FC Porto vs Estoril | Dragão entra a golear

O FC Porto prosseguiu a forma avassaladora demonstrada na pré-época, no arranque da Liga NOS. No primeiro jogo oficial dos portistas, estes golearam o Estoril Praia por 4-0, no Estádio do Dragão.

Um jogo fácil, de sentido único, muito futebol de ataque pelos flancos, em especial pela direita, muita gente na grande área “canarinha”, graças ao 4-4-2 implementado por Sérgio Conceição, e uma dinâmica atacante assinalável.

E poderiam ter sido marcados mais golos.

O Jogo explicado em Números

  • Muitos esperariam um FC Porto avassalador no primeiro jogo da Liga NOS, perante aquilo que foi a pré-temporada. De facto, os “dragões” registavam 81% de posse de bola ante o Estoril aos dez minutos, mas nenhum remate (nem numa baliza, nem na outra). Notava-se também alguma dificuldade da equipa em imprimir velocidade nas transições.
  • Aos 15 minutos, Ricardo Pereira cruzou para golo de Aboubakar, mas o camaronês estava fora-de-jogo. E, por volta dos 20 minutos, Jesús Corona aproveitava as facilidades concedidas por Joel Ferreira para ser o mais influente, com um cruzamento, eficaz, duas tentativas de drible (sucesso numa), quatro de seis duelos ganhos e três recuperações de bola, mais três intercepções – acções defensivas em que registava o máximo no jogo nesta altura.
  • Por volta da meia-hora, o FC Porto somava 73% de posse de bola, quatro cantos, três remates, mas apenas um enquadrado, contra nenhum disparo dos estorilistas – Aboubakar registava todos os remates do encontro. O domínio estava lá, faltava clarividência no último terço do terreno.
  • Soares ressentiu-se de lesão (32′), teve de sair para dar o lugar a Moussa Marega, e na primeira vez que este tocou na bola, aos 35 minutos, fez o 1-0, ao aproveitar um erro tremendo de Mano. Foi ao sexto remate, segundo enquadrado, dos comandados de Sérgio Conceição.
  • Vantagem que se ajustava plenamente ao intervalo. Praticamente só deu Porto, apesar de alguma falta de intensidade inicial. Sete remates, dois enquadrados, 67% de posse de bola, 85% de passes certos, 5-1 em cantos e 23 vezes a bola na grande área adversária mostram um jogo de sentido único.
  • Apesar de o golo ter sido da autoria de Marega, Vincent Aboubakar destacava-se neste primeiro tempo, com quatro remates, um enquadrado, um passe para finalização, 92% de eficácia de passe e quatro duelos aéreos ganhos em quatro. Dados que lhe valiam nesta altura um GoalPoint Rating de 6.1.
  • Ténue tentativa de reacção do Estoril, prontamente anulada pelo Porto, que chegou ao 2-0 logo aos 54 minutos, por Brahimi. O argelino concluiu uma combinação colectiva frente a Moreira, através de um remate colocado. Terminava de forma prematura as dúvidas quanto ao vencedor do jogo, pois o Estoril não parecia capaz de chegar sequer perto da baliza de Iker Casillas.
  • O 3-0 não demorou, com Marega a bisar aos 62 minutos, a centro de Óliver Torres. Em 17 minutos da etapa complementar o Porto conseguia realizar sete remates, tantos quanto em toda a primeira parte, quatro deles enquadrados, e cinco de dentro da grande área. Tudo muito fácil.
  • A História do jogo estava feita. Aos 80 minutos, os números não enganavam e apontavam para o domínio total e absoluto do FC Porto em todos os sentidos do jogo: 16 remates contra nove (7-3 enquadrados), 62% de posse para os “dragões”, dez cantos contra cinco, 86% de eficácia de passe e a ideia de que mais golos poderiam ter sido marcados até esta altura.

O Homem do Jogo

Mas que grande regresso de Marega ao FC Porto! Uma espécie de “patinho feio” dos “dragões” há duas épocas, o atacante, que brilhou no V. Guimarães, foi chamado cedo para substituir o lesionado “Tiquinho” Soares e bisou na partida, o primeiro na primeira fez que tocou na bola.

