Há quatro anos, Ronaldo saiu em lágrimas e Paris foi surpreendida pelo “patinho feio”

Georgi Licovski / EPA

Eder, o “patinho feio” da selecção, marcou o golo que fez a história da final do Euro 2016

Foi precisamente há quatro anos que Portugal sagrou-se campeão europeu de futebol. Na final da competição, a Seleção derrotou a anfitriã França, por 1-0.

Portugal começou o Euro 2016 com o pé esquerdo. Num grupo com Hungria, Islândia e Áustria, os portugueses sentiram que a qualificação para a próxima fase seria algo perfeitamente alcançável. No entanto, Portugal acabou por empatar todos os jogos da fase de grupos.

“Já avisei a minha família que só vou dia 11 de julho para Portugal. Vou ficar cá muito tempo tempo… Só vou dia 11 para Portugal. E vou chegar lá e vou ser recebido em festa”, disse Fernando Santos após os dois primeiros jogos.

Graças a um novo sistema de qualificação, a Seleção portuguesa foi uma das melhores terceiras qualificadas e seguiu para os oitavos de final.

Frente à Croácia, a dificuldade aumentava de parada, mas, mais uma vez, o empate imperou no fim dos 90 minutos de jogo. Já no fim do prolongamento, Ricardo Quaresma decidiu a partida com um golo aos 117 minutos.

“Não achei aborrecido. Aborrecido foi para os croatas, que foram para casa”, disse Fernando Santos. “Quando for preciso vai ser assim, não brinco. Eu quero é ganhar. Claro que quero que a minha equipa jogue bem, mas à maluca não. À bola já não jogamos mais”.

As mesmas dificuldades voltaram a sentir-se frente à Polónia, nos quartos de final, em que Portugal voltou a empatar e teve de recorrer às grandes penalidades para decidir a eliminatória.

A única vitória portuguesa no fim dos 90 minutos aconteceu nas meias finais, frente ao País de Gales. Cristiano Ronaldo e Nani marcaram dois golos praticamente seguidos na segunda parte e selaram, assim, a presença na final de um Campeonato Europeu, 12 anos depois.

Dia 10 de julho de 2016, uma data que ninguém esquece, Portugal defrontava os anfitriões no Stade de France. A França entrava na partida como favorita à conquista e, a meio da primeira parte, as esperanças portuguesas mirraram com a lesão prematura de Cristiano Ronaldo. Uma entrada dura de Payet obrigou o capitão da Seleção das Quinas a sair do campo em lágrimas.

Rui Patrício ia brilhando entre os postes e Portugal foi-se aguentando durante o tempo regulamentar. No prolongamento, decorria o minuto 109, quando Éder fez estremecer uma nação inteira. O “patinho feio”, cuja convocatória foi várias vezes questionada, decidiu a partida com um remate letal fora da grande área. Lloris bem se esticou, mas nada travou o esférico.

“O patinho feio tornou-se bonito”, disse Fernando Santos depois do jogo. “Fomos simples como pombas, prudentes como serpentes”, acrescentou o ‘engenheiro’.

Agora, quatro anos depois, o selecionador português recorda a conquista e faz perspetivas para o futuro.

“Quando o árbitro apitou para acabar o jogo. A necessidade de abraçar a minha família, o que, de alguma forma, era abraçar Portugal”, disse Fernando Santos, citado pelo jornal desportivo A BOLA.

“Quando entrares no próximo Europeu vais defender um título que é teu, algo que nunca aconteceu. Aumentou os níveis de confiança, pois sentes que é possível fazer”, acrescentou, dizendo ainda que é possível repetir o feito de 2016: “É preciso trabalhar muito, ser organizado, ter muita qualidade e ser um grupo coeso”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Nova Iorque quer oferecer vacina aos turistas. Miami vai começar a vacinar no aeroporto

Em Nova Iorque os turistas irão receber a vacina da Johnson & Johnson e em Miami a vacina da Pfizer. Com o objetivo de reativar o turismo na cidade, as autoridades de Nova Iorque querem oferecer …

Carta misteriosa escrita por passageira do Titanic está a intrigar os peritos

Uma equipa de investigadores está a tentar desvendar um mistério que envolve uma carta que terá sido escrita por uma jovem a bordo do Titanic na véspera do naufrágio. Uma família encontrou a carta numa garrafa …

Violência na Colômbia preocupa comunidade internacional

Várias cidades colombianas continuam a ser palco de violentas manifestações contra o Governo do país, mas são reprimidas com força pela polícia e por militares. As manifestações começaram em forma de protesto contra uma reforma tributária …

Veterana de Bletchley Park tem um novo código da 2.ª Guerra para decifrar (mas precisa de ajuda)

Um casal que encontrou mensagens codificadas da II Guerra Mundial sob o assoalho está tentar decifrá-las com a ajuda do seu vizinho, um decifrador de códigos de Bletchley Park. John e Val Campbell encontraram um esconderijo …

"Caixas mistério" com animais de estimação geram indignação na China

Uma nova moda conhecida como "caixa mistério" ganhou popularidade na China. O método consiste em fazer uma encomenda através da internet e é enviada, pelo correio, uma caixa com um animal de estimação. Estas encomendas estão …

Arquivos da polícia do Estado Islâmico revelam como era a vida sob o califado

Arquivos da polícia do Estado Islâmico, conhecida como shurta, revelam como era a vida sob o califado. Os polícias eram tão bem pagos que não podiam ser subornados. Não é sempre que os regimes mirram …

Barco português detido por ancorar ilegalmente em águas da Malásia

Um navio mercante registado em Portugal está retido na Malásia por ter alegadamente ancorado em águas territoriais do país sem autorização, avançou esta sexta-feira a Guarda Costeira malaia. Num comunicado, Nurul Hizam Zakaria, diretor da agência …

”Eficácia e qualidade”. OMS aprova vacina chinesa da Sinopharm

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou, esta sexta-feira, o uso de emergência da vacina chinesa contra a covid-19 da Sinopharm. Trata-se da primeira vacina desenvolvida pela China a ser aprovada pela organização, lembra a agência …

Sem estado de emergência não pode haver confinamento de pessoas saudáveis

O constitucionalista Jorge Reis Novais defendeu hoje que sem estado de emergência que suspenda a garantia do artigo 27.º da Constituição não pode haver confinamento de pessoas saudáveis, até uma eventual revisão constitucional. Por outro lado, …

"Neuro-direitos". O Chile quer proteger os seus cidadãos do controlo da mente

O Chile quer tornar-se o primeiro país a proteger as pessoas do controlo da mente, à medida que a capacidade de mexer com cérebros se aproxima cada vez mais da realidade. O senador Guido Girardi está …