FC Porto vs Setúbal | Dragão cuspiu fogo

Um FC Porto de cinco estrelas apresentou-se diante do Vitória de Setúbal e impôs uma vitória pesada (5-1) e sem contestação, que permite aos comandados de Sérgio Conceição manterem-se no topo da tabela classificativa, com apenas três jornadas por disputar.

O triunfo dos “dragões” começou a desenhar-se logo aos seis minutos e não tardou muito para a partida começar a ganhar contornos pesados para os visitantes, que nada conseguiram fazer para neutralizar o caudal ofensivo do adversário – sofrendo quatro golos ainda antes do intervalo.

Para a história fica mais uma goleada do FC Porto e nova exibição de grande nível de Alex Telles, que fechou as contas da partida com um grande golo de livre.

O Jogo explicado em Números

  • Início de jogo a todo o vapor da equipa portista, recompensado com um golo logo aos seis minutos, numa “prenda” do guarda-redes Cristiano, que não conseguiu segurar um cabeceamento de Soares, deixando a bola à mercê de Marega, que só teve de encostar.
  • Mas os “dragões” não se ficaram por aqui: nos dez minutos seguintes marcaram por duas vezes, por Marcano e Brahimi, explorando as fragilidades da formação sadina, que chegou aos 20 minutos da partida com 34% de posse e 68% de eficácia de passe, e com Cristiano a ter mais golos sofridos do que interacções com a bola.
  • A reacção sadina acabou por não se fazer esperar: aos 24 minutos, João Amaral fez o 3-1 no primeiro remate da equipa visitante, após uma boa triangulação que envolveu Patrick Vieira e Costinha. O lateral-direito do Vitória era um dos jogadores em destaque da sua equipa, na qual liderava em interacções com bola (17), duelos (cinco) e passes certos no meio-campo adversário (quatro).
  • O FC Porto acabou por baixar o ritmo de jogo com os três golos marcados, não fazendo um único remate entre o golo de Brahimi, aos 16 minutos, e o minuto 30. Ainda assim continuava a mandar no jogo, liderando em posse de bola (64%-36%), eficácia na distribuição (88%-73%) e número de passes (153-84).
  • Mas a aparente apatia dos “dragões” foi sol de pouca dura. Aos 35 minutos, Corona fez o 4-1 com um poderoso remate à entrada da área, marcando à terceira tentativa, depois de um remate desenquadrado e um outro bloqueado logo a abrir. Na génese do golo esteve um passe atrasado de Ricardo Pereira, que fez a sua quarta assistência na Liga.
  • À entrada dos últimos cinco minutos da primeira parte, quatro jogadores do Vitória já tinham sofrido três faltas: eram eles Vasco Fernandes, Patrick Vieira, Nenê Bonilha e Edinho. Na equipa do FC Porto, por sua vez, só havia três jogadores com faltas sofridas, todos eles com uma: Corona, Herrera e Soares.
  • Primeira parte dominadora da formação portista, que marcou em quatro dos seis remates que fez à baliza, acabando por sofrer um golo num dos raros momentos em que deu espaço ao conjunto sadino.
  • Curiosamente, apesar da vantagem folgada, os “dragões” recorreram à falta muito mais vezes do que o adversário (13-6) e ainda ficaram para trás no capítulo dos duelos ganhos, embora por uma diferença mínima.
  • À cabeça dos GoalPoint Ratings surgia Corona, com nota 6.7. Para além do golo apontado, o mexicano tinha um cruzamento eficaz, apenas dois passes errados, cinco recuperações de posse e três acções defensivas.
  • A segunda parte arrancou com uma ocasião flagrante desperdiçada por Soares, aos 48 minutos. Não corria de feição a partida ao brasileiro, que somava apenas sete passes certos em 12 tentativas, dois remates e quatro duelos ganhos em nove disputados.
  • Sem surpresas, Alex Telles dava nas vistas no capítulo da distribuição, chegando aos 60 minutos com quatro passes para finalização, tantos quanto o resto da sua equipa e apenas menos um do que todo o conjunto vitoriano.
  • Segunda parte puramente de contenção, a contrastar com a intensidade do primeiro tempo. Nos primeiros 20 minutos não houve um único remate enquadrado após quatro tentativas. Ainda assim o domínio dos “dragões” era inequívoco: 62% de posse, 80% de passes certos e 61% de duelos ganhos.
  • O golo acabou por surgir aos 72 minutos, no primeiro remate enquadrado da segunda parte. Na cobrança de um livre à entrada da área, Alex Telles colocou a bola fora do alcance do guarda-redes do Vitória, fazendo desta forma o seu terceiro golo no campeonato.
  • Um dos (muitos) aspectos em que o FC Porto dava nas vistas era na eficácia dos seus cruzamentos. Aos 85 minutos os “dragões” levavam cinco cruzamentos eficazes (três de Alex Telles, dois de Corona) em sete tentativas, enquanto o Vitória tinha apenas um em cinco.

https://twitter.com/_Goalpoint/status/988518089020137473

O Homem do Jogo

Mais uma noite para Alex Telles recordar, coroada com um grande golo, de livre, a fechar a goleada portista. Mas a exibição do lateral-esquerdo brasileiro foi muito além deste disparo certeiro, que surgiu, aliás, no único remate que fez à baliza. Alex Telles contabilizou quatro passes para finalização, mais do que qualquer outro jogador, e um deles para ocasião flagrante. Para além disso, errou apenas três dos 45 passes que fez, contabilizou 76 interacções com a bola e colocou o esférico oito vezes na área contrária. Tudo visto e ponderado, o brasileiro foi o homem do jogo nos GoalPoint Ratings, com nota 7.4.

