantamentos de superfícies e escavações em meados do século XX, diz o Phys.

“No passado, Tiémassas foi descrito como um local da Idade da Pedra Média, Idade da Pedra Posterior ou Neolítico, e a resolução entre essas alternativas têm implicações importantes para a nossa compreensão do comportamento no local”, disse o autor principal Khady Niang.

O investigador explica que a equipa revisou “o material coletado anteriormente no local, conduzimos novas escavações e análises de ferramentas de pedra e combinamos isso com estudos que tornam Tiémassas um exemplo de referência da Idade da Pedra Média da África Ocidental”.

Outras pesquisas anteriores da equipa datavam uma ocupação da Idade da Pedra média em Tiémassas a 45 mil anos atrás. Agora, a nova pesquisa estende o prazo de ocupação do local para entre 62 mil e 25 mil anos atrás. De maneira crítica, esses conjuntos de ferramentas de pedra contêm tipos tecnologicamente distintos que ajudam a caracterizar a natureza da produção de ferramentas durante cada fase de ocupação.

“Os ocupantes da Idade da Pedra Média de Tiémassas empregavam duas tecnologias distintas”, disse Niang. “O que é realmente notável é que a produção das ferramentas de pedra são realmente consistentes umas com as outras e formam um padrão que podemos comparar com os resultados das escavações anteriores. O local conta uma história clara de surpreendente continuidade tecnológica de quase 40 mil anos”.

Os resultados deste novo estudo em Tiémassas, publicado no Journal of Archaeological Science, consolidam o escasso registo de ocupações da Idade da Pedra Média na África Ocidental.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cansado de denúncias, Betis pede aos seus sócios: "Portem-se bem"

Clube onde jogam dois portugueses quer que os adeptos tenham um "comportamento adequado" durante os jogos no Benito Villamarín. O Betis de Sevilha jogou seis vezes até agora, nesta época. Quatro desses encontros foram disputados em …

Junta militar de Myanmar está a sequestrar familiares de pessoas que pretende deter, diz especialista da ONU

A junta militar de Myanmar está a sequestrar familiares de pessoas que pretende deter, incluindo crianças com 20 semanas de idade, segundo o relator especial da Organização das Nações Unidas (ONU) destacado para o país, …

Regiões portuguesas entre as que mais colocaram trabalhadores em teletrabalho

  Apesar dos números elevados registados em Portugal, futuro do modelo está ainda em aberto, face à preferência dos patrões em ter os funcionários a trabalhar em ambiente de escritório. De acordo com dados revelados pelo Eurostat, …

Reino Unido em choque. Sabina Nessa pode ter sido assassinada por um estranho ainda em liberdade

Sabina Nessa, de 28 anos, terá sido assassinada enquanto caminhava pelo Cator Park, no sudeste de Londres, na passada sexta-feira. O percurso da sua casa até a um bar ia demorar apenas cinco minutos, mas …

A corrida a secretário-geral da UGT terá dois candidatos

É a primeira vez que a corrida à liderança da UGT conta com dois candidatos: além de José Abraão, atual dirigente da Federação de Sindicatos da Administração Pública (Fesap), Mário Mourão, presidente do Sindicato dos …

Colapso da Evergrande. China pede a governos regionais que se "preparem para a possível tempestade"

As autoridades chinesas estão a pedir aos governos regionais para se prepararem para um possível colapso da Evergrande. O The Wall Street Journal noticia, esta quinta-feira, que as autoridades chinesas estão a pedir aos governos regionais …

Governo vai testar 35 mil funcionários de creches e pré-escolar até 3 de outubro

Os funcionários das creches, do pré-escolar e a rede nacional de amas começaram esta quinta-feira a ser testados à covid-19, numa ação que até 3 de outubro abrangerá 35 mil pessoas em todo o país. O …

Bem-vindo à última fase do desconfinamento: fim do certificado em restaurantes, máscara em transportes e lares

"Estamos em condições para avançar para a terceira fase de desconfinamento." Foi com esta frase que António Costa deu início à conferência de imprensa após o Conselho de Ministros desta quinta-feira. Portugal vai avançar para a …

EUA reabrirá campo de detenção de migrantes perto da prisão de Guantánamo

A administração do Presidente dos Estados Unidos (EUA) Joe Biden se prepara para reabrir um campo de detenção de migrantes na Baía de Guantánamo, após um aumento de migrantes e requerentes de asilo no sul …

Défice desce para 5,3% do PIB no 2.º trimestre do ano

O défice orçamental do primeiro semestre deste ano é de 5,5% do PIB. A meta do ministro das Finanças para o ano de 2021 é de 4,5%.  O défice orçamental fixou-se em 5,3% do PIB no …