Foi uma extinção em massa que despoletou a era dos dinossauros

Há uma nova teoria que explica como começou o domínio dos dinossauros na Terra, e que aponta que estes grandes animais espalharam-se pelo planeta graças a um fenómeno semelhante ao que levou à sua extinção.

A ideia de que os dinossauros foram extintos no seguimento de um evento – que pode ter sido um asteróide que colidiu com a Terra -, no fim do período Cretáceo, há cerca de 66 milhões de anos, é mais ou menos consensual. Já a explicação para o que terá originado o seu predomínio na Terra é menos conhecida.

Mas uma nova investigação científica apurou que essa expansão dos dinossauros pode ter sido motivada por um outro evento de extinção em massa, há cerca de 232 milhões de anos.

Está em causa o chamado Evento Pluvial Carniano, como se explica na investigação publicada na revista Nature Communications, e que foi realizada, em parceria, por cientistas do MUSE – Museu de Ciência de Trento, em Itália, das Universidades italianas de Ferrara e Padova, e da Universidade de Bristol, no Reino Unido.

Esse Evento causou enormes erupções vulcânicas que provocaram chuvas ácidas e longos períodos de aquecimento global, e que levaram à morte de grande parte da vida na Terra.

Os cientistas encontraram provas desse Evento e da consequente proliferação dos dinossauros em sequências de rochas nas cadeias montanhosas Dolomitas, nos Alpes, no norte de Itália.

Analisando os sedimentos rochosos, inicialmente não havia quaisquer pegadas de dinossauros, mas depois surgiram em grande quantidade. E esta será a divisão que marca “o momento da explosão” dos dinossauros, como salienta a Universidade de Bristol num comunicado sobre o estudo, que é divulgado no site científico Phys.org.

Comparando esses indícios encontrados em Itália, com os vestígios de esqueletos detectados em rochas na Argentina e no Brasil, foi possivel verificar que há uma coincidência de datas nessa “explosão” dos dinossauros.

“As pegadas e os esqueletos contam a mesma história”, atesta o geólogo italiano Massimo Bernardi, Curador do MUSE e também investigador da Escola de Ciências da Terra da Universidade de Bristol, no Reino Unido. “É supreendente quão clara foi a mudança de “nenhum dinossauro” para “todos os dinossauros”“, realça Bernardi.

Os primeiros dinossauros terão surgido há 245 milhões de anos, no início do Período Triássico, mas, nessa altura, eram especialmente raros, até à tal extinção em massa que ocorreu 13 milhões de anos depois.

“A descoberta da existência de um elo entre a primeira diversificação dos dinossauros e uma extinção em massa global é importante”, constata o professor Mike Benton da Universidade de Bristol.

“A extinção não abriu, simplesmente, o caminho para a idade dos dinossauros, mas também para as origens de muitos dos grupos modernos, incluindo lagartos, crocodilos, tartarugas e mamíferos – animais terrestres essenciais, hoje em dia”, acrescenta Benton citado no comunicado sobre o estudo.

Os primeiros vestígios sobre o Evento Pluvial Carniano foram encontrados em 2015, em rochas, e foram essenciais para ajudar a perceber o que aconteceu há 232 milhões de anos.

“Houve erupções massivas no Oeste do Canadá, representadas, hoje em dia, pelos grandes basaltos de Wrangellia [situados no noroeste da América do Norte]”, explica o comunicado da Universidade de Bristol, notando que estes eventos levaram a “explosões de aquecimento global, chuvas ácidas e morte em terra e nos oceanos“. Mas para os dinossauros, foi o princípio de uma era de domínio do planeta.

SV, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

CTT recuam. Não vão propor a distribuição de dividendos de 2019

O Conselho de Administração dos CTT - Correios de Portugal, SA informaram esta segunda-feira que já não vão propor à Assembleia Geral de Acionistas a distribuição de dividendos relativos ao exercício de 2019, como previsto, …

Há enfermeiros sem treino a trabalhar nos cuidados intensivos

A presidente do Sindicato de Todos os Enfermeiros Unidos (SITEU), Gorete Pimentel, denuncia que há enfermeiros sem treino a trabalhar em unidades de cuidados intensivos. "São necessários três a quatro meses para que um enfermeiro seja …

Ronaldo vai tornar-se o primeiro bilionário no mundo do futebol

Cristiano Ronaldo vai faturar cerca de 90 milhões de euros este ano. Isto faz com que o futebolista português atinja os mil milhões de euros em receitas durante a sua carreira. Embora Cristiano Ronaldo tenha sido …

Tribunais adiaram mais 50 mil diligências num mês

A pandemia de covid-19 obrigou os tribunais portugueses a adiar 2.445 diligências e a anular outras 28.957, escreve o jornal Público. Ao todo, foram desmarcadas 51.402 diligências, frisa o matutino na sua edição desta segunda-feira, …

311 mortes e uma subida de 4% nos casos confirmados em Portugal. Recuperados quase duplicaram

O número de mortes em Portugal relacionadas com a Covid-19 ultrapassou a barreira das 300, situando-se nas 311 vítimas, mais 16 do que no domingo. O número de recuperados também cresceu para 140. Os casos …

"Uma vergonha para o país". Morte de ucraniano leva a "mudanças profundas" no funcionamento do SEF

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, disse esta segunda-feira que vai haver “mudanças profundas no modelo de funcionamento do Centro de Instalação Temporária do SEF no aeroporto de Lisboa, na sequência do caso da …

City abre processo a Kyle Walker por festa com prostitutas durante quarentena

Kyle Walker, futebolista do Manchester City, viu o clube instaurar-lhe um processo disciplinar, depois de este ter, alegadamente, quebrado a obrigação de confinamento devido à COVID-19 numa festa com prostituas. “Os futebolistas são modelos a seguir …

"Digam aos accionistas que não há nada para ninguém". Marcelo apela à Banca (ou deixa que o Governo suspenda os lucros)

O Presidente da República reúne-se, nesta segunda-feira, com os cinco maiores bancos a actuar em Portugal para apelar à sua "sensatez" para agilizarem os empréstimos às empresas e às famílias depois de terem recebido milhões …

FC Porto à caça em Famalicão por Uros Racic

O FC Porto está atento à possível contratação de Uros Racic. O jogador tem-se destacado ao serviço do Famalicão e pode mudar-se para o Dragão a um preço acessível. Até à interrupção das competições, o Famalicão …

Itália com menor número diário de mortes em 15 dias. Nos EUA, a crise compara-se ao 11 de setembro

No dia em que Itália registou o menor número de óbitos por covid-19 em duas semanas, os Estados Unidos registaram 1.200 mortos. O cirurgião geral do país compara a crise a Pearl Harbor e ao 11 …