Há mesmo algo de reconfortante quando dizemos palavrões

Um novo estudo sugere que, nas circunstâncias certas, dizer palavrões em voz alta parece fazer as pessoas sentirem menos dor.

Exatamente como e porque é que o ato de dizer asneiras consegue fazer com que as coisas pareçam menos dolorosas ainda continua a ser algo amplamente hipotético e, segundo o site Science Alert, muitas das hipóteses em cima da mesa pertencem a um único investigador: o psicólogo Richard Stephens, da Universidade Keele, no Reino Unido.

Há pouco mais de uma década, o investigador e a sua equipa descobriram que, se as pessoas mergulhassem a mão em água gelada, o simples ato de dizer palavrões permitia aos participantes notar uma diminuição da dor e até a conseguir tolerar melhor.

Agora, no seu estudo mais recente, publicado, em abril, na revista científica Frontiers in Psychology, Stephens e o colega Olly Robertson exploraram o que é que acontece se trocarmos os palavrões durante essa mesma experiência.

92 participantes mergulharam a mão numa banheira com água gelada, mantida a uma temperatura constante de 3ºC a 5°C, até não ser mais suportável. Durante o experimento, o seu batimento cardíaco foi monitorizado e tinham de repetir aleatoriamente uma de quatro palavras a cada três segundos.

As quatro palavras a serem proferidas eram uma asneira convencional (“fuck”), uma palavra neutra (um termo que os próprios participantes designaram para descrever uma mesa, por exemplo, “sólido”) e dois palavrões inventados especificamente para a experiência (“fouch” para invocar uma resposta emocional no participante e “twizpipe” para invocar uma resposta humorística).

Os resultados apoiaram as pesquisas anteriores de Stephens, mostrando que o palavrão convencional parece reduzir a perceção da dor. Neste caso, dizer “fuck” estava associado a um aumento de 32% no limiar da dor e um aumento de 33% na tolerância à dor. Por outro lado, os palavrões inventados não tiveram efeitos benéficos nestes dois casos.

“Embora não se saiba com certeza como é que as asneiras ganharam este poder, já foi sugerido que os palavrões são aprendidos durante a infância e que o clássico condicionamento aversivo contribui para os aspetos emocionalmente estimulantes do seu uso”, escreveram os autores do estudo.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Atenção!
    “Palavrão” e “asneira” NÃO SÃO SINÓNIMOS!
    Exemplo de asneira que não é palavrão: chamar pentágono a um quadrado.
    Exemplo de palavrão que não é asneira: chamar cabrã0 ao Bolsonaro.

RESPONDER

Morreu um dos jovens infetados com peste negra na Mongólia

Morreu um dos jovens infetados com peste bubónica, também conhecida como peste negra, na Mongólia. O rapaz contraiu a doença depois de ter comido carne de marmota. Um jovem de 15 anos morreu, esta segunda-feira, vítima …

PCP quer Costa no Parlamento de 15 em 15 dias (e não vai contribuir para acabar com os debates quinzenais)

O PCP não concorda que será o fim da democracia caso os debate quinzenais passem a mensais. No entanto, não vai contribuir para acabar com este modelo. Ao Expresso, o deputado comunista António Filipe Duarte garantiu …

"Espero contar tudo o que sei". Cientista chinesa fugiu da China para alertar que "não temos muito tempo"

A virologista chinesa Li-Meng