Gigantesca “ponte magnética” que liga galáxias é observada pela primeira vez

MCELS / Cerro Tololo Inter-American Observatory / University of Michigan

A Grande Nuvem de Magalhães

A Grande Nuvem de Magalhães

Os cientistas já sabiam que uma ponte de gás se estendia por cerca de 75 mil anos-luz entre as nossas duas galáxias vizinhas, a Grande e a Pequena Nuvem de Magalhães. Agora, foi possível observar pela primeira vez essa ponte gigantesca.

O novo estudo sobre a “ponte de Magalhães” foi liderado por cientistas da Universidade de Sydney, na Austrália, e vai ser publicado na revista Monthly Notices of the Royal Astronomical Society.

Os nossos vizinhos galácticos mais próximos, a Grande e a Pequena Nuvem de Magalhães estão a 160 mil e 200 mil anos-luz da Terra. E a existência de um caminho formado por estrelas e gases, entre estas duas galáxias, não é novidade.

No entanto, até agora, muito pouco era conhecido sobre o seu campo magnético. Agora, equipa descobriu que possui um milionésimo da força do próprio escudo magnético protetor do nosso planeta, e poderia fornecer pistas de como se formou.

Segundo os especialistas, o campo magnético pode ter sido gerado a partir da ponte após a estrutura se formar, ou pode ter sido “arrancado” das galáxias anãs que se fundiram para formar a ponte.

Foi muito difícil para os cientistas estudar a estrutura porque este tipo de campo magnético cósmico só podem ser observado indiretamente através do seu efeito sobre outras estruturas no espaço. Neste caso, os sinais de rádio de centenas de galáxias muito distantes foram usados para capturar o campo magnético associado à ponte de Magalhães.

Os sinais de rádio são como ondas na superfície de uma lagoa, porque vibram ao longo de um determinado plano no espaço. Quando esses sinais passam através de um campo magnético, esse plano é alterado, e permite aos astrónomos medir a força e a polaridade (direção) do campo.

MCELS / Cerro Tololo Inter-American Observatory / University of Michigan

A Pequena Nuvem de Magalhães

A Pequena Nuvem de Magalhães

“A emissão de rádio das galáxias distantes serviu como uma lanterna, brilhando através da ponte. Depois, o seu campo magnético mudou a polarização do sinal de rádio”, explicou a principal autora do estudo, Jane Kaczmarek, da Universidade de Sydney.

Agora que foi detetado o campo magnético da ponte, os cientistas têm mais probabilidades de descobrir como é que esse caminho de estrelas e gases se formou, e o seu impacto nas galáxias vizinhas.

“Ainda não sabemos como é que esses vastos campos magnéticos são criados, nem como é que tais campos de grande escala afetam a formação e evolução das galáxias”, explica Jane Kaczmarek.

//

PARTILHAR

RESPONDER

Sporting vs Boavista | Leão ruge pela margem mínima

Sporting não vacilou na luta pelos primeiros lugares da Liga NOS e venceu o Boavista em casa por 1-0. Num jogo nem sempre bem disputado, mas de praticamente sentido único, faltou algum poder de fogo aos …

Tribunal reacende polémica da selfie do macaco Naruto

Um Tribunal de Apelação, nos Estados Unidos, acaba de reacender a polémica do processo da selfie do macaco Naruto. O órgão garante que ainda irá julgar uma decisão final sobre o assunto, mesmo que já tenha havido …

A pessoa mais velha do mundo morreu aos 117 anos

A mulher mais velha do mundo morreu este sábado à noite, no Sul do Japão, com 117 anos de idade. De acordo com a Associated Press (AP), Nabi Tajima, aquela que era considerada a pessoa mais …

Correntes oceânicas intensas podem ser criadas por insetos ridiculamente pequenos

Uma investigação recente concluiu que pequenos organismos marinhos podem desempenhar um papel significativo nas correntes oceânicas. Cientistas demonstraram agora que algumas das menores criaturas do oceano podem ter um impacto descomunal nas ondas do oceano, com …

Antibiótico para a artrite manchou os olhos de um norte-americano de azul

Um norte-americanos, de 70 anos, viu os seus olhos ficarem completamente manchados de azul, graças a um antibiótico para a artrite inflamatória. Olhos azuis são muito comuns, mas a parte branca dos nossos olhos - a …

Atrizes de "Smallville" envolvidas em seita de tráfico sexual. "Chloe" detida

Allison Mack, conhecida pelo seu papel na série televisiva "Smallville", foi detida e acusada de tráfico sexual pela sua alegada ligação à seita Nxivm. Allison Mack, de 35 anos, atriz da série "Smallville", deverá comparecer em …

Naturopata tratou criança de 4 anos com saliva de cão raivoso

Uma naturopata canadiana tratou um criança hiperativa de 4 anos com saliva de um cão raivoso. O anúncio surpreendeu a comunidade médica internacional, que reagiu de forma negativa. Uma naturopata canadiana assumiu no seu blogue pessoal …

Ilha troca de país a cada seis meses

No meio do rio Bidasoa, entre França e Espanha, há uma ilha que vai alternando de nacionalidade de seis em seis meses. A ilha mede apenas 38 metros de largura e 215 de comprimento, medidas que lhe …

Cientistas criam implante vaginal que promete proteger as mulheres do VIH

O novo dispositivo desenvolvido por cientistas na Universidade de Waterloo, no Canadá, faz com que o número de células do VIH que se fixam no trato genital feminino diminua. Já há um implante que protege as …

Mais de 20 mortos em protestos na Nicarágua

Mais de duas de dezenas de pessoas, entre as quais um jornalista, morreram durante os protestos na Nicarágua contra a reforma da segurança social do Governo de Daniel Ortega. A Associated Press (AP) relata que num …