Governo vai apertar regras nos concursos públicos

Clara Azevedo / Portugal.gov.pt

O primeiro-ministro António Costa e Mário Centeno, ministro das Finanças

O primeiro-ministro António Costa e Mário Centeno, ministro das Finanças

O Governo quer alterar as regras do recrutamento e seleção na administração pública. Comissão de Recrutamento e Selecção para a Administração Pública (CReSAP) vai passar a seleccionar apenas dois dirigentes e perfis deverão ser menos vagos.

De acordo com o Público, o Governo quer alterar as regras da CReSAP, criada pelo Governo de Pedro Passos Coelho, para que os concursos sejam mais rigorosos.

O assunto está a ser tratado pelo ministro das Finanças, Mário Centeno, mas ainda não há data prevista para a aprovação das novas regras.

A proposta socialista é que o número de candidatos que a comissão apresenta ao ministro passe de três para apenas dois, recomendando também que a definição dos perfis seja mais apertada e que os critérios de seleção sejam mais restritos.

A intenção é contrariar a ideia de que estes concursos são feitos à medida dos candidatos – os chamados jobs for the boys

De acordo com o Público, há entre os membros do Governo quem considere que a atual lei, aprovada sob a orientação do antigo ministro Miguel Relvas, permite que, com três indicações, acabem por chegar mais facilmente às indicações da CReSAP pessoas de confiança política para altos dirigentes do Estado.

No entanto, até que as regras sejam alteradas, o Governo vai proceder a nomeações sem concursos. Um responsável ligado ao Governo explicou ao Público que no futuro, estes nomeados podem ser sujeitos a provas de acordo com as novas regras.

Dos que transitam do anterior Governo, de acordo com o jornal, restam 21 dirigentes por nomear.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Os astronautas precisam de um frigorífico. Engenheiros trabalham num que funciona de "cabeça para baixo"

Para que os astronautas façam longas missões à Lua ou a Marte, precisam de um frigorífico, mas estes eletrodomésticos não são projetados para funcionar em gravidade zero. Os astronautas precisam de frigoríficos para as missões prolongadas …

A maior "cidade-fantasma" da China voltou a florescer (graças à educação)

Kangbashi, na Mongólia Interior, é considerada há muitos anos a maior "cidade-fantasma" da China. Agora, tem muito a agradecer a uma jogada inesperada, mas muito eficaz: o setor da Educação. Há alguns anos que Kangbashi, uma …

Carro da Tesla ajuda o FBI a capturar homem suspeito de atear fogo em igreja

As câmaras de um Tesla ajudaram as autoridades a prender um homem suspeito de atear fogo numa igreja na cidade de Springfield, no estado de Massachusetts. A congregação foi atacada mais de uma vez em …

Destemida e aventureira. Com apenas 18 anos, Simone Segouin ajudou a França a derrotar os nazis

Quando tinha apenas 18 anos, Simone Segouin juntou-se à Resistência Francesa para capturar as tropas nazis, sabotar os planos alemães e lutar contra o fascismo no seu país. Apesar de ter abandonado a escola bastante cedo, …

Orgulho e ciúmes. Corrida armamentista entre Coreias coloca ambiente de paz em risco

A relação entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul é conhecida por ser bastante conturbada, sendo que nos últimos anos já ocorreram alguns incidentes entre os países. Agora, as duas nações peninsulares …

"Estória mal contada": a saída de João Marques do Famalicão

Perto do final do campeonato feminino de futebol, o treinador das candidatas ao título abandona o emblema minhoto. Provavelmente porque vai liderar outra equipa minhota. Adeptos não gostaram. A Liga BPI, a primeira divisão nacional feminina …

Livre cede lugares à IL e ao Volt. Vasco Lourenço fala em "chicana política"

O Livre cedeu, esta quarta-feira, quatro lugares da sua comitiva no desfile que assinala o 25 de Abril à Iniciativa Liberal e ao Volt Portugal, depois da comissão promotora os ter informado de que não …

Pena de morte diminuiu. Execuções globais atingem o número mais baixo numa década

Globalmente, foram executadas 483 pessoas em 2020, o número mais baixo registado pela Amnistia Internacional (AI) numa década, marcando uma redução de 26% em relação a 2019 e 70% comparativamente a 2015. Segundo um artigo da …

Putin avisa que quem ameaçar a Rússia "se irá arrepender como nunca"

O presidente Vladimir Putin emitiu um alerta durante o seu discurso anual ao Governo. O líder frisou que qualquer membro da comunidade internacional que ameace a Rússia "se irá arrepender como nunca se arrependeu antes". O …

Nove anos depois, Bruxelas deixa de monitorizar atividade da CGD

A Direção-Geral da Concorrência da Comissão Europeia (DG Comp) encerrou o processo de monitorização do plano estratégico da Caixa Geral de Depósitos (CGD). "A Caixa Geral de Depósitos, S.A. (CGD) informa que recebeu comunicação da Direção …