Há vestígios no Brasil do asteróide que dizimou os dinossauros

Há 65 milhões de anos, um asteróide terá chocado com a Terra, sendo responsável pelo fim da era dos dinossauros no nosso planeta e abrindo caminho ao desenvolvimento dos pequenos mamíferos, marcando a transição entre os períodos Cretáceo e Paleógeno.

E, apesar de o asteróide ter caído na península de Yucatán, no México, há um pedaço do Brasil que guarda registos do acontecimento que mudou a vida terrestre para sempre.

Esse lugar fica em Pernambuco, especificamente no município de Paulista. Ali, a Mina Poty exibe nas suas rochas algumas microesféculas, que são grãos de vidro microscópicos, juntamente com fragmentos de quartzo do impacto, que são produzidos pelo calor gerado no momento da colisão com o asteróide.

Estes objectos foram lançados para a atmosfera, caindo em algumas partes do planeta — e uma delas é a cidade de Paulista.

A área traz marcas geológicas desse período histórico da Terra e também apresenta resquícios do mega-tsunami causado pelo impacto do asteróide que provocou ondas de 20 metros de altura a 112 km/h, que alcançaram o Nordeste brasileiro.

Dada a relevância histórica da região, o sítio será preservado e será aberto a visitas a partir de Novembro de 2017.

A descoberta

O responsável por descobrir a preciosa região pernambucana foi o geólogo brasileiro Gilberto Albertão, lá no início dos anos 1990, quando estava a fazer pesquisas para o seu mestrado na Universidade Federal de Ouro Preto. Ele pretendia verificar se nalguma bacia sedimentar brasileira havia evidências físicas ou biológicas das extinções do período Cretáceo — e conseguiu.

Além de descobrir fósseis vertebrados marinhos, o geólogo também localizou anomalias químicas e físicas mostrando os resquícios do asteróide em questão.

“O primeiro efeito do impacto foi um grande incêndio global, em função da chegada desse corpo. O atrito do asteróide gerou um super-aquecimento. E em todas as áreas desse limite que são continentais existem evidências de anomalia de carbono”, explicou.

Gilberto Albertão continuou a estudar a região até mesmo mais de duas décadas depois da conclusão do seu mestrado. Agora, a manutenção do local ficará a cargo da Votorantim, em parceria com a Universidade Federal de Pernambuco que, por sua vez, será responsável por novos estudos que serão conduzidos por lá.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Sporting na Champions dá mais força ao regresso de Ronaldo

O internacional português pode ver com bons olhos a entrada direta do Sporting na Liga dos Campeões, numa altura em que a Juventus está cada vez mais em risco de não o conseguir. Segundo avança o …

Hospitais retomam consultas e cirurgias a todo o gás. Alguns estão melhores do que antes da pandemia

Após o cancelamento de mais de um milhão de consultas e de 150 mil cirurgias devido à covid-19, os hospitais estão a recuperar toda a atividade e alguns superaram mesmo os níveis anteriores à pandemia. Em …

Sporting quer reforçar o plantel (e vai investir 25 milhões de euros)

O Sporting já tabelou o investimento para a época 2021/22 e a SAD leonina está disposta a investir até 25 milhões de euros, perto daquilo que vai lucrar apenas com a entrada na Champions (23 …

Marcelo trava discursos na inauguração do Supremo (e também desistiu de falar)

O Presidente da República não concordou com a proposta de programa para a cerimónia de reinauguração do edifício do Supremo Tribunal de Justiça e acabou ele próprio por desistir de discursar. Segundo o jornal online Observador, …

Regras das praias mantêm-se quase iguais ao verão passado. Mas quem as violar será multado

Durante o verão, a Polícia Marítima vai multar quem não cumpra as regras das praias como o uso de máscara nos acessos, restaurantes, balneários, paredões e até quem jogue raquetas no areal ou frequente uma …

Do Governo ao Sporting, todos sacodem a água do capote. Festa foi comunicada à CML como "manifestação"

O Governo já abriu um inquérito à atuação da PSP nos festejos leoninos. O secretário de Estado descartou responsabilidades na preparação da festa. Vários especialistas consideram que vai haver um aumento de contágios. Esta quarta-feira, o …

O amor de Napoleão por água-de-colónia pode ter sido o que o matou

A obsessão de Napoleão Bonaparte por água-de-colónia pode ter-se revelado fatal, sugere um bioquímico britânico. O antigo imperador francês até chegava a beber o produto. Reza a História que Napoleão Bonaparte morreu em Longwood, Santa Helena, …

Bloco mede forças com o Governo. PSD volta a pedir divulgação (de parte) do contrato do Novo Banco

Esta quarta-feira, o primeiro-ministro António Costa disse que o Fundo de Resolução está “autorizado a cumprir os contratos” com o Novo Banco. O Bloco de Esquerda e o PSD insistem no braço-de-ferro com o Governo. O …

Santuário de Fátima esgota lotação. Centenas de peregrinos ficaram à porta

No dia de ontem, o Santuário de Fátima atingiu às 20h25 a lotação máxima de 7.500 pessoas, estabelecida devido à pandemia de covid-19, disse à agência Lusa fonte oficial da instituição. Ao início da noite, já …

O número de Dunbar está errado. É possível ter mais de 150 amigos

O número de Dunbar sugere que uma pessoa só consegue manter relações sociais estáveis com 150 pessoas. Um novo estudo vem deitar por terra esta estimativa. O número de Dunbar define o limite de pessoas com …