Fridão. Matos Fernandes diz que recebeu duas cartas da EDP a manifestar desinteresse

Manuel Araújo / Lusa

João Pedro Matos Fernandes garante que a EDP enviou duas cartas ao Governo a manifestar desinteresse pela barragem de Fridão.

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, afirmou esta quarta-feira não ter “qualquer dúvida” que a EDP enviou duas cartas ao Governo a manifestar desinteresse pela construção da barragem de Fridão.

Em declarações aos jornalistas à margem da apresentação de uma linha de crédito para a descarbonização e economia circular, no Ministério da Economia, o governante comentou as declarações do presidente da EDP, António Mexia, que disse ter sido o Governo a decidir não avançar com a construção da barragem.

Não tenho a mais pequena dúvida que a EDP me enviou duas cartas a dizer que não estava interessada em construir a barragem de Fridão e, depois de o Governo ter acompanhado a decisão da EDP, então sim, a EDP escreveu uma carta a dizer que afinal queria fazer a barragem”, afirmou Matos Fernandes.

“Nunca a EDP disse que prescindia desse mesmo valor. Agora o contrato é claro: quando a EDP desiste de a fazer, não tem direito a essa indemnização. Se, pelo contrário, tivesse sido o Governo a tomar essa decisão, teria que indemnizar a EDP”, acrescentou o governante.

O ministro do Ambiente explicou ainda que na segunda carta enviada ao Governo, a EDP tentou abrir a possibilidade de se fazer um outro empreendimento, “um Fridão mais pequeno”. No entanto, essa possibilidade, disse Matos Fernandes, não chegou a ser tecnicamente avaliada porque foi juridicamente chumbada.

“Como houve um concurso público, não era possível transformar um Fridão maior num Fridão mais pequeno e, por isso e face a essas duas vontades, o Governo concordou com a EDP e disse que, de facto, não fazia sentido fazer a barragem”, afirmou.

Em resposta à decisão da EDP de recorrer para o Tribunal Arbitral, Matos Fernandes disse apenas que “Portugal é um Estado de Direito” e, como tal, é “a coisa mais normal do mundo que se recorra aos tribunais”.

Em causa está um valor de cerca de 218 milhões de euros, pago pela EDP como contrapartida financeira pela exploração por 75 anos, que a elétrica considera que lhe tem de ser restituído, e o Governo considera que não há direito a qualquer devolução.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Soleimani foi assassinado de forma "ilegal e arbitrária", considera perita da ONU

A relatora especial da ONU, Agnes Callamard, considera que os Estados Unidos não apresentaram provas suficientes para justificar o ataque. Uma especialista da ONU concluiu que o general iraniano Qasem Soleimani, morto num raide norte-americano …

Bolsonaro infetado com covid-19

A imprensa brasileira confirmou, esta terça-feira, que o Presidente Jair Bolsonaro está infetado com covid-19. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, testou positivo à covid-19. De acordo com a Globo, a informação foi avançada pelo próprio, …

Costa avisa que vem aí a "fase mais crítica" dos incêndios e pede prevenção

O primeiro-ministro participou numa reunião de acompanhamento e monitorização sobre prevenção e combate a fogos florestais e advertiu, esta terça-feira, que Portugal entra agora na fase mais crítica. Esta terça-feira, o primeiro-ministro advertiu que Portugal entra …

"Fracasso" no combate à covid-19. Diretora de Saúde de Israel demite-se

Siegal Sadetzki, diretora dos serviços públicos do Ministério da Saúde de Israel, denunciou o "fracasso" das autoridades em retardar a propagação da covid-19 no país, apresentando a sua demissão. Uma responsável do Ministério da Saúde de …

Quase 900 professores vão entrar nos quadros do Ministério da Educação

Quase 900 professores vão entrar nos quadros do Ministério da Educação, no âmbito do concurso externo imposto ao Estado pela União Europeia. Mais de 800 professores passaram a integrar os quadros do Ministério da Educação através …

Após saída do primeiro-ministro, Macron faz remodelação governamental e muda ministros-chave

O Presidente francês Emmanuel Macron aproveitou a mudança de primeiro-ministro para levar a cabo uma profunda remodelação do seu Governo. Anunciada na segunda-feira, a grande mudança é o novo ministro do Interior, Gérald Darmanin, até …

Marcelo promete ir todas as semanas ao Algarve para "puxar pelo turismo"

O Presidente da República disse esta segunda-feira, no Algarve, que é necessário “olhar para a frente e lutar” para o turismo na região superar as perdas causadas pela exclusão de Portugal do corredor aéreo com …

Portugal sabe a 27 de julho se entra nos corredores aéreos do Reino Unido

A reavaliação da lista de países isentos de quarentena nas chegadas ao Reino Unido, da qual Portugal foi excluído devido aos surtos de covid-19, vai ser feita a 27 de julho, revelou esta segunda-feira o …

Efacec. Estado não vai assumir a dívida de Isabel dos Santos aos bancos

O Conselho de Ministros português aprovou, na quinta-feira, a nacionalização de 71,73% do capital social da Efacec, pertencentes à empresária angolana Isabel dos Santos. Pedro Siza Vieira, ministro da Economia, defendeu esta terça-feira que o Estado …

China confirma caso de peste negra e anuncia mais um suspeito. É uma jovem de 15 anos

O caso suspeito de peste bubónica na região autónoma da Mongólia Interior já foi confirmado pela China, avança esta terça-feira a emissora britânica BBC, que dá ainda conta de um novo caso em análise. O …