Ex-Presidente da Gâmbia acusado de violação e abuso sexual

Erin Siegal / UN Photo

O ex-Presidente da Gâmbia, Yahya Jammeh

O ex-presidente da República do Gâmbia, Yahya Jammeh, é acusado de violação e de coagir sexualmente várias mulheres, oferecendo-lhes dinheiro, presentes e outros privilégios, revelou um grupo internacional de direitos humanos.

“Yahya Jammeh tratou as mulheres da Gâmbia como se fossem sua propriedade pessoal”, disse na quarta-feira o advogado norte-americano Reed Brody, da Human Rights Watch (HRW), segundo noticiou o Raw Story. “Mas violação e agressão sexual são crimes, e Jammeh não está acima da lei, nem nenhuma mulher abaixo dela”, reforçou.

Yahya Jammeh governou o pequeno Estado da África Ocidental por 22 anos antes de fugir para a Guiné Equatorial, após ter perdido as eleições para o candidato da oposição, Adama Barrow, em dezembro de 2016.

Apesar de o seu regime ter sido caraterizado pela violência e corrupção, esta é a primeira vez que o abuso sexual que exerceu sobre as mulheres tem sido extensivamente e publicamente documentado, indicou o Raw Story.

A investigação, feita pela HRW e pela Organização Não-Governamental (ONG) suíça TRIAL international, tem por base declarações de várias mulheres, de oito ex-oficiais gambianos e de várias outras testemunhas.

De acordo com o relatório, o ex-Presidente tinha “meninas de protocolo”, que eram obrigadas a estar de plantão para lhe proporcionar sexo. O mesmo “escolhia a dedo mulheres jovens para satisfazer as suas fantasias sexuais”, indicou um dos principais assessores citados no documento.

Como incentivo, Yahya Jammeh oferecia-lhes presentes ou apoio às suas famílias, assim como bolsas de estudos para estudarem no exterior. As mulheres eram obrigados a viver ao lado da sua residência e impedidas de sair sem a sua autorização. Caso recusassem satisfazer às suas exigências sexuais, eram ameaçadas.

O relatório indica igualmente que essas jovens eram supervisionadas por Jimbee Jammeh, prima de Yahya Jammeh, que também procurava mulheres para o ex-Presidente. A mesma terá fugido com este para a Guiné Equatorial.

Um das queixosas é Toufah Jallow, uma estudante de teatro então com 18 anos, que venceu a edição de 2014 do principal concurso de beleza patrocinado pelo Estado. Yahya Jammeh descrevia o concurso como “um meio de empoderar as jovens”.

Ao longo de seis meses, recusou os avanços do ex-chefe de Estado, rejeitando a sua oferta para se tornar numa das “garotas do protocolo” e a sua proposta de casamento.

Contudo, quando convidada para assistir a um recital do pré-Ramadão na casa da presidência, Yahya Jammeh trancou a jovem num quarto, onde a agrediu e ameaçou, injetou-lhe um líquido e a violou, de acordo com o seu testemunho. A vítima fugiu para o Senegal dias depois.

A Gâmbia criou uma Comissão da Verdade, Reconciliação e Reparações (TRRC), baseada na Comissão de Verdade e Reconciliação da África do Sul (TRC), para lançar luz sobre o reinado de Yahya Jammeh.

“Essas mulheres admiráveis ​​quebraram a cultura do silêncio. Agora, é crucial que o TRRC e que o Governo lhes forneçam um caminho para a justiça”, disse Marion Volkmann-Brandau, que liderou a pesquisa. “É a hora da vergonha da violação mudar de lado”.

Yahya Jammeh é também acusado de roubar centenas de milhões de dólares – uma estimativa que chega a mil milhões de dólares (cerca de 880 milhões de euros).

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Os Simpsons podem ter previsto o surto do novo coronavírus da China

A série de televisão animada "Os Simpsons" é conhecida por ter feito profecias que, com o passar do tempo, se tornaram mesmo realidade. Agora, os fãs do programa parecem ter encontrado um episódio que prediz …

Identificada nova espécie de dinossauro que viveu há mais de 150 milhões de anos

Paleontólogos identificaram, nos Estados Unidos, uma nova espécie de dinossauro do género dos alossauros, que viveu há mais de 150 milhões de anos. A espécie, que tem o nome de Allosaurus jimmadseni, foi identificada a partir …

Escorpião com 436 milhões de anos foi dos primeiros animais a pisar a Terra

Cientistas descobriram um escorpião com 436 milhões de anos que terá sido um dos primeiros animais da Terra a migrar dos habitats aquáticos para os terrestres. Foram encontrados dois fósseis da espécie num antigo mar tropical …

Bruno de Carvalho disposto a liderar SAD do Sporting com Varandas

O ex-presidente do Sporting admitiu, esta sexta-feira, estar disposto a liderar a SAD do clube, mesmo com Frederico Varandas como presidente. No seu comentário semanal na Rádio Estádio, Bruno de Carvalho disse estar disposto a regressar …

A Inteligência Artificial teria resolvido o mistério da fuga de Alcatraz

Um programa de Inteligência Artificial (IA) poderia ter resolvido o mistério da fuga dos irmãos irmãos John e Clarence Anglin e Frank Morris da prisão de Alcatraz, que foi considerada uma das mais seguras dos …

Mais de 30 militares dos EUA ficaram com lesões cerebrais após ataque iraniano

Mais de 30 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque iraniano na base militar de Ain al-Assad, no Iraque. 34 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque levado …

Homem que torturou suspeitos de planear o 11 de setembro diz que o voltaria a fazer

James Mitchell torturou os cinco suspeitos de terem planeado o ataque de 11 de setembro de 2001. Em tribunal, disse que não tem remorsos e que o voltaria a fazer. James Mitchell foi o psicólogo responsável …

Belenenses e Belenenses SAD chegam a acordo para suspender ações judiciais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta sexta-feira, que foi alcançada uma suspensão das ações judiciais entre o Belenenses e a Belenenses SAD. Em comunicado publicado na sua página oficial, a FPF informou que o …

Amazon quer que os clientes paguem com as mãos

A gigante tecnológica Amazon quer que os  clientes comprem e efetuem o pagamento com um aceno da mão em vez de passar um cartão numa máquina. De acordo com o Wall Street Journal, que cita fontes …

59 autarcas constituídos arguidos na Operação Éter

O Ministério Público constituiu 74 arguidos, 59 dos quais autarcas e ex-autarcas de 47 câmaras do Norte e Centro, no processo da investigação às Lojas Interativas da Turismo do Porto e Norte, realizada no âmbito …