Há destino para Solskjaer

Quando for despedido do Manchester United, Ole Gunnar Solskjær será seleccionador da Noruega (após uma pausa).

A continuidade de Ole Gunnar Solskjær no Manchester United não está garantida. Há algum tempo que a capacidade do norueguês é colocada em causa e os dois primeiros meses desta época não ajudaram.

A equipa de Diogo Dalot, Bruno Fernandes e Cristiano Ronaldo começou bem, com três vitórias nos quatro primeiros jogos. Mas desde a derrota surpreendente com o Young Boys na Liga dos Campeões, as coisas mudaram.

Na Europa seguiram-se duas vitórias (tangentes) mas o United já ficou fora da Taça da Liga e, na Premier League, depois de um arranque com 13 pontos em 15 possíveis, nas últimas quatro jornadas só alcançou um empate, ou seja, nos últimos 12 pontos possíveis só conquistou um ponto.

Derrota com o Aston Villa, empate com o Everton, derrota com o Leicester City e “aquela” derrota com o Liverpool, no domingo passado, por 0-5. “Batemos no fundo, este é o dia mais negro do meu percurso aqui”, admitiu Solskjær, depois do clássico.

No dia seguinte, segunda-feira, houve reunião de emergência. O director do Manchester United, Richard Arnold, cancelou todos os compromissos previstos para aquele dia para falar com o proprietário Joel Glazer sobre Solskjær.

Para já, continua a haver confiança. As indicações locais apontam para a permanência do antigo futebolista.

Mas Ole Gunnar Solskjær vai mesmo ser despedido, informou o seu compatriota Jan Åge Fjørtoft, antigo futebolista e agora comentador de futebol. Depois vai afastar-se temporariamente do futebol para voltar à Noruega e ser o seleccionador nacional.

“Ole vai acabar por ser despedido. Depois vai parar um bocado. Mais tarde, vai ser o sucessor de Ståle Solbakken (quando ele quiser sair) como seleccionador nacional da Noruega“, escreveu Fjørtoft, no Twitter:


A Noruega está na luta pela presença na fase final do Mundial 2022. Está no segundo lugar de um Grupo G apertado, com menos dois pontos do que os Países Baixos e com mais dois pontos do que a Turquia. E só faltam dois jogos para a fase de apuramento terminar.

Entretanto, Zidane tem sido um nome apontado para treinador do Manchester United, mas a ESPN já avisou: o francês não está interessado.

  Nuno Teixeira, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE