Ex-dirigente do Chega admite ter estado ligado à Nova Ordem Social (mas recusa rótulo de nazi)

Tiago Monteiro, ex-conselheiro nacional do Chega, admitiu ter estado ligado ao movimento de extrema-direita liderado por Mário Machado, tendo liderado o núcleo de Sintra.

O ex-conselheiro nacional do Chega, Tiago Monteiro, que deixou o cargo na sequência de notícias sobre a sua ligação a um movimento extremista, admitiu esta sexta-feira ter estado ligado à Nova Ordem Social, mas recusou ser nazi.

Tiago Monteiro, que integrava também o núcleo de Mafra do partido liderado por André Ventura, renunciou aos cargos que desempenhava em meados de janeiro, um dia depois de a Sábado ter publicado uma investigação que o envolvia.

De acordo com a revista, Tiago Monteiro teve ligações à Nova Ordem Social (NOS), movimento de extrema-direita liderado por Mário Machado e entretanto suspenso, tendo inclusivamente estado à frente do núcleo de Sintra daquela organização.

Esta sexta-feira, Tiago Monteiro disse à Lusa que participou “na Nova Ordem Social numa fase de recolha de assinaturas” porque na altura o movimento “se dizia nacionalista e não nazi”.

Não sou racista, não sou nazi”, apontou, referindo que se afastou “no final de 2014” e a sua ligação à NOS durou “dois, três meses, se tanto”, sendo que até nem chegou a entregar as assinaturas que recolheu. “Eu nunca participei em nada [da NOS]. A única coisa que fiz foi recolher assinaturas”, acrescentou o ex-dirigente do Chega, recusando ter estado à frente da concelhia de Sintra daquela organização.

Segundo o ex-conselheiro nacional, quando foi publicada a informação relativa ao núcleo de Sintra e o seu nome constava lá, ele já não estava ligado à NOS, pelo que isso foi feito “à [sua] revelia”.

Sobre a sua saída do Chega, Tiago Monteiro afirmou que não “ia desmentir uma coisa que é verdade”, e por isso não assinou o desmentido exigido pelo presidente do partido. “Não havia necessidade de mentir sobre algo que sempre admiti, apesar de a palavra nazi ser um bocado exagerada”, assinalou.

Ainda assim, referiu que ter estado ligado à NOS não é algo de que se orgulhe e mostrou-se “arrependido, tendo em conta o desfecho que isto teve”.

Tiago Monteiro justificou igualmente que saiu do Chega por “não querer prejudicar o partido” e por não querer ver o seu nome “agregado a essas pessoas” de que a Sábado fala na sua reportagem.

O ex-conselheiro nacional do Chega apresentou a sua renúncia em 17 de janeiro, depois de Ventura ter dito aos jornalistas que não iria tolerar nem admitir “qualquer presença em órgãos dirigentes de militantes que estejam ou tenham estado ligados, quer a atos violentos, quer a atos subversivos, ligados a movimentos extremistas, movimentos violentos ou movimentos racistas”.

O presidente do Chega assinalou que exigiu “a todos os que foram envolvidos” na investigação “que fizessem um desmentido imediato de qualquer ligação atual ou passada a movimentos como o NOS, ou outros”.

Contactado pela Lusa na altura, não quis prestar declarações, mas esta sexta-feira Tiago Monteiro confirmou ter recusado assinar tal documento.

A revista Sábado dá conta de que existem mais responsáveis do Chega que já tiveram ligações ao NOS ou a outras organizações deste género, como é o caso do presidente da Mesa da Convenção Nacional, Luís Filipe Graça.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Ljubomir Stanisic rescindiu contrato “de forma unilateral” com a TVI

A caminho da SIC, o apresentador rescindiu o contrato com a estação de Queluz, avança a TVI. Ljubomir Stanisic tinha contrato até dezembro de 2020. “O Chef Ljubomir Stanisic rescindiu hoje [esta sexta-feira], unilateralmente, o contrato …

Netflix tem uma nova funcionalidade. Os cegos e os surdos agradecem

A nova funcionalidade da Netflix permite alterar a velocidade de reprodução dos seus filmes e séries. Esta é uma novidade bem recebida por espetadores cegos e surdos. A Netflix tem uma nova funcionalidade que permite que …

Cientistas transformam tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade

Uma equipa de investigadores descobriu como converter o pigmento vermelho dos tijolos num plástico condutor de eletricidade. Esse processo permitiu transformar os tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade. Esses supercapacitores de tijolo podem ser …

Primeiro Museu do Godzilla abre no Japão (e os visitantes podem entrar na boca do monstro)

O primeiro Museu do Godzilla do mundo está agora aberto no Japão e tem uma estátua enorme do icónico monstro, em cuja boca se pode entrar de slide. De acordo com a Newsweek, atualmente, os visitantes …

Hubble faz a primeira observação de um eclipse lunar total

Tirando vantagem de um eclipse lunar total, astrónomos usaram o Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA para detetar ozono na atmosfera da Terra. Este método serve como um substituto de como vão observar planetas semelhantes à Terra …

Biden tem 71% de probabilidade de vencer as eleições contra Trump

Joe Biden, candidato democrata à Casa Branca, tem 71% de probabilidade de vencer as eleições presidenciais norte-americanas frente a Donald Trump, o atual Presidente dos Estados Unidos, aponta uma nova sondagem. A pesquisa de opinião, levada …

Barcelona 2-8 Bayern | Atropelamento histórico na Champions

Noite histórica no Estádio da Luz. Em jogo dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, o Bayern goleou o Barcelona por impensáveis 8-2 – com 4-1 em cada uma das metades. Um resultado que se tornou …

Depois das sementes, norte-americanos recebem máscaras, óculos de sol e até meias sujas da China

Vários residentes da Flórida, nos Estados Unidos, receberam pacotes misteriosos da China pelo correio que não tinham encomendado. Desta vez não eram sementes, mas sim máscaras cirúrgicas, óculos de sol e até meias sujas. Em declarações …

Imposto sobre refrigerantes reduziu o seu consumo

O imposto especial sobre as bebidas com maior teor de açúcar levou mais de 40% dos inquiridos num estudo da Universidade Católica esta sexta-feira divulgado a reduzir o seu consumo, comportamento que adotariam também com …

Uma só teoria da conspiração sobre a covid-19 matou 800 pessoas. 60 ficaram totalmente cegas

Pelo menos 800 pessoas morreram e 60 ficaram cegas na sequência de uma teoria da conspiração sobre a covid-19, concluiu um novo estudo. A investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica American Journal …