Europa: Vendas de veículos elétricos superam o gasóleo

(dr) Envato Elements

A popularidade dos carros elétricos está a aumentar em todo o mundo, ao mesmo tempo que o mercado automóvel em geral estagna.

De acordo com o New York Times, os europeus compraram, em dezembro, mais carros elétricos do que veículos movidos a gasóleo — uma ilustração da crescente popularidade dos elétricos e do declínio daquele combustível, que foi outrora a opção de motor mais popular na Europa.

Em dezembro, mais de 20% dos carros novos vendidos na Europa e Grã-Bretanha eram movidos exclusivamente por baterias elétricas, revelam dados compilados por Matthias Schmidt, analista alemão que acompanha as vendas de veículos elétricos.

Por outro lado, as vendas de veículos a diesel — que em 2015 representavam mais de metade dos automóveis novos na União Europeia — caíram abaixo dos 19%.

Os números do último mês do ano passado mostram que os veículos elétricos estão a tornar-se o “novo normal”, até porque as vendas de veículos movidos a bateria dispararam não só na Europa, mas também nos Estados Unidos e na China.

Os incentivos governamentais tornaram os veículos elétricos mais acessíveis, a variedade de carros elétricos aumentou e os compradores tornaram-se mais conscientes do custo ambiental dos veículos movidos por motores de combustão interna, escreve ainda a publicação norte-americana.

Além disso, e tendo em conta que o mercado global de automóveis está em crise, o crescimento de popularidade dos veículos elétricos foi ainda mais notável. Na União Europeia, as vendas de automóveis novos caíram mais de 20% em novembro, devido à escassez de produção de chips semicondutores, revela a Associação Europeia de Fabricantes de Automóveis.

“Este é o verdadeiro negócio”, disse Schmidt.

A Noruega, que não é membro da União Europeia, tem a percentagem mais elevada de veículos elétricos de qualquer nação europeia, e a Tesla foi a marca de veículos elétricos mais vendida em 2021, seguida pela Volkswagen, disse ainda o analista.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE