Físico acredita que é possível manipular a gravidade com a tecnologia atual

A gravidade artificial em naves espaciais é recorrente nos filmes de ficção científica – mas tem sido mais fácil imaginá-la do que alcançá-la.

Isto, no entanto, pode mudar em breve. A Physical Review D vai publicar um artigo de André Füzfa, da Universidade de Namur, Bélgica, que sugere que temos tecnologia suficiente para gerar gravidade.

O princípio teórico de Füzfa reside na Teoria da Relatividade. O investigador começou do mesmo ponto que Einstein, o princípio de equivalência: uma pessoa de pé sobre a superfície do planeta vai sentir a mesma força que alguém de pé dentro de um foguete que acelere constantemente. Se a pessoa estiver dentro de um ambiente sem janelas, ela não vai conseguir saber em que situação se encontra.

Mas para o princípio da equivalência ser verdadeiro, os outros fenómenos naturais – entre eles o campo eletromagnético – também devem ser afetados. Segundo as palavras de André Füzfa, todos os tipos de energia produzem e estão sujeitas à gravitação da mesma forma.

No seu trabalho, o investigador sugere que a criação de um campo magnético muito forte poderia criar um campo gravitacional pela distorção das geodésicas, as linhas do espaço-tempo.

Solucionando as equações de Einstein-Maxwell – tem mais de 40 no trabalho -, o campo magnético curvaria as linhas geodésicas, curvando a trajetória de um feixe de luz. Além de curvar a luz, também criaria um efeito Doppler gravitacional – a luz sofreria um desvio para o vermelho.

Não é assim tão simples

Tudo isso não pede nada que já não seja conhecido: não se está a falar de nenhuma nova Física, apenas conceits já conhecidos. O problema está em testar esta hipótese.

Para fazer o aparato sugerido no trabalho, é preciso muito investimento. O campo magnético será gerado ao longo de vários dias numa máquina com camadas sobre camadas de ímanes supercondutores, e um aparelho ultrassensível para detetar variações mínimas de gravidade no campo magnético.

Assim, os campos magnéticos extremamente fortes vão gerar um campo gravitacional mínimo.

Mesmo não sendo concretizável no imediato, o trabalho de André Füzfa vai lançar novas luzes sobre a relação entre eletromagnetismo e gravidade, e aumentar o nosso entendimento sobre a gravidade. E, quem sabe, num futuro não muito distante, poderá haver gravidade artificial nas naves espaciais – os astronautas agradecem.

HypeScience

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

ROUGHIE. Planador subaquático observa silenciosamente os mares (sem perturbar a vida selvagem)

Os veículos subaquáticos autónomos tornaram-se ferramentas versáteis para explorar os mares. Porém, estas ferramentas podem ser prejudiciais para o meio ambiente ou ter problemas em movimentar-se em espaços confinados. Uma equipa de investigadores da Purdue University, …

Igreja cipriota pede que a música "demoníaca" da Eurovisão seja cancelada. Governo rejeita

El Diablo foi a canção escolhida para representar o Chipre no festival da Eurovisão, que terá lugar em Roterdão, em maio. A música cipriota da Eurovisão está a causar polémica. A Igreja Ortodoxa do Chipre pediu, …

Cientistas propõem que indústria da moda pague "royalties" pelo padrão leopardo

Cientistas de Oxford, no Reino Unido, propõem que a indústria da moda comece a pagar royalties pelo uso do padrão que imita a pele de leopardo, para tentar ajudar a reverter o declínio deste felino. "O …

André Ventura foi reeleito presidente do Chega com 97,3% (e deixou recados ao PSD)

André Ventura foi reeleito este sábado, com 97,3% dos votos nas eleições internas para a presidência do Chega. O presidente demissionário do Chega foi reeleito este sábado com 97,3% dos votos, percentagem que considerou legitimá-lo para …

Uma das maiores camas do céu. JetBlue revela a nova classe executiva do Airbus A321neo

Uma das maiores camas no céu deverá estrear dentro de alguns meses, quando a JetBlue começar a voar com os seus A321neo de Boston e Nova Iorque a Londres. No dia 26 de fevereiro, a norte-americana …

Putin diz que Internet pode destruir a sociedade se não for regida pela moral

 Internet pode destruir a sociedade a partir se não não for regida por valores e leis da moral, considerou Vladimir Putin. O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, advertiu que a Internet pode destruir a sociedade a …

China torna-se o primeiro país do mundo a ter mais de mil multimilionários

A China tornou-se o primeiro país do mundo a ultrapassar a marca dos mil multimilionários, tendo neste momento um total de 1058 pessoas que têm a sorte de poder fazer parte desse grupo restrito. De acordo …

Gil Vicente 0-2 Porto | Vida fácil para o “dragão” em Barcelos

O FC Porto venceu o Gil Vicente em Barcelos, por 2-0. Pepe e Corona saíram ao intervalo com problemas físicos. O Porto foi a Barcelos conquistar três pontos de forma tranquila, perante um Gil Vicente que …

Na Índia, o comércio ilegal de burros está a crescer. A sua carne é considerada afrodisíaca

Viagra? Não, a população do estado de Andhra Pradesh, na Índia, tem um novo método para aumentar o desejo sexual: carne de burro. Esta crença está a fazer com que o comércio ilegal de carne …

Com as fronteiras fechadas, companhia aérea australiana lança "voos mistério"

A companhia aérea australiana Qantas anunciou “voos mistério”, nos quais os passageiros não fazem ideia para onde vão, numa tentativa de atrair mais clientes. As fronteiras internacionais da Austrália estão atualmente fechadas e parece improvável que …