Jogadores em foco

  • Brahimi 6.7 – Marcou um golo no único remate que fez à baliza. Foi feliz em metade dos quatro dribles que arriscou, fez um passe para finalização, recuperou oito vezes a bola e conseguiu três desarmes.
  • Felipe 6.5 – Não deu tanto nas vistas como Marcano, mas esteve a um grande nível defensivo, contabilizando cinco alívios, três intercepções e dois desarmes. Falhou apenas nove dos 90 passes que fez, tocou na bola 103 vezes e venceu os quatro duelos aéreos em que esteve envolvido.
  • Marega 6.2 – Abriu caminho para a goleada da sua equipa com um remate certeiro e ainda fez uma assistência. Arrancou dois dribles, um deles dentro da área. Pela negativa, venceu três dos 12 duelos que disputou, falhou três desarmes e cometeu quatro faltas.
  • Soares 4.8 – Exibição marcada pela ocasião flagrante que desperdiçou. Arriscou por três vezes o drible, sendo feliz em duas ocasiões, falhou seis dos 17 passes que fez e disputou 11 duelos, vencendo cinco.
  • Edinho 4.3 – Não foi o carrasco que alguns temiam. Fez um remate, muito desenquadrado, venceu nove dos 25 duelos em que esteve envolvido, sofreu três desarmes e controlou mal a bola quatro vezes. Foi ainda apanhado em fora-de-jogo em uma situação.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

Estado emprestou dois milhões à Cruz Vermelha para pagar salários

A Parpública SGPS emprestou dois milhões de euros ao Hospital da Cruz Vermelha, nomeadamente para fazer pagamento de salários. A Parpública SGPS, holding tutelada pelo Ministério das Finanças, libertou dois milhões de euros para permitir ao …

Ex-ministro francês François Bayrou acusado de cumplicidade na apropriação de fundos

O ex-ministro francês François Bayrou, dirigente centrista e próximo de Emmanuel Mácron, foi acusado na sexta-feira por "cumplicidade na apropriação indevida de fundos públicos" no caso dos assistentes parlamentares do seu partido. A acusação, "anunciada antecipadamente …

"Profundamente envergonhada", Merkel visitou Auschwitz pela primeira vez

A chanceler alemã, Angela Merkel, visitou esta sexta-feira pela primeira vez o campo de concentração e extermínio de Auschwitz-Birkenau num "sinal de reconciliação com os judeus e o estado de Israel", considera o historiador René …

Capital do Natal de Algés avança com queixa-crime contra promotores

A organização da Capital do Natal, evento que decorre em Algés, Oeiras, vai apresentar uma queixa-crime contra os promotores turísticos que "adulteraram a oferta do parque", o que defraudou "um conjunto alargado de pessoas". Em causa …

Menino de 5 anos convidou todos os colegas do infantário para assistir à sua adoção

Um menino de cinco anos de Michigan, nos Estados Unidos, convidou a sua turma do infantário para testemunhar à sua adoção legal. A criança, identificada como Michael, foi adotada formalmente pela sua nova família na passada …

TDT vai mudar de frequência (outra vez)

A frequência da Televisão Digital Terrestre (TDT) está a ser alterada de forma faseada, o que significa que os portugueses que usem este serviço gratuito de televisão têm de sintonizar novamente os seus recetores e/ou …

Ruas de Águeda entre as "mais bonitas do mundo" para a CNN

As ruas do centro de Águeda, no distrito de Aveiro, decoradas com guarda-chuvas estão entre as 21 mais bonitas de mundo para a emissora norte-americana CNN. A distinção é avançada pelo jornal Público, que dá …

Hospitais vão poder pagar mais a médicos para garantir urgências no Natal

Os hospitais vão poder contratar médicos prestadores de serviço, vulgo tarefeiros, por valores superiores aos de referência durante o Natal e o Ano Novo. De acordo com o presidente da Federação Nacional dos Médicos, Noel Carrilho, …

Jovem que abandonou bebé no lixo esteve 13 anos institucionalizada em Cabo Verde

A jovem que abandonou o filho recém-nascido no lixo, em Lisboa, esteve institucionalizada durante 13 anos em Cabo Verde. A sua mãe está agora a lutar pela guarda da criança. Numa entrevista ao programa Sexta às …

Último debate. Boris defendeu o Brexit e Corbyn falou da Saúde (pelo menos 15 vezes cada um)

No debate televisivo, transmitido pela BBC, o último antes das eleições da próxima quinta-feira, Boris Johnson defendeu que é o melhor preparado para concretizar o Brexit e terminar com o impasse no processo, prometendo ainda …