FC Porto vs Estoril | Dragão entra a golear

O FC Porto prosseguiu a forma avassaladora demonstrada na pré-época, no arranque da Liga NOS. No primeiro jogo oficial dos portistas, estes golearam o Estoril Praia por 4-0, no Estádio do Dragão.

Um jogo fácil, de sentido único, muito futebol de ataque pelos flancos, em especial pela direita, muita gente na grande área “canarinha”, graças ao 4-4-2 implementado por Sérgio Conceição, e uma dinâmica atacante assinalável.

E poderiam ter sido marcados mais golos.

O Jogo explicado em Números

  • Muitos esperariam um FC Porto avassalador no primeiro jogo da Liga NOS, perante aquilo que foi a pré-temporada. De facto, os “dragões” registavam 81% de posse de bola ante o Estoril aos dez minutos, mas nenhum remate (nem numa baliza, nem na outra). Notava-se também alguma dificuldade da equipa em imprimir velocidade nas transições.
  • Aos 15 minutos, Ricardo Pereira cruzou para golo de Aboubakar, mas o camaronês estava fora-de-jogo. E, por volta dos 20 minutos, Jesús Corona aproveitava as facilidades concedidas por Joel Ferreira para ser o mais influente, com um cruzamento, eficaz, duas tentativas de drible (sucesso numa), quatro de seis duelos ganhos e três recuperações de bola, mais três intercepções – acções defensivas em que registava o máximo no jogo nesta altura.
  • Por volta da meia-hora, o FC Porto somava 73% de posse de bola, quatro cantos, três remates, mas apenas um enquadrado, contra nenhum disparo dos estorilistas – Aboubakar registava todos os remates do encontro. O domínio estava lá, faltava clarividência no último terço do terreno.
  • Soares ressentiu-se de lesão (32′), teve de sair para dar o lugar a Moussa Marega, e na primeira vez que este tocou na bola, aos 35 minutos, fez o 1-0, ao aproveitar um erro tremendo de Mano. Foi ao sexto remate, segundo enquadrado, dos comandados de Sérgio Conceição.
  • Vantagem que se ajustava plenamente ao intervalo. Praticamente só deu Porto, apesar de alguma falta de intensidade inicial. Sete remates, dois enquadrados, 67% de posse de bola, 85% de passes certos, 5-1 em cantos e 23 vezes a bola na grande área adversária mostram um jogo de sentido único.
  • Apesar de o golo ter sido da autoria de Marega, Vincent Aboubakar destacava-se neste primeiro tempo, com quatro remates, um enquadrado, um passe para finalização, 92% de eficácia de passe e quatro duelos aéreos ganhos em quatro. Dados que lhe valiam nesta altura um GoalPoint Rating de 6.1.
  • Ténue tentativa de reacção do Estoril, prontamente anulada pelo Porto, que chegou ao 2-0 logo aos 54 minutos, por Brahimi. O argelino concluiu uma combinação colectiva frente a Moreira, através de um remate colocado. Terminava de forma prematura as dúvidas quanto ao vencedor do jogo, pois o Estoril não parecia capaz de chegar sequer perto da baliza de Iker Casillas.
  • O 3-0 não demorou, com Marega a bisar aos 62 minutos, a centro de Óliver Torres. Em 17 minutos da etapa complementar o Porto conseguia realizar sete remates, tantos quanto em toda a primeira parte, quatro deles enquadrados, e cinco de dentro da grande área. Tudo muito fácil.
  • A História do jogo estava feita. Aos 80 minutos, os números não enganavam e apontavam para o domínio total e absoluto do FC Porto em todos os sentidos do jogo: 16 remates contra nove (7-3 enquadrados), 62% de posse para os “dragões”, dez cantos contra cinco, 86% de eficácia de passe e a ideia de que mais golos poderiam ter sido marcados até esta altura.

O Homem do Jogo

Mas que grande regresso de Marega ao FC Porto! Uma espécie de “patinho feio” dos “dragões” há duas épocas, o atacante, que brilhou no V. Guimarães, foi chamado cedo para substituir o lesionado “Tiquinho” Soares e bisou na partida, o primeiro na primeira fez que tocou na bola.

