Gretchen Whitmer não era a única. Grupo também ia raptar governador da Virginia e outros democratas

Craig / Wikimedia

Ralph Northam, governador da Virginia

A governadora do estado norte-americano do Michigan, Gretchen Whitmer, não foi o único alvo de uma tentativa de sequestro. O FBI revela que Ralph Northam, governador da Virginia, também era visado.

De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, que cita um agente especial do FBI, além da governadora do Michigan, Gretchen Whitmer, um grupo planeava também raptar o governador da Virginia, Ralph Northam, e outros democratas.

Segundo o mesmo jornal, estes responsáveis foram visados devido às restrições impostas para conter a propagação da pandemia de covid-19 nos Estados Unidos.

Um tribunal federal acusou seis pessoas de conspiração para o sequestro da governadora por causa do que classificaram como “o poder incontrolável” de Whitmer. Outros sete elementos de um grupo paramilitar, denominado Wolverine Watchmen, foram detidos por alegadamente planearem “uma guerra civil” e a conquista do Michigan.

Os dois grupos treinaram juntos e planearam “vários atos de violência”.

O FBI soube no início de 2020, através das redes sociais, que uma milícia estava “a discutir o derrube violento de certas componentes do governo e das forças de segurança”, e “concordou em tomar medidas violentas”.

O FBI conseguiu infiltrar-se no grupo, com informadores a registar muitas das suas discussões. As autoridades acrescentam que este plano foi interrompido devido ao trabalho de agentes infiltrados e informadores.

Na semana passada, a senadora democrata Gretchen Whitmer considerou que a tentativa de sequestro poderá ter sido indiretamente influenciada por Donald Trump, Presidente dos Estados Unidos.

Whitmer disse que o chefe de Estado norte-americano passou os últimos sete meses da pandemia da doença provocada pelo novo coronavírus “a negar a ciência, a ignorar os seus próprios especialistas de saúde, acumulando desconfiança, fomentando a raiva e a dar conforto aos que propagam medo e ódio e divisão”.

“Os grupos de ódio ouviram as palavras do Presidente não como uma reprimenda, mas como um grito de guerra. Quando os nossos líderes falam, as suas palavras importam. Carregam um peso. Quando os nossos líderes se encontram, encorajam ou confraternizam com terroristas domésticos, legitimam as suas ações e são complacentes”, disse a senadora do Michigan.

Em entrevista à ABC News, Whitmer afirmou ainda que Trump está a “criar uma situação muito perigosa”. “De cada vez que ele faz uma publicação sobre mim no Twitter, de cada vez que ele diz que o Michigan deve ser libertado e que eu deveria negociar com as pessoas que tentaram raptar-me porque elas são ‘boas’, está a incitar ainda mais o terrorismo no país”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Blá blá blá". Greta Thunberg acusa líderes mundiais de não cumprirem com as promessas climáticas

Ativista considera que os anúncios feitos pelos líderes mundiais não passam de bonitas intenções que, na prática, não se traduzem em ações com verdadeiro impacto na luta contra as alterações climáticas. Greta Thunberg acusou os líderes …

Mulher com síndrome de Down perde ação judicial contra a lei do aborto no Reino Unido

Na semana passada, uma mulher com síndrome de Down perdeu uma ação judicial contra o governo britânico por causa de uma lei que permite o aborto até ao fim da gestação de fetos que poderão …

Tribunal condena corticeira da Feira por despedir trabalhadora que denunciou assédio

A corticeira Fernando Couto foi condenada pelo Tribunal da Feira a pagar uma coima de cerca de 11 mil euros por ter despedido a operária Cristina Tavares, após esta ter denunciado ser vítima de assédio …

Dupla de cientistas apresenta uma nova abordagem para reciclar plástico

Um novo estudo oferece uma abordagem totalmente nova para reciclar plástico, tendo sido inspirada na forma como a natureza naturalmente "recicla" os componentes dos polímeros orgânicos presentes no ambiente. As proteínas são um dos principais compostos …

Edição de 2021 da Web Summit recebe 40 mil participantes. Moedas como presidente não será problema

Evento, que se realiza entre 1 e 4 de Novembro, volta a decorrer em formato presencial depois de em 2020 a pandemia ter transferido as atividades para o ambiente digital. O presidente executivo da Web Summit, …

Alunos carenciados com desempenho inferior aos dos mais favorecidos

Mesmo tendo acesso a meios digitais, o desempenho dos alunos carenciados foi sempre “inferior” aos dos seus colegas oriundos de meios mais favorecidos.  Segundo noticia o Público, esta é uma das principais conclusões a que chegou …

José Rendeiro condenado a três anos e seis meses de prisão efetiva

Embaixador jubilado Júlio Mascarenhas acusa o BPP de o ter convencido a investir num produto com juros e capital garantido num momento em que o banco já atravessava sérias dificuldades. O antigo presidente do Banco Privado …

Cantor R. Kelly declarado culpado por crime organizado e tráfico sexual

O cantor norte-americano R. Kelly foi esta segunda-feira declarado culpado por crime organizado e tráfico sexual, após um julgamento em Nova Iorque, nos Estados Unidos da América (EUA), que decorreu durante seis semanas, no qual …

"A FIFA engloba 211 países e 133 nunca estiveram num Mundial"

Arsène Wenger apresenta argumentos para defender a realização de um campeonato do mundo de dois em dois anos. O novo calendário FIFA continua a originar reacções e entrevistas. Arsène Wenger falou sobre as propostas - a …

Responsáveis do Lar do Comércio acusados por 67 crimes de maus tratos

O Ministério Público (MP) imputou 67 crimes de maus tratos, 17 deles agravados por resultarem em morte, a um ex-presidente e a uma diretora de serviços do Lar do Comércio, em Matosinhos. Num processo em que …