Funcionários da Apple trabalham agora de pé. “Sentar é o novo cancro”

Quase tudo o que acontece dentro do Apple Park é altamente secreto. Mas, desta vez, o CEO da empresa, Tim Cook, revelou um novo detalhe sobre o ambiente de trabalho: todos receberam uma mesa alta, que permite trabalhar em pé.

“Demos a todos os nossos funcionários mesas de pé. Se conseguirmos ficar de pé por um pouco e, só depois nos sentarmos, será muito melhor para o nosso estilo de vida“, revelou Cook numa entrevista David M. Rubenstein do The Carlyle Group.

Durante a entrevista, publicada na passada quarta-feira, Cook encorajou o bilionário financeiro a acompanhá-lo nesta iniciativa – como se fosse uma característica importante do Apple Watch. Tim Cook já citou médicos que afirmam que “sentar é o novo cancro”, de acordo com o Business Insider.

“Na nossa empresa temos muitas pessoas que usam o Apple Watch e, dez minutos antes da hora de saída, repentinamente todos começaram a levantar-se e a mexer-se. Demorou um pouco até se acostumarem, mas é ótimo”, disse o CEO numa conferência da Goldman Sachs em 2015.

Novidades no Apple Park

A possibilidade de usar secretárias em pé é apenas um de muitos privilégios que os afortunados empregados da Apple têm dentro da nova sede da empresa que, segundo rumores, terá custado mais de 5 mil milhões para ser construída.

O Apple Park foi construído de forma a misturar as linhas da larga parte de vidro, conhecida como “nave espacial” ou edifício “em anel”, e o campus cuidadosamente ajardinado na parte exterior.

O campus está repleto de árvores de fruto que são depois aproveitadas pelos refeitórios “Caffe Macs” para preparar os almoços e jantares. Há também um enorme ginásio e um serviço de transporte para levar os trabalhadores para os escritórios satélite e para a antiga sede da empresa – localizada a 10 minutos de carro.

Sem falar dos móveis da Apple Park, que foram cuidadosamente selecionados à mão. Aqui estão algumas das peças conhecidas: além da mesa de pé, os trabalhadores recebem cadeiras de mesa construídas pela Vitra, que custam cerca de 1.200 dólares; as áreas comuns e os cafés têm cadeiras projetadas por Nauto Fukasawa, no valor de 2.500 dólares. Muitas das mesas são longas placas de carvalho, que são também personalizáveis.

A gigante americana não respondeu às questões colocadas pelo Business Insider sobre o modelo específico utilizado nas mesas de pé utilizadas. Fotos dos interiores publicadas no Wall Street Journal não revelam quaisquer secretárias.

Uma das razões para justificar o investimento tão elevado da empresa no novo edifício é ajudar a recrutar novos desenvolvedores de software e tecnologia – que são extremamente bem pagos e têm outras ofertas de emprego -, mas que podem preferir trabalhar num belo e arquitetónico espaço de trabalho.

Cook e a Apple parecem satisfeitos com o Apple Park. “Steve tinha a visão que o espaço de trabalho deve facilitar o trabalho entre as pessoas. Tendo estes espaços comuns – onde as pessoas podem trabalhar juntas ou encontrar-se sem ter planeado fazê-lo -, o nível de ideias, criatividade e inovação que poderiam surgir daí …. seria fenomenal”, disse Cook na entrevista, acrescentando que a Apple “já vai observando” este processo.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Não é caso inédito. A 1 km da minha casa um empresa de confeções comprou máquinas de costura para as funcionárias trabalharem de pé. Apoiavam o peso do corpo numa só perna pois um dos pés tem que estar sempre no pedal. Não sei se foi coincidência mas fechou…

RESPONDER

Primeira missão europeia a Mercúrio lançada com cientista e tecnologia portuguesas

A primeira missão europeia que vai estudar Mercúrio, o planeta mais pequeno e mais próximo do Sol, vai ser lançada no sábado, e nela participa uma cientista e uma empresa portuguesas. A astrofísica Joana S. Oliveira …

Sertanense vs Benfica | Águias passam sem dificuldade

O Benfica venceu hoje o Sertanense, do Campeonato de Portugal, por 3-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, em que Jonas voltou a ser titular e a marcar ao fim …

Quase todo o património da UNESCO no Mediterrâneo ameaçado pela subida das águas

O aumento da erosão costeira devido à subida do nível das águas está a pôr em risco quase todos os monumentos reconhecidos como Património da Humanidade que se localizam na zonas baixas da costa do …

Carne podre e cadáveres que explodem por falta de eletricidade na Venezuela

Em Maracaibo, na Venezuela, a energia elétrica falha constantemente. Nos mercados, há carne podre à venda, mas ainda assim a procura aumenta. Porquê? "O que fazer, se é mais barato?" A Venezuela atravessa, desde 2014, uma …

Ministro da Administração Interna não emitiu despacho de alerta para a Leslie

Eduardo Cabrita, Ministro da Administração Interna, não emitiu o despacho de alerta que podia reforçar os meios de proteção e socorro durante a tempestade que atingiu Portugal. A decisão poderia ter tido impacto junto das …

Trump ameaça fechar fronteira com o México

O Presidente norte-americano, Donald Trump, ameaçou esta quinta-feira fechar a fronteira entre os Estados Unidos e o México, numa altura em que milhares de migrantes atravessam a pé vários países da América Central na esperança …

Rendas vão ter duração mínima de um ano

Apresentada pelo PS, a medida já foi aprovada e prevê que contratos de arrendamento tenham um prazo mínimo de um ano e que se renovem por mais três anos, não havendo dados em contrário. O Parlamento …

Mais de 12 mil jovens vão viajar gratuitamente pela Europa

Os jovens escolhidos vão poder viajar de comboio até 30 dias e visitar entre um a quatro destinos. Os requisitos: ter completado 18 anos este ano e ser cidadãos europeus. A Comissão Europeia anunciou, esta quarta-feira, …

"O emprego mais difícil do mundo" é português, não tem salário e procura "gente de fibra"

"O emprego mais difícil do mundo" é uma campanha de recrutamento dos Bombeiros Voluntários de Albufeira, no Algarve, que abriram candidaturas para "gente de fibra". Honestos face àquilo que são os requisitos para a profissão, a …

Presidente do Turismo do Norte detido por suspeitas de corrupção

Melchior Moreira, presidente do Turismo do Norte, dois outros dirigentes da mesma entidade e dois empresários foram esta quinta-feira detidos pela Diretoria do Norte da Polícia Judiciária, por suspeitas de corrupção, tráfico de influências e …