Terminou com um GoalPoint Rating de 7.7, graças a quatro remates, três deles enquadrados, um passe para ocasião flagrante e um drible eficaz numa tentativa.

https://twitter.com/_Goalpoint/status/895353402552717312

Jogadores em foco

  • Y. Brahimi 7.5 – Que grande jogo de Brahimi. Imparável no seu flanco, mas também sempre que flectia para o meio. Tentou nove vezes o drible e teve sucesso em quatro, rematou duas vezes, uma delas enquadrada, fez dois passes para finalização e ganhou nove de 18 duelos.
  • Eduardo 6.5 – O melhor do Estoril. O médio fez um remate (desenquadrado), três passes para finalização, teve sucesso em duas de três tentativas de drible e registou seis desarmes.
  • Marcano 6.7 – Impecável a defender e também a atacar. O espanhol marcou um golo, o 4-0, no único remate que realizou, mas registou ainda um passe para ocasião, acertou dez de 12 passes longos, ganhou quatro de seis duelos e fez seis alívios.
  • Óliver Torres 6.4 – Apenas com Danilo Pereira nas costas, no centro do terreno, Óliver não se deixou intimidar por um “miolo” estorilista tímido, acabando a partida com duas assistências, 84% de passes certos, nove passes em que colocou a bola na área contrária, cinco de nove duelos ganhos.
  • Alex Telles 6.3 – Parece querer manter a bitola da última época. O lateral-esquerdo brasileiro terminou a partida com quatro passes para ocasião, o máximo do jogo, 92% de eficácia de passe, colocou dez vezes a bola na área contrária e fez quatro alívios.

Resumo

RESPONDER

Morrem por dia 15 mil crianças com menos de 5 anos

Um novo relatório revela que 15 mil crianças morreram por dia em 2016 antes de completarem o quinto aniversário. Pelo menos 46% delas, ou 7 mil, não sobreviveram aos primeiros 28 dias após o nascimento. Quando …

Presidente da Proteção Civil demite-se

O presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil, Joaquim Leitão, demitiu-se esta quarta-feira, informou hoje à Lusa fonte do Governo. A mesma fonte adiantou que Joaquim Leitão entregou na quarta-feira uma carta de demissão dirigida …

A vidente que afinal não é filha de Dalí vai ter que pagar os custos da exumação

Pilar Abel, a espanhola que a 20 de julho obrigou a que o corpo do pintor surrealista Salvador Dalí fosse exumado, após alegações de que seria sua filha, foi condenada a pagar os custos judiciais …

Milhares de comunistas indonésios foram massacrados em 1966 com apoio dos EUA

Documentos desclassificados revelam novos detalhes sobre o massacre indonésio contra comunistas. De acordo com os documentos, Washington estava a par e apoiava a tomada do poder pelos militares e a perseguição dos opositores comunistas. Segundo a …

Pedro Siza Vieira admite que entra num "Governo fragilizado"

O novo Ministro Adjunto e amigo próximo do primeiro-ministro admite que o "Estado falhou" e que o Governo "está fragilizado" mas assegura estar motivado para o novo desafio. Em declarações ao jornal ECO, Pedro Siza Vieira, sócio …

May promete facilitar permanência de cidadãos europeus no Reino Unido

A primeira-ministra britânica prometeu, esta quinta-feira, "facilitar" a estadia dos cidadãos europeus no Reino Unido depois do Brexit, ao mesmo tempo que garantiu que o consenso com a União Europeia nesta matéria está "muito perto". Theresa …

Bruxelas deve considerar despesas dos incêndios como “excecionais”

O comissário europeu dos Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, defendeu esta quinta-feira que as despesas públicas resultantes dos devastadores incêndios em Portugal sejam consideradas como "circunstâncias excecionais", sem consequências na avaliação orçamental a fazer por Bruxelas. "Parece-me …

Creme anticelulite tem ingrediente proibido

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO) pediu ao Infarmed a retirada do mercado do creme 'Depuralina Celulite', por conter um ingrediente proibido em cosméticos, na União Europeia, desde 2015. De acordo com um …

Benfica recebe o V. Setúbal, FC Porto o Portimonense e Sporting o Famalicão

O sorteio realizado, esta quinta-feira, na Cidade do Futebol, em Oeiras, ditou que os três grandes vão jogar em casa. Benfica e FC Porto jogam com outras duas equipas da I Liga, enquanto que o …

Líder neonazi britânico declara-se homossexual, revela ser judeu e abandona movimento

Um proeminente líder neonazi da Frente Nacional (NF) britânica deixou o movimento depois de se declarar homossexual e revelar a sua herança judaica. O líder fez as revelações sobre o seu passado violento enquanto renunciava …