Estudo revela como as galinhas atravessaram o Mar Vermelho (antes de conquistarem o mundo)

Uma antropóloga norte-americana identificou os ossos de galinha mais antigos de África, contendo marcas de dentes humanos, que estão a ajudar a descobrir como é que estes animais, hoje presentes um pouco por todo o mundo, fizeram a travessia do Mar Vermelho.

Escavados na aldeia de Mezber, no norte da Etiópia, estes ossos datam do ano 819 a.C., ou seja, estamos perante “as galinhas mais antigas de África” descobertas até hoje, conforme sustenta a líder do estudo, Helina Woldekiros, investigadora de antropologia na Universidade de Washington, nos EUA.

Num comunicado da instituição, Helina Woldekiros nota que estas galinhas ancestrais “antecedem as mais antigas galinhas egípcias conhecidas em, pelo menos, 300 anos e destacam trocas precoces de faunas exóticas no Corno de África durante o início do primeiro milénio antes de Cristo”.

Os ossos mais antigos de galinhas domesticadas que se conheciam, até agora, datavam de 685 a 525 a.C., indiciando que estes animais terão chegado a África através do Egipto e do vale do Nilo há 2.500 anos.

Mas os vestígios encontrados em Mezber fornecem “as provas mais antigas directamente datadas da presença de galinhas em África e apontam para o significado do Mar Vermelho e das rotas comerciais do leste africano na introdução da galinha” no continente, sublinha Woldekiros.

Os autores do estudo, publicado no International Journal of Osteoarchaeology, realçam que a descoberta da Etiópia “apoia dados arqueológicos, genéticos e linguísticos anteriores que sugerem que redes de trocas marítimas com a Arábia do Sul, através de portos ao longo da costa africana do Mar Vermelho, constituem uma possível rota inicial de introdução das galinhas em África”.

“É provável que as pessoas tenham levado galinhas para a Etiópia e o Corno de África repetidamente, durante um longo período de tempo – cerca de mil anos”, destaca Woldekiros, salientando como a sua investigação ajuda a compreender a agricultura e as trocas comerciais dos velhos tempos.

A costa africana do Mar Vermelho terá representado um papel principal na “distribuição global” não apenas de galinhas, mas também de “outros produtos agrícolas”, realça a investigadora.

SV, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Não há democracia na Coreia do Norte? "É uma opinião", diz Jerónimo

Jerónimo de Sousa evitou classificar o regime de Kim Jong-un em termos "de ser ou não ser" uma democracia. A Coreia do Norte é ou não uma democracia? "É uma opinião", respondeu Jerónimo de Sousa. Numa …

Afinal, o esparguete à bolonhesa não existe

Quando se trata de refeições italianas clássicas, a maioria das pessoas pensa em pratos simples como uma pizza Margherita, lasanha e esparguete à bolonhesa. Contudo, segundo Virginio Merola, presidente de Bolonha, em Itália, o esparguete à bolonhesa …

Javalis tomaram o lugar dos coelhos. "Muitos animais estão doentes"

Para já, não há perigo de saúde pública, mas os javalis carregam doenças que podem passar a outros animais. Se antes se matavam mil coelhos, abatem-se agora 10 javalis. Jacinto Amaro, presidente da Fencaça - Federação …

Maduro prepara reestruturação do Governo venezuelano

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, pediu aos ministros do seu Governo que ponham os seus cargos à disposição, a fim de impulsionar uma "reestruturação profunda" do Executivo. O anúncio foi feito este domingo através do …

"Cojones" de Ronaldo valem-lhe processo disciplinar da UEFA

A UEFA abriu um processo disciplinar a Cristiano Ronaldo pelo seu festejo na vitória por 3-0 frente ao Atlético Madrid. O gesto ousado do português após marcar o terceiro golo na partida foi uma resposta …

Olimpíadas de Tóquio terão robôs a ajudar pessoas em cadeira de rodas

As Olimpíadas de Tóquio, que decorrem em 2020, podem vir a ficar conhecidas como os "Jogos dos Robôs", devido aos robôs que serão usados ​​no novo Estádio Nacional para ajudar os apoiantes em cadeiras de …

Banco de Portugal quer obrigar bancos a reduzir custos de transferências imediatas

O Banco de Portugal quer que a banca implemente práticas que reduzam o preço das transferências imediatas, de forma a aumentar a sua adoção. Estas são transações monetárias de uma conta para outra, efetuadas num …

Holanda investiga morte de milhares de doentes mentais na II Guerra Mundial

A Holanda vai investigar as circunstâncias em que milhares de pessoas com incapacidades e doenças mentais morreram nos hospitais psiquiátricos do país na II Guerra Mundial, um número que é desconhecido, divulgou a imprensa local. "Não …

Roubo, sequestro e violação. PJ descortinou 210 crimes inventados nos últimos cinco anos

Nos últimos cinco anos, a Polícia Judiciária descortinou que 210 investigações lançadas após denúncias de alegados lesados eram, na verdade, invenções. De acordo com o Jornal de Notícias, que avança a notícia, os delitos mais …

Número de mortos pela passagem do ciclone Idai por África aumentou para 200

O número de vítimas mortais devido à passagem do ciclone Idai por Moçambique, Zimbabué e Malaui subiu para 200, de acordo com dados divulgados este domingo pela Organização das Nações Unidas (ONU). No Zimbabué, o número …