Dez minutos infernais deixam Gil Vicente a léguas do sonho europeu

Ed van de Pol / EPA

O Gil Vicente ficou em posição difícil para garantir um lugar na fase de grupos da Liga Conferência Europa, ao ser goleado por 4-0 na visita ao AZ Alkmaar, em jogo da primeira mão do ‘play-off’.

Em apenas cerca de dez minutos, os gilistas sofreram três golos nos Países Baixos, deixando o sonho europeu a léguas.

Em Alkmaar, Dani de Wit (24 minutos), Mayckel Lahdo (78), Vangelis Pavlidis (85) e Mees de Wit (89), que passou pelo Sporting, praticamente sentenciaram o rumo da eliminatória, deixando os neerlandeses com ‘pé e meio’ na fase de grupos da terceira competição da UEFA.

O treinador do Gil Vicente reconheceu que o acesso à fase de grupos da Liga Conferência Europa ficou “muito mais difícil”, depois desta derrota pesada.

“Mesmo consciente da mais-valia do adversário que defrontámos, foi por demérito nosso que, na segunda parte, se fez este resultado. Em relação ao playoff, fica muito mais difícil com uma derrota desta dimensão”, disse Ivo Vieira, após a partida.

“Fizemos uma primeira parte de qualidade razoável para o bom. Discutimos o jogo, obviamente sentindo que podíamos fazer mais. Na segunda parte, estivemos muito aquém do que fizemos antes. Essa foi a razão de um resultado tão dilatado”, analisou Ivo Vieira.

O treinador do conjunto minhoto disse “assumir a responsabilidade do resultado”, mas lembrou que a equipa tem já “de virar baterias para a competição mãe, que é o campeonato nacional”.

“Vai ser muito difícil inverter este resultado. Mas temos objetivos além desta competição. Queríamos fazer mais e melhor, não foi possível. Temos de dar mérito ao adversário, mas houve demérito nosso”, acrescentou.

Sobre as mudanças efetuadas da equipa para este desafio nos Países Baixos, com cinco alterações em relação ao ‘onze’ que jogou na última jornada da Liga, frente ao Arouca, Ivo Vieira disse ser uma “questão de dar oportunidade a alguns atletas”.

“Não é possível no mês de agosto fazer oito jogos e serem sempre os mesmos a poder jogar. Por isso, as alterações feitas. Há jogadores de valia que também precisam de espaço na equipa”, concluiu o treinador gilista.

“Os milagres podem acontecer”

Já o técnico do AZ Alkmaar não considerou que a eliminatória esteja completamente fechada, mas assumiu uma posição confortável para o jogo da segunda mão, em Portugal.

“Os milagres podem acontecer, mas 4-0 é um resultado muito importante, vamos ter que continuar concentrados” disse Peter Jansen.

O técnico neerlandês confessou que “não esperava ter tantas oportunidades” para marcar, e enalteceu a postura da sua equipa.

“A primeira parte foi bastante equilibrada, foi importante o golo, estou muito orgulhoso pela segunda parte. Dominámos os momentos do jogo, continuámos a prestar atenção à parte defensiva e criámos brechas para conseguir o 4-0″, rematou.

Gil Vicente e AZ Alkmaar voltam a defrontar-se em 25 de agosto, em Barcelos, no jogo da segunda mão do playoff de acesso à fase de grupos da Liga Conferência Europa.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.