Terminou com um GoalPoint Rating de 7.7, graças a quatro remates, três deles enquadrados, um passe para ocasião flagrante e um drible eficaz numa tentativa.

https://twitter.com/_Goalpoint/status/895353402552717312

Jogadores em foco

  • Y. Brahimi 7.5 – Que grande jogo de Brahimi. Imparável no seu flanco, mas também sempre que flectia para o meio. Tentou nove vezes o drible e teve sucesso em quatro, rematou duas vezes, uma delas enquadrada, fez dois passes para finalização e ganhou nove de 18 duelos.
  • Eduardo 6.5 – O melhor do Estoril. O médio fez um remate (desenquadrado), três passes para finalização, teve sucesso em duas de três tentativas de drible e registou seis desarmes.
  • Marcano 6.7 – Impecável a defender e também a atacar. O espanhol marcou um golo, o 4-0, no único remate que realizou, mas registou ainda um passe para ocasião, acertou dez de 12 passes longos, ganhou quatro de seis duelos e fez seis alívios.
  • Óliver Torres 6.4 – Apenas com Danilo Pereira nas costas, no centro do terreno, Óliver não se deixou intimidar por um “miolo” estorilista tímido, acabando a partida com duas assistências, 84% de passes certos, nove passes em que colocou a bola na área contrária, cinco de nove duelos ganhos.
  • Alex Telles 6.3 – Parece querer manter a bitola da última época. O lateral-esquerdo brasileiro terminou a partida com quatro passes para ocasião, o máximo do jogo, 92% de eficácia de passe, colocou dez vezes a bola na área contrária e fez quatro alívios.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

Detetadas "partículas fantasma" de radioatividade nas profundezas da Terra

Recorrendo ao detetor Borexino, do laboratório italiano de Gran Sasso, cientistas conseguiram encontrar "partículas fantasma" oriundas das profundezas da Terra. Estas estranhas partículas, monitorizadas pela comunidade científica desde meados de 2007, conta o britânico The …

Uma anã branca "ressuscitou" para devorar a sua companheira mais fraca

Os astrónomos detetaram uma explosão de uma "estrela vampira" em dados colhidos acidentalmente pelo telescópio espacial Kepler. Este fenómeno é um dos eventos mais raros de novas - explosões nuclear cataclísmica numa estrela. As novas ocorrem …

Sporting CP 1-0 Marítimo | Borja dispara rumo ao pódio

O Sporting sofreu, mas levou a “água ao seu moinho”. Na recepção ao um Marítimo consistente, mas pouco perigoso, o “leão” venceu por 1-0, numa partida com poucas ocasiões de golo, mas com domínio claro …

Reino Unido vai tornar públicos registos de avistamentos de OVNIs

A Força Aérea britânica vai disponibilizar todos os documentos sobre os avistamentos de OVNIs online. Até então, os registos eram mantido sob segredo. A Força Aérea Real do Reino Unido decidiu tornar públicos os registos de …

Sobreviventes a um cancro na infância têm maior probabilidade de vir a ter outro

Sobreviventes a um cancro têm uma maior probabilidade cinco vezes maior de vir a ter outro em comparação com a população em geral. O risco vai diminuindo ao longo do tempo desde o primeiro diagnóstico. Pessoas …

Lineker: "Se pusessem a minha equipa de 1990 a jogar contra uma moderna, seríamos assassinados"

"Se pusessem a minha equipa de 1990 a jogar contra uma moderna, seríamos assassinados", disse Gary Lineker, antigo internacional inglês, que agora é comentador da BBC. Em entrevista ao The Guardian, o antigo avançado da seleção …

Bater com um cutelo e espezinhar. A massagem que promete livrar de todas as dores

Santiago Terrases oferece uma massagem única, na qual calca as pessoas com os pés e bate-lhes com um cutelo. O norte-americano garante que consegue tirar todas as dores. No estado de Nevada, nos Estados Unidos, está …

"Choveram" propostas de empréstimo por Marega

O emblema portista recebeu vários proposta de empréstimo por Moussa Marega, mas acabou por as rejeitar. O FC Porto apenas abre mão do jogador caso seja paga a cláusula de rescisão. A imprensa francesa avança esta …

Crise de saúde mental nos jovens. Há um sexo mais em risco do que o outro

O uso regular de redes sociais pode afetar a saúde mental dos jovens. No entanto, os seus efeitos podem-se manifestar mais drasticamente em raparigas do que em rapazes. Desde 2010, as taxas de depressão, automutilação e …

PS quer limitar "vistos Gold" aos municípios do interior e às regiões autónomas

O PS entregou hoje uma proposta de alteração ao Orçamento em que limita a concessão dos "vistos Gold" a investimentos feitos por estrangeiros em municípios do interior ou nas regiões autónomas dos Açores e da …