Fitch considera previsões do OE 2016 “irrealistas” e ameaça descer o rating

A agência de rating Fitch considerou esta terça-feira que o esboço do Orçamento de Estado para 2016 se baseia em estimativas de crescimento económico e de redução de despesa e aumento de receita que se podem revelar irrealistas.

“O esboço de Plano Orçamental Português para 2016 pretende manter a consolidação orçamental, mas baseia-se em estimativas de crescimento e em planos de receita e despesa que se podem revelar irrealistas”, considera a Fitch.

A agência de notação financeira avisa que pode cortar o rating da República portuguesa, atualmente em BB+, se o Governo de António Costa falhar a redução do défice e da dívida pública.

No que toca à atividade económica, os 2,1% previstos pelo Governo ficam muito acima da projeção de 1,7% da Fitch, que nota que “a informação recente não indica nenhuma melhoria notável nas taxas de crescimento” e considera que “a expectativa de que o aumento da procura externa vai impulsionar as exportações pode revelar-se otimista, tendo em conta o abrandamento dos mercados emergentes e o crescimento anémico da zona euro”.

A agência sublinha que as previsões orçamentais de médio prazo dependem em muito de uma recuperação económica contínua, o que pode significar “um risco negativo” às metas orçamentais do Governo.

No que toca à estratégia orçamental, a agência de notação financeira mostra-se preocupada porque “algumas medidas na proposta não estão detalhadas, tornando incerta a forma como o Governo vai conciliar o seu objetivo de consolidação orçamental moderada com o seu compromisso eleitoral de reverter as medidas de austeridade”.

A Fitch nota que a reversão dos cortes salariais no setor público vão custar 446 milhões de euros, não sendo ainda conhecidos quaisquer planos de corte de despesa que possam compensar essa reversão.

Os analistas apontam que, no rascunho que seguiu para Bruxelas na sexta-feira, o Governo socialista prevê uma redução do défice para 2,6% do Produto Interno Bruto (PIB) este ano – abaixo dos 2,8% que estimava inicialmente no Programa de Governo -, mas aquém do défice de 1,8% previsto pelo anterior executivo liderado por Pedro Passos Coelho.

Contudo, considerando que o esboço orçamental demonstra que não há “dissidências significativas” do Bloco de Esquerda e do PCP, a Fitch afirma que “há espaço político para a consolidação” orçamental.

A estimativa para a dívida pública está “ligeiramente” abaixo das perspetivas da agência financeira, que antecipa uma dívida de 127,9% do PIB em 2016, tendo em conta estimativas da agência de “um menor crescimento e de maior défice”.

Tudo somado, a Fitch conclui que “a proposta de Orçamento demonstra os riscos negativos para o cenário orçamental a médio prazo”.

As finanças públicas e o ritmo de consolidação orçamental são “fatores sensíveis” para o rating atribuído à dívida soberana de Portugal pela Fitch. “Um relaxamento orçamental que resulte numa trajetória menos favorável na dívida pública poderá levar a uma ação negativa sobre o rating, assim como um crescimento mais fraco que pode ter um impacto negativo nas finanças públicas”, afirma.

A Fitch deverá voltar analisar a situação de Portugal a 4 de março e a 19 de agosto.

Em declarações ao Diário Económico, a Moody’s também se mostrou de pé atrás com a estratégia do Governo, considerando que o esboço do Orçamento para 2016 é “otimista” e “repete erros do passado”, fazendo eco da posição do Conselho das Finanças Públicas.

Assim, das três maiores agências de rating, apenas a Standard & Poor’s ainda não se pronunciou sobre a estratégia apresentada na semana passada por Mário Centeno.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. É incrível como ainda se dá atenção e relevo a essas ditas agências, depois de ficar mais que provado, preto no branco, que dão “classificações” a pedido a quem bem as pague, e que tentam interferir na politica interna dos países com ameaças. Não esquecer que os “activos tóxicos” que provocaram o descalabro financeiro em todo o Mundo tinham classificações de A++++ pelas referidas agências.
    Uns autênticos intrujas.

RESPONDER

Lenine Cunha campeão de triplo e pentatlo em atletismo adaptado

O atleta paralímpico português Lenine Cunha sagrou-se, esta terça-feira, campeão mundial de triplo-salto e pentatlo, em Torun, na Polónia. Ana Filipe venceu a prova de triplo-salto no feminino. Lenine Cunha venceu a medalha de ouro, esta …

Kroos: Não foi fácil "adaptar-nos à falta de 40 ou 50 golos" de Ronaldo

Toni Kroos assumiu que foi difícil para o Real Madrid superar a saída de Cristiano Ronaldo. O alemão realçou a falta dos 40 ou 50 golos marcados pelo português fizeram-se sentir. Em entrevista ao The Athletic, …

Companhias aéreas querem conclusão das "obras urgentes" no aeroporto de Lisboa

A associação das companhias aéreas em Portugal (RENA) pediu ao Governo e à concessionária do aeroporto de Lisboa (ANA) a conclusão imediata "das obras urgentes" na infraestrutura, para além do "desenvolvimento do novo aeroporto" no …

Um em cada três venezuelanos não tem acesso aos alimentos para uma vida saudável

Um em cada três venezuelanos não tem acesso a todos os alimentos necessários para ter uma nutrição saudável, segundo um estudo realizado pelo Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas, divulgado na segunda-feira. De acordo com o …

Barcelona está de olho em Plata (enquanto Sporting o tenta segurar)

Gonzalo Plata tem impressionado ao serviço do Sporting e, por isso, os 'leões' querem comprar a outra metade do passe do jogador. O Barcelona está de olho no jogador. O Sporting está a fazer de tudo …

Angola. Dívidas a construtoras portuguesas alarmam FMI

O Fundo Monetário Internacional (FMI) está preocupado com a dívida de Angola a fornecedores externos, nomeadamente empresas portuguesas do setor da construção. O processo de regularização de dívidas do Estado angolano às construtoras portuguesas está a …

Alex Telles é o defesa mais goleador na Europa

Alex Telles leva oito golos no campeonato e assume-se como o defesa mais goleador na Europa. O brasileiro é também o melhor marcador do FC Porto na liga. Com o golo apontado ao Portimonense na última …

Zero acusa Estado de ter permitido deposição ilegal de amianto em aterros

A associação ambientalista Zero acusa a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) de ter permitido deposições ilegais de resíduos de amianto em aterros sem licença para o efeito durante mais de 10 anos e pede ao …

Bruxelas pede que Portugal e outros 21 países acabem com capturas acidentais de golfinhos

A Comissão Europeia enviou hoje cartas aos ministros do Mar de Portugal e de outros 21 Estados-membros da União Europeia (UE) a pedir solução para as capturas acidentais de golfinhos e outros animais marinhos nas …

Trump vê condenação de Harvey Weinstein como "uma grande vitória"

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse hoje que a condenação por crimes sexuais do ex-produtor Harvey Weinstein constitui uma "mensagem muito forte". "Considero que do ponto de vista das mulheres (...) é uma grande …