EuroBic processa Ana Gomes por comentários sobre lavagem de dinheiro

European Parliament / FLickr

Ana Gomes

O banco EuroBic vai processar a ex-eurodeputada socialista por ter dito que a instituição faz parte de um esquema de “lavagem de dinheiro” envolvendo a empresária angolana Isabel dos Santos.

Em comunicado enviado às redações, a instituição presidida pelo antigo ministro das Finanças, Fernando Teixeira dos Santos, afirma que as “afirmações e insinuações” da ex-eurodeputada Ana Gomes são “falsas”, e que por lesarem o “bom-nome e a reputação do EuroBic, o banco decidiu avançar com os procedimentos judiciais adequados com vista à salvaguarda dos seus direitos”.

O EuroBic recorda no documento que num programa de comentário na SIC Notícias, datado de 16 de outubro, a ex-eurodeputada “referiu-se ao EuroBic como fazendo parte de um circuito que se destina a ofuscar a origem dos capitais da Senhora Engenheira Isabel dos Santos”.

“Esses comentários foram proferidos na sequência de uma publicação do Twitter da mesma autora, em que também se referiu ao EuroBic como integrando um esquema de ‘lavagem de dinheiro'”, prossegue o banco.

A antiga deputada europeia escreveu no Twitter, a 14 de outubro, que Isabel dos Santos se endivida “muito porque ao liquidar as dívidas lava que se farta”, e acusou o Banco de Portugal (BdP) de fechar os olhos.

Para além de considerar as afirmações de Ana Gomes “falsas”, o banco considera também como não verdadeiro que a socialista “tenha apresentado provas destas suas alegações, ao contrário do que referiu no mesmo programa”.

O EuroBic afirma que o que Ana Gomes apresentou foram apenas “cartas por si assinadas” sem sustentação probatória.

O banco garante ainda que “não participa em qualquer circuito de branqueamento de capitais e cumpre com toda a legislação vigente relativa à prevenção de branqueamento de capitais”, sendo “uma instituição financeira transparente e ativamente supervisionada pelas entidades de supervisão competentes”.

No tweet, Ana Gomes reagia às declarações da empresária angolana que, em entrevista à agência Lusa, garantiu que as recorrentes dúvidas sobre a origem dos seus investimentos resultam de “narrativa negativa”, alegando que se tem endividado, para poder investir, sem recorrer ao erário público angolano.

A ex-eurodeputada garantiu que os bancos “querem ser ressarcidos” e que as instituições “só em teoria cumprem a AMLD [diretiva de combate ao branqueamento de capitais], de facto não querem saber a origem do dinheiro”.

Num outro tweet, a ex-eurodeputada realçou “que jeito” dá a Isabel dos Santos o banco Eurobic, porque “está na rede [internacional de pagamentos] swift e na zona euro”. A deputada acredita que o dinheiro “passa por lá para liquidar dívidas junto de outros bancos. Sem due dilligences [investigação dos negócios] pois já circulou por banco da zona euro”.

Ana Gomes salientou ainda que o Banco de Portugal e o Banco Central Europeu (BCE) “assobiam para o ar”.

Questionada pela Lusa sobre as recorrentes dúvidas sobre a origem dos seus investimentos, a empresária angolana afirmou na entrevista que está habituada a passar por complexos processos de avaliação de idoneidade, até tendo em conta as relações, nos negócios, com parceiros internacionais.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O detetive a bordo do rover da NASA Perseverance

Marte está muito longe da famosa 221 Baker Street, mas um dos detetives mais conhecidos da ficção estará representado no Planeta Vermelho quando o rover Perseverance da NASA pousar no dia 18 de fevereiro de …

Nem o mar profundo se safa das alterações climáticas

Um novo estudo mostra que as alterações climáticas já estão a bater à porta do mar profundo, e os seus habitantes poderão em breve estar em perigo. De acordo com o site IFLScience, a equipa de …

Príncipe belga pede desculpa por violar confinamento em festa ilegal em Espanha

O príncipe Joachim da Bélgica disse “lamentar profundamente” não ter respeitado “todas as medidas” do confinamento durante uma viagem a Espanha, onde participou numa festa ilegal em Córdoba que está a ser investigada pela polícia. Depois …

Politólogo que previu que Trump seria Presidente vaticina a sua reeleição

O politólogo que previu que Donald Trump seria Presidente dos Estados Unidos vaticina agora a sua reeleição em novembro de 2020. Helmut Norpoth, professor de ciências políticas da Universidade Stony Brook, nos Estados Unidos, previu …

Índia regista mais de oito mil novos casos. Tem "uma longa batalha" pela frente

A Índia registou mais de oito mil novos casos de covid-19 num único dia, um novo recorde desde o início da pandemia no país, foi este domingo anunciado. O número de casos confirmados de covid-19 na …

Jovens bolivianos forçaram picada de viúva-negra. Queriam ser como o Homem-Aranha

Três irmãos bolivianos de 8, 10 e 12 anos acabaram hospitalizados depois de fazerem com que uma viúva negra os picasse para que ficassem com super-poderes como o Homem Aranha. "Pensando que a [picada] lhes …

Bloco exige retirada de norma "insultuosa" no apoio a recibos verdes

O Bloco de Esquerda (BE) exigiu este domingo ao Governo que retire do formulário de apoio para os trabalhadores independentes uma norma "insultuosa" que lhes exige o compromisso de retomarem a atividade no prazo de …

Espetada de porco 2.0. Novameat propõe carne impressa em 3D para o jantar

A Novameat, uma empresa espanhola de tecnologia alimentar, apresentou um novo produto: carne de porco à base de plantas impressa em 3D, a que batizaram de espetada de porco 2.0. A Novameat quer apoiar um sistema …

Uber acusada de exploração de trabalhadores em Itália

Um tribunal de Milão ordenou a nomeação de um administrador judicial para a Uber Itália durante um ano, após ter determinado que o serviço de entrega de refeições da empresa explorava os trabalhadores. De acordo com …

Pinto de Costa: "Se Rui Moreira tivesse avançado, não me candidatava"

Pinto da Costa revelou que não teria avançado para a recandidatura à presidência do FC Porto se o presidente da Câmara do Porto tivesse entrado na corrida. "Se o Rui Moreira se tivesse candidatado, embora …