Filme turístico dedicado às vítimas de Pedrogão vence prémio nos EUA

O vídeo promocional sobre a região centro do país, que acabou de vencer um prémio nos EUA, é também uma homenagem às vítimas do incêndio em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria.

“Escolho o centro de Portugal”. É este o mote do filme promocional do Turismo Centro de Portugal que agora venceu o prémio internacional “Silver Screen”, na 50º edição do Festival Internacional de Filme e Vídeo dos EUA, que aconteceu em Los Angeles.

O filme turístico foi produzido pela Slideshow e realizado por Sara Reis. Em junho, já tinha sido considerado o Melhor Filme, na categoria de Destinos Turísticos, no Festival Internacional de Cinema de Turismo de Istambul e foi também um dos vencedores do Festival ART&TUR 2016.

Em comunicado, o presidente do Turismo Centro de Portugal, Pedro Machado, diz que o facto de vencer este galardão nos EUA “assume particular importância, uma vez que o mercado norte-americano tem um grande potencial de crescimento” da região.

Citado pelo Observador, o responsável defende que este tipo de prémios “são um importante sinal de reconhecimento que reforçam o posicionamento, nacional e internacional, da marca Centro de Portugal”, cita o jornal online.

Com pouco mais de dois minutos de duração, o vídeo está repleto de imagens avassaladoras da região, desde paisagens naturais, praias, monumentos, festas e costumes.

É dedicado às vítimas do incêndio em Pedrógão Grande, que deflagrou a 17 de junho e provocou a morte de 64 pessoas e fez mais de 200 feridos.

ZAP //

PARTILHAR

36 COMENTÁRIOS

  1. Nota aos incautos: Leiam as notícias na íntegra e não apenas as “gordas”!
    Como é que um video que não refere uma única vez a catástrofe de Pedrogão Grande pode sequer ser associado ao acontecimento? Facto obviamente impossível pois foi produzido em 2016!
    A “fonte” servirá desta vez de desculpa esfarrapada já que o título d’O Observador “observa” pelo mesmo prisma “atoárdico”, o que se confirma em corpo de notícia, pela ausência de qualquer referência ao facto nas declarações dos responsáveis pelo filme. Referindo apenas a importância do prémio na visibilidade turística da região…
    Mais uma para o arquivo da colecção “Deglutir e regurgitar sem filtragem cerebral”, de quem vive de “cliques” e “bots” p’ra amplificar a “notoriedade”.

    • Caro Miko,

      Como poderá ver no início do vídeo (mais precisamente aos 6 segundos) surge a frase “Em memória das vítimas do incêndio de Pedrógão Grande”.

        • Caso ainda não tenhas percebido: “O vídeo promocional sobre a região centro do país, que acabou de vencer um prémio nos EUA, é também uma homenagem às vítimas do incêndio em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria.”
          Ou seja: o vídeo foi realizado para promover a região centro e DEPOIS foi dedicado às vitimas de Pedrogão!
          Percebido?

            • Por acaso o que eu acho nojento e miserável é o estado de espírito de dizer mal a torto e a direito, de dizer mal de uma entidade que decide, no momento em que recebe um prémio por um trabalho de divulgação da sua região, fazer uma homenagem às vítimas de uma tragédia que a afectou.
              Nojento! Miserável!
              E acho nojento e miserável dizer mal a torto e a direito de tudo o que a imprensa escreve, de ver em tudo maldade, segundas intenções, e aproveitamentos.
              É nojento! É miserável!

        • Caro senhor,
          Permita-nos que lhe chame a atenção para o detalhe que lhe parece estar a falhar, ou que parece não querer perceber:
          O vídeo não foi “hackeado” por um qualquer terceiro, ou pelo ZAP ou pelo Observador. Foi editado pelo Turismo do Centro de Portugal, e republicado no seu canal VIMEO, com uma dedicatória às vitimas de Pedrógão.
          E não vamos alongar-nos mais na explicação, porque os nossos leitores aparentemente perceberam.

          • O video não foi feito para homenagear as vítimas de Pedrogão Grande! Foi reeditado por puro oportunismo mediático! Para que os campeões das notícias copy/paste lhe multipliquem a notoriedade! Perceberam?

          • Não. Não perceberam. O que o Miko quis dizer (penso eu) foi que alguém (talvez o produtor do filme ou, quem sabe, pelo próprio Turismo do Centro de Portugal) adicionou recentemente a dita “homenagem”. Mas mesmo que tal fosse real, só isso não chega. No video, a única menção à tragédia é… nenhuma! Referem-se apenas a uma região (vasta) onde ocorreu a tragédia. É claramente uma tentativa (mais uma) de aproveitamento da desgraça de outros. Uma vergonha!
            Mas não chega dizer: “Foi o Observador que publicou”. Ao publicar o que “outros” publicam, estão a assumir que é verídico e; por “atacado”, a responsabilidade da sua veracidade.

            • Ah?!
              Olha outro…..
              Mais uma vez, a ver se é desta que “acordas”:
              “O vídeo promocional sobre a região centro do país, que acabou de vencer um prémio nos EUA, é também uma homenagem às vítimas do incêndio em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria.”
              Ou seja: o vídeo foi realizado para promover a Região Centro e DEPOIS foi dedicado às vitimas de Pedrogão!
              Percebido?
              PS: Sabes que Pedrogão fica na Região Centro, não sabes?!
              E que suposto “aproveitamento da desgraça de outros” foi esse?

          • Mas… O ZAP tem sempre razão e ai de quem os contrarie! Falam na liberdade mas quando vos calha a “fava” fogem logo! Aceitam criticas, claro. Desde que sejam fácilmente (?) desmontáveis e viradas contra o emissor. As outras? Nem aparecem!

            • Fantástico! A primeira vez que estou em total acordo com uma afirmação do ZAP! Que maravilha!
              Os porcos voam e as galinhas têm dentes!

            • Para o Incauto: A mim parece-me que te escapou muito mais que uma piada. Escapa-te a realidade (para além de te ter escapado a ironia… clara!)!
              Ah! Para mim não é nojento e miserável que alguém; com o mínimo de entendimento, acredite no que a “imprensa diz. Não acho nojento e miserável alguém que defende a idoneidade de tal “imprensa”. Não acho nada nojento e miserável como há gente; com aparente inteligência, que ainda acredita na história da carochinha. Não… Acho muito triste.
              Ponha uma coisa nessa cabeça: A “imprensa”, (e repare como uso o termo entre aspas) de vez em quando diz a verdade e não o contrário! Não é preciso falar mal dela (embora eu não resista, claro). Ela já faz por isso. Mas só os desatentos e crentes, como o senhor, é que não vêm.

            • Escapou-te mesmo a piada, não foi? Escapou, escapou! Não te preocupes, acontece.
              Mas olha, esse teu problema com a imprensa, acho que já te topei.
              Uma sugestão: emigra para a Venezuela, ou outra qualquer coutada em que já se tenha “tratado da saúde à Imprensa”.
              Boa?

    • Ó mikas, então e agora que tal deglutires e regurgitares um pedido de desculpas à ZAP e aos incautos que estão fartos de ter que aturar os teus “prismas atoárdicos”? Ou é só vir aqui lançar bojardas para o ar e esperar que caiam ao lado?
      Na verdade, preferia que te calasses mas é, dispenso as tuas desculpas como dispenso as tuas “notas aos incautos”. Apre que xicos espertos!!

      • E falou o “xicos esperto”. E que tal engulires (mesmo!) o vómito que dizes? Desculpas? Porquê há-de o Miko pedir desculpas? Disse alguma mentira? Será que o ZAP é tão verdadeiro assim? Ou melhor (?)… Será que o ZAP não comete erros? Esta defesa diz respeito ao Miko, mas também diz respeito a mim e a outros. Calar? A liberdade serve para alguém se expressar livremente, seja com os disparates que diz, seja com os “prismas atoárdicos”, como lhe chama. Se prefere que outros pensem por si, é livre de o fazer, (é mais fácil – poupa-se no cérebro) mas eu não! Penso que o Miko também não.

    • he he he he he he he he he he he he he he
      he he he he he he he he he he he he
      hi hi hi
      ha ha ha ha ha ha he he he he he he hi hi ha ha ha

      he he he he he
      hehe he

      pronto, já consegui parar de rir

    • hehehe he he he he he he hehehehehe
      hahahahahahahahahahaahahah
      muah muah muah hahahaha hehehe hihihihi hi hi

      ha ha ha ha ha ha
      hi hihihihihihi

      hohahahaahhihihehe
      hahahahaha

      haha

      agora, sim

      hahahahaha ha ha hehehe hihi

      • E tu? Ainda não chegaste lá? Caneco! Será que é preciso fazer-te o esquema? Duh?
        A-PRO-VEI-TA-MEN-TO!!! Ainda não percebeste? Então paga a um explicador, porque não tenho paciência para quem NÃO QUER entender.

        • Não, patetinha, não percebeste nada. Não leves a mal o “patetinha”, é com carinho – é assim que trato as crianças lá em casa quando tenho que lhes explicar o desenho animado.
          Eu explico-te, patetinha.
          O que está em causa não é se há ou não há A-PRO-VEI-TA-MEN-TO!
          Por muito que o mikas tenha feito um festival de bazófia à volta do “aproveitamento” para disfarçar que tinha feito borrada e que tinha que engolir e deglutir a bazófia, o que está em causa é que o mikas baseia em primeiro lugar na sua “Nota aos incautos: Leiam as notícias na íntegra e não apenas as gordas” o facto de o vídeo não referir “uma única vez a catástrofe de Pedrogão Grande”.
          Lamentavelmente para o mikas, a mensagem que lhe passou aos 6 segundos enter as gordas do video, permitiria questionar o “aproveitamento” que a Região de Turismo fez de um trabalho SEU com uns meses, que, na altura de receber um prémio internacional, decide dedicar à SUA REGIÃO, mas não lhe permite questionar o “aproveitamento”.
          Mas não permite acusar o Observador e o ZAP de “aproveitamento” de um vídeo “que não tem qualquer menção a Pedrogão” para fazer uma notícia – que é tudo o que o mikas faz
          Percebeste, patetinha?

RESPONDER

Hélder Amaral: "O meu partido de sempre está a morrer"

Em declarações ao semanário Expresso, o antigo deputado do CDS-PP, Hélder Amaral, diz-se desiludido com o seu partido. O ex-deputado centrista Hélder Amaral, que foi também presidente da distrital de Viseu, não está feliz com o …

EDP antecipa pagamento a mais de mil fornecedores em Portugal e Espanha

A EDP vai antecipar o pagamento a mais de mil fornecedores, uma iniciativa que, à semelhança do que já aconteceu no último ano, irá manter-se para todos os pagamentos a fornecedores ao longo do primeiro …

Há centenas de pessoas em busca de tesouros que não existem na Índia (e a culpa é de um boato)

Moradores de pelo menos três vilas no distrito de Rajgarh, no estado indiano de Madhya Pradesh (MP), passaram a última semana à procura de um tesouro antigo que provavemente não existe. Centenas de aldeões estão a …

João Ferreira diz que Marcelo deixou jovens em situação de "vulnerabilidade" (e elogia lay-off a 100%)

João Ferreira criticou este sábado o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa por deixar os jovens em situação de "vulnerabilidade". O candidato presidencial João Ferreira afirmou, este sábado, que o Presidente da República, Marcelo …

Marisa Matias critica que apenas 1% do orçamentado seja gasto com cuidadores informais

Marisa Matias, candidata presidencial apoiada pelo Bloco de Esquerda, criticou este sábado que apenas tenha sido executado 1% da verba prevista no Orçamento do Estado para 2020 para os projetos-piloto dos cuidadores informais. Os atrasos e …

Ana Gomes considera "elucidativo" que Sócrates a ataque e elogie Marcelo

Ana Gomes, candidata às eleições presidenciais, considerou “elucidativo” que o antigo primeiro-ministro José Sócrates a tenha atacado e elogiado Marcelo Rebelo de Sousa. Questionada pelos jornalistas sobre o artigo de José Sócrates divulgado na sexta-feira, em …

Só pela profissão, professores "não são grupo de risco"

Graça Freitas reconheceu a importância dos professores "para o funcionamento do país", mas rejeitou considerá-los um grupo de risco esta sexta-feira. Os professores não são considerados um grupo de risco que deva ser integrado entre as …

João Leão infetado com covid-19

João Leão, ministro das Finanças, testou positivo à covid-19. O governante encontra-se assintomático e em confinamento domiciliário. O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, testou positivo à covid-19. A informação foi adiantada este sábado …

Ricardo Salgado quer anular multa de 75 mil euros

A defesa de Ricardo Salgado recorreu ao Supremo Tribunal de Justiça para tentar anular uma decisão do Tribunal da Relação de Lisboa que confirmou uma multa de 75 mil do Banco de Portugal por causa …

Portugueses começam a votar nas Presidenciais este domingo. Há 246 mil inscritos

Os portugueses começam a votar já neste domingo, uma semana antes das eleições Presidenciais de 24 de janeiro, no chamado voto antecipado em mobilidade para que se inscreveram mais de 246 mil eleitores. As europeias e …