Grécia pode contar com Portugal neste momento importante, assegura Marcelo

Simela Pantzartzi / EPA

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, com o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras

O Presidente da República afirmou, esta terça-feira, perante o primeiro-ministro grego, que a Grécia “pode contar com Portugal neste momento importante de preparação do futuro”.

Durante um encontro com Alexis Tsipras, na residência oficial do primeiro-ministro grego, em Atenas, em declarações captadas pelas televisões, Marcelo Rebelo de Sousa saudou a Grécia “pela forma corajosa e resistente como tem enfrentado desafios, vários dos quais Portugal também já defrontou”.

“Estamos, no fundo, a três meses de um momento histórico importante para a Grécia, e a Grécia sabe que pode contar com Portugal neste momento que é um momento importante de preparação do futuro”, acrescentou.

 

“Continuamos a encarar como, mais do que uma esperança, uma certeza, a forma feliz como a Grécia vai concluir um processo de anos que foram anos difíceis, mas foram anos importantes, não apenas para a Grécia, mas para toda a Europa”, disse, na presença do presidente do Parlamento Helénico, Nikos Voutsis.

No encontro com Tsipras, Marcelo Rebelo de Sousa referiu que esta sua visita de Estado acontece depois de deslocações oficiais do primeiro-ministro português, António Costa, à Grécia e do primeiro-ministro e do Presidente da Grécia a Portugal.

“Estas visitas significam que estamos juntos a combater por uma Europa mais justa, mais defensora da dignidade das pessoas e mais virada para o futuro”, considerou.

“Somos democracias, Estados sociais, europeus – europeus do sul, mas tendo uma visão ampla da Europa que nos permite um diálogo e haver convergência com outros Estados europeus na defesa dos mesmos princípios”, descreveu.

No Parlamento grego, “a casa da democracia”, o chefe de Estado expressou uma vez mais “solidariedade do povo português, quer quanto à forma corajosa como o povo grego enfrentou os desafios de migrações e refugiados ao longo destes anos, quer pelo modo como foi possível também ao povo grego enfrentar um período económico e financeiro difícil, de que vai sair dentro de meses”.

“Desde a primeira hora, Portugal esteve na crise dos refugiados ao lado da Grécia e ao lado daquilo que eram os valores europeus. E vamos continuar a trabalhar juntos por uma Europa mais feliz, com mais crescimento, com mais emprego, com mais justiça, mais próxima das aspirações legítimas dos povos”, acrescentou.

O chefe de Estado português já se tinha referido à conclusão do atual programa de assistência financeira à Grécia, hoje de manhã, quando foi recebido pelo Presidente da República Helénica, Prokopios Pavlopoulos. “Animam-me imenso as perspetivas que se abrem para a economia e para a sociedade gregas”, declarou, na altura.

Marcelo Rebelo de Sousa está na Grécia desde segunda-feira, a convite do seu homólogo grego, para uma visita de Estado de dois dias e meio, acompanhado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, e por deputados dos cinco maiores partidos com assento parlamentar.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Costa condiciona extensão do Brexit para além de 23 de maio à aprovação do acordo

O primeiro-ministro, António Costa, defendeu esta quinta-feira que uma extensão do Brexit para além de 23 de maio implica a ratificação do Acordo de Saída pelo Parlamento britânico ou a realização de eleições europeias no …

Ter avós, tios ou primos com Alzheimer influencia risco de desenvolver a doença

Ter avós, tios ou primos com Alzheimer aumenta a probabilidade de desenvolver a doença, concluiu um estudo recente que avaliou a história familiar de mais de 280 mil pessoas. Na última década, vários estudos indicaram a …

Marcelo Rebelo de Sousa promulgou a nova lei da paridade (mas com alguns parêntesis)

O Presidente da República promulgou a nova Lei da Paridade. A lei estabelece que as listas para a Assembleia da República, para o Parlamento Europeu e para as autarquias locais têm de assegurar a representação …

Cientistas descobrem o que provocou três eras glaciais na Terra

Cientistas estadunidenses calcularam que um evento geológico repetido deu origem às três últimas eras glaciais no nosso planeta, a última das quais ainda mantém o seu gelo nas regiões polares. Segundo a revista Science, a responsável …

A Terra pode guardar um Oumuamua no seu interior

Uma parte da terra que pisamos poderia vir, literalmente, de outras regiões da galáxia - áreas muito distantes do local onde o planeta está localizado e que para chegar até aqui teriam que viajar anos-luz …

Há um planeta mais próximo da Terra do que Vénus

A partir do Sol, a ordem dos primeiros planetas começa com Mercúrio, depois Vénus e depois a Terra. Então, Vénus é o planeta mais próximo do nosso? A resposta é: depende. Uma equipa de cientistas acaba …

O fim das consolas está à vista. Google lança serviço de videojogos na "nuvem"

A Google apresentou o seu novo serviço de jogos na "nuvem", Stadia, na Game Developers Conference (GDC), em São Francisco. O serviço não precisa de nenhuma consola e pode ser jogado em qualquer plataforma. O CEO …

Câmaras escondidas em hotéis filmavam hóspedes sem consentimento

O escândalo foi revelado na Coreia do Sul, onde dois homens foram presos por esconder câmaras em hotéis, que transmitiam as imagens em direto para um site, onde havia quem pagasse dinheiro para ver as …

Mesquita Nunes quer ser feliz (e que haja espaço nos partidos para quem tem vida profissional)

Adolfo Mesquita Nunes defende que "tem de haver espaço nos partidos para quem tem vida profissional". O antigo vice-presidente do CDS/PP apresentou a sua demissão do partido para assumir funções na administração da Galp. "Tem a …

Finlandeses são o povo mais feliz do mundo

A Finlândia lidera, pelo segundo ano consecutivo, um ranking da ONU das populações mais felizes, onde os investigadores dizem que os níveis de felicidade no mundo estão a diminuir. O Relatório Mundial sobre a Felicidade de …