Os humanos podem tornar-se venenosos no futuro

Um novo estudo revelou que os ratos – e até os humanos – têm o “kit de ferramentas para produzir veneno” e podem vir a tornar-se venenosos, como as cobras e os ornitorrincos.

Uma equipa de cientistas descobriu a base genética necessária para a evolução do veneno oral que existe tanto em répteis como em mamíferos, por isso, embora nem humanos nem ratos sejam venenosos atualmente, os seus genomas têm o potencial se o ser sob certas condições ecológicas.

Segundo os cientistas, esta investigação é a primeira evidência concreta de uma ligação entre as glândulas de veneno em cobras e as glândulas salivares em mamíferos.

De acordo com o jornal britânico The Independent, o autor do estudo Agneesh Barua descreveu o veneno como “um cocktail de proteínas” usado por animais para imobilizar e matar presas, bem como para autodefesa.

Para a investigação, em vez de se concentrarem em genes que codificam proteínas que compõem a mistura tóxica, os cientistas do Instituto de Ciência e Tecnologia da Universidade de Pós-Graduação de Okinawa (OIST) e da Universidade Nacional da Austrália procuraram genes que trabalham lado a lado e interagem com os genes de veneno.

Os investigadores usaram glândulas de veneno da cobra habu de Taiwan – uma víbora encontrada na Ásia – e identificaram cerca de três mil desses genes “cooperativos”, observando que desempenhavam papéis importantes na proteção das células do stresse causado pela produção de muitas proteínas.

Os cientistas também analisaram os genomas de outras criaturas, incluindo mamíferos como cães, chimpanzés e humanos, e descobriram que continham as suas próprias versões destes genes.

Tendo investigado os tecidos das glândulas salivares nos mamíferos, os investigadores viram que os genes tinham um padrão de atividade semelhante ao observado nas glândulas de veneno de cobra – ou seja, as glândulas salivares nos mamíferos e as glândulas de veneno nas cobras partilham um núcleo funcional antigo.

“Muitos cientistas acreditavam intuitivamente que isto é verdade, mas esta é a primeira evidência sólida real para a teoria de que as glândulas de veneno evoluíram das primeiras glândulas salivares”, disse Barua.

“Enquanto as cobras enlouqueciam, incorporando muitas toxinas diferentes no seu veneno e aumentando o número de genes envolvidos na produção do veneno, mamíferos produzem veneno mais simples que tem uma alta semelhança com a saliva”, continuou.

Barua disse que as experiências na década de 1980 mostraram que ratos machos “produzem compostos na sua saliva que são altamente tóxicos quando injetados em ratos”.

“Se, sob certas condições ecológicas, os ratos que produzem proteínas mais tóxicas na sua saliva tiverem melhor sucesso reprodutivo, por isso, em alguns milhares de anos, poderemos encontrar ratos venenosos”, acrescentou.

Embora seja improvável, se as condições ecológicas certas existissem, os humanos também têm o potencial de se tornarem venenosos.

Este estudo foi publicado em fevereiro na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Casa Branca oferece "telefonema educativo" a Nicki Minaj para acalmar apreensões sobre a vacina

Depois de um tweet de Nicki Minaj se ter tornado viral por associar a vacina contra a covid-19 à impotência, a Casa Branca convidou a rapper para um telefonema com especialistas para esclarecerem as suas …

Baterias de lítio-enxofre melhores e mais baratas? O segredo é uma pitada de açúcar

Uma colher cheia de açúcar pode ser o suficiente para permitir que um veículo elétrico faça uma viagem de Melbourne a Sidney (878 km) com uma única carga. Atualmente, os automóveis elétricos e os telemóveis utilizam …

Parlamento aprova na generalidade mudança do TC para Coimbra. Oito socialistas votaram a favor

A proposta passou com votos contra do Chega e PAN, abstenção do PCP, BE, PEV e maioria da bancada do PS e votos favoráveis do PSD, CDS, IL e de oito deputados socialistas. O resultado já …

Escola da Amadora queria proibir minissaias, decotes e chinelos - mas já voltou atrás

Um Agrupamento na Amadora publicou um código de vestuário que acendeu um debate nas redes sociais devido às regras que controlavam mais as raparigas. Entretanto, a escola já voltou atrás na decisão. Segundo escreve o Jornal …

Governo francês vai dar 100 euros a famílias carenciadas para pagar energia

O Governo francês vai entregar um cheque de 100 euros a 5,8 milhões de famílias de menores recursos para ajudar a pagar a fatura energética. A medida anunciada pelo executivo vai ter um custo de 580 …

Incidência e R(t) recuam em dia com mais 1.023 infetados e sete mortes

Portugal registou, esta sexta-feira, 1.023 novos casos e sete mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Apoiantes de Navalny acusam Google e Apple de "censura" política

Os apoiantes de Alexei Navalny acusaram hoje as empresas Google e Apple de terem suprimido o apelo ao voto "útil" proposto pelo oposicionista através das respetivas plataformas, denunciando "censura" num processo eleitoral em que a …

Presidente da República argentino cancela viagens para impedir que vice assuma Governo

Cristina Kirchner é parceira maioritária na coligação de Governo e exige, entre outras mudanças, a substituição de ários ministros, secretários e presidentes de organismos públicos. Recentemente, tem mostrado em público o seu descontentamento face à …

"Bazuca" europeia não resolve problema da falta de habitação

De acordo com vários especialistas, as 26 mil casas identificadas como prio­ritárias pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) não chegam para as necessidades do país, que podem chegar às 46 mil. A questão da aplicação …

Peça que terá sido usada no batismo de D.Maria II está à venda. Estado não a compra por ser demasiado cara

Há uma semana que está à venda uma peça que pertenceu à coroa portuguesa. Terá pertencido à família real depois do Terramoto de 1755 e, de acordo com o antiquário que agora a comercializa, terá …