Estudo explica porque as ondas de McNamara na Nazaré são as maiores do Mundo

(dr) Tó Mané

Em 1 de novembro de 2011, Garrett McNamara bateu o recorde da maior onda surfada, na Nazaré, com esta onda

Um investigador elaborou uma síntese científica sobre o mar da Nazaré e suas ondas gigantes para o recordista mundial de surf Garrett McNamara, que também pode ser usada por outros surfistas, anunciou a Universidade de Coimbra (UC).

O especialista do Departamento de Ciências da Terra da Faculdade de Ciências e Tecnologia da UC Pedro Proença Cunha elaborou para o recordista mundial de surf Garrett McNamara “uma síntese científica sobre a zona marinha da Nazaré e as suas ondas gigantes”, revela uma nota da UC.

O projeto surgiu na sequência da visita de McNamara à UC, em outubro de 2014, durante a qual o surfista “confidenciou que gostaria de saber mais sobre as ondas que o celebrizaram e que projetaram a Nazaré para o mundo”, adianta a mesma nota.

A Reitoria da UC registou o desejo de McNamara e, “em articulação com o centro de investigação MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, desafiou o especialista Pedro Proença da Cunha a realizar um trabalho científico” sobre as ondas gigantes da Nazaré.

Na síntese científica, que já foi entregue ao campeão de surf, o autor detém-se, designadamente, sobre as razões que fazem com que as ondas da Nazaré sejam únicas, “as particularidades e a evolução da costa da Nazaré, bem como os perigos a evitar durante a prática de surf”.

O trabalho “aborda a zona costeira da Nazaré e zona marinha adjacente, em particular o canhão submarino responsável pela génese das ondas gigantes, sumariando e organizando a informação disponível, de modo a que possa ser usada por um amplo público”, afirma Pedro Proença Cunha.

A informação contida no documento “pode ser bastante útil para turistas não familiarizados com a região (nomeadamente os envolvidos na prática do surf) a entenderem o peculiar enquadramento da Nazaré e a expectável agitação marítima”, adianta o especialista.

“É possível prever as ondas perfeitas e é explicado o mecanismo de formação das ondas gigantes“, exemplifica Pedro Proença Cunha.

Em relação à caracterização física, principalmente focalizada na geomorfologia e na dinâmica costeira, o documento baseia-se na bibliografia existente, mas apresenta também novos dados sobre a evolução da linha de costa ao longo das últimas décadas, sublinha a UC.

O trabalho, que também envolveu a investigadora Margarida Porto Gouveia, está disponível online.

/Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Depois do "selo Brexit", os correios da Áustria emitem o "selo corona" impresso em papel higiénico

O serviço postal da Áustria uniu dois pontos da pandemia do novo coronavírus ao criar um selo impresso em papel higiénico que, segundo os correios, as pessoas também podem, a qualquer momento, usar para ajudar …

A Moog celebra os 100 anos do Theremin com um novo instrumento: o Claravox Centennial

Este ano marca o 100º aniversário do Theremin - um dos primeiros instrumentos musicais completamente eletrónicos, controlado sem qualquer contacto físico pelo músico. Para celebrar vai ser lançado o Claravox Centennial. Foi em 1920 que Leon Theremin, …

Depósito inexplorado na Sibéria tem uma das maiores reservas de ouro do mundo

O maior produtor de ouro da Rússia, PJSC Polyus, anunciou esta semana que o seu depósito inexplorado em Sukhoi Log, na região siberiana de Irkutsk, possui uma das maiores reservas mundiais deste metal preciosos. De …

Os novos iPhones não trazem carregador. Apple poupa muito nos custos, mas não no ambiente

A Apple decidiu vender os seus novos iPhones sem carregador ou auscultadores, alegando que a alteração tem em conta o ambiente, uma vez que serão utilizados menos produtos na embalagem dos telemóveis, mas os especialistas …

Caça ao tesouro secular. Lendária ilha pode esconder Santo Graal, manuscritos de Shakespeare e jóias reais

Perto da Nova Escócia, no Canadá, há uma lendária ilha com misteriosos túneis e estranho artefactos. Há quem acredite que esconde o Santo Graal, os manuscritos de Shakespeare e um tesouro de um capitão. Porém, …

Aprender "baleiês" pode evitar choque de navios com o animal

Uma equipa de cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, tem uma nova ideia para salvar as baleias-azuis em migração das colisões com navios. Durante a época de migração das baleias-azuis, os animais enfrentam sérios …

Afinal, os carros elétricos não são a melhor resposta para combater as alterações climáticas

Os carros elétricos, surgem como alternativas mais sustentáveis aos veículos a gasolina ou gasóleo, podem não ser a melhor forma de combater as alterações climáticas no âmbito dos transportes, de acordo com um novo estudo. …

Seria Jesus um mágico? Há arte romana que parece sugerir que sim

Em alguma arte antiga, Jesus é retratado a fazer milagres com algo na mão que parece ser uma varinha. Investigadores sugerem que se trata de um cajado, que era usado como símbolo de poder. Segundo a …

Nem todos os clubes estão a afundar – alguns estão a prosperar durante a pandemia

Nem todos os clubes estão a sofrer às mãos desta pandemia de covid-19. Alguns deles têm conseguido bons resultados financeiros apesar da crise. A covid-19 provou ser um adversário devastador para o desporto profissional em todo …

Kibus: o aparelho que vai revolucionar a forma como os nossos cães se alimentam

Ter cães como melhores amigos pode ser muito benéfico, mas também traz a sua dose de trabalho e responsabilidades. Levar ao veterinário, dar banho, levar a passear, brincar, dar de comer... No fundo é como …