Ex-candidata francesa à Comissão Europeia indiciada por desvio de fundos

Lusa

A ex-eurodeputada centrista francesa Sylvie Goulard, indicada sem sucesso pelo Presidente francês para a Comissão europeia, foi esta segunda-feira indiciada pela juíza responsável do processo dos empregos fictícios de assistentes do seu partido no Parlamento Europeu, referiu fonte judicial.

Goulard, cuja nomeação para a Comissão Europeia foi chumbada precisamente devido a este inquérito, foi indiciada por desvio de fundos públicos após a sua audição num tribunal de Paris, precisou a fonte judicial citada pela agência noticiosa AFP.

Os magistrados da área financeira do tribunal de Paris têm convocado desde 15 de novembro diversas pessoas no âmbito deste inquérito, designadamente por “cumplicidade no desvio de dinheiros públicos”. Entre os convocados encontram-se o antigo guarda do ex-senador e ex-ministro da Justiça Michel Mercier e o diretor do partido de Goulard, o centrista Movimento democrata (MoDem), Alexandre Nardella.

O presidente do MoDem, François Bayrou, está convocado para sexta-feira.

Os magistrados procuram determinar se os colaboradores parlamentares foram remunerados pelos fundos do Parlamento Europeu, quando apenas estavam envolvidos em atividades para o partido francês.

A abertura de um inquérito preliminar do procurador de Paris, em 2017, implicou a demissão de Bayrou do seu cargo ministerial, e ainda de Marielle de Sarnez do posto de ministro dos Assuntos Europeus e de Sylvie Goulard de ministra das Forças Armadas.

Este caso, juntamente com a polémica sobre as subvenções de um ‘think thank’ norte-americano, custaram a Sylvie Goulard um lugar na nova Comissão Europeia, que lhe foi recusado em outubro pelos eurodeputados.

Antiga eurodeputada (2009-2017), atual vice-governadora do Banco de França, Goulard aceitou este verão reembolsar o Parlamento Europeu em 45.000 euros.

Este montante corresponde a oito meses de salário de um dos seus assistentes, Stéphane Thérou, sobre quem não conseguiu fornecer “prova de trabalho”. Em 30 de agosto, o Parlamento europeu encerrou este caso.

O MoDem não é a única formação política visada pela justiça por empregos presumivelmente fictícios no Parlamento europeu. Um inquérito semelhante foi aberto para A França Insubmissa (LFI, esquerda radical) e Frente Nacional (FN, extrema-direita), no qual cerca de 20 pessoas, incluindo Marine Le Pen, foram chamadas a prestar declarações.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Parker Solar Probe lança nova luz sobre o Sol

Em agosto de 2018, a Parker Solar Probe da NASA foi lançada para o espaço, tornando-se pouco tempo depois a sonda mais próxima do Sol. Com instrumentos científicos de ponta para medir o ambiente em …

Encontrado no mar das Malvinas navio alemão da I Guerra Mundial 105 anos depois de naufragar

O naufrágio de um cruzador alemão da I Guerra Mundial foi identificado nas Ilhas Malvinas, onde foi afundado pela Marinha britânica há 105 anos. O SMS Scharnhorst foi o principal ativo da esquadra alemã na Ásia …

Boavista 1-4 Benfica | Águia goleia no xadrez do Bessa

O Benfica deu o pontapé de saída da 13ª jornada com uma vitória competente na visita ao Boavista, por 4-1. Num jogo potencialmente perigoso para as aspirações “encarnadas”, frente a um adversário com somente uma derrota …

Cientistas desenvolvem técnica para determinar o humor através da caligrafia

Uma equipa de cientistas estudou a biomecânica dos movimentos das mãos a escrever e a desenhar, e desenvolveu um método para avaliar as propriedades individuais da velocidade de escrita e da pressão do lápis no …

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …

Black Friday. Marca de cosméticos oferece por engano desconto de 96% e perde 10 milhões em duas horas

Uma falha no site oficial da marca de produtos cosméticos Foreo fez com que o seu artigo mais caro fosse vendido com um desconto de 96%, fazendo com que a empresa sueca perdesse 10 milhões …

Camisola usada por Pelé no seu último jogo foi vendida por 30 mil euros em leilão

Uma camisola usada por Pelé no seu último jogo com a seleção brasileira foi vendida por 30 mil euros num prestigiado leilão de objetos desportivos, realizado na quinta-feira em Turim, Itália. A camisola com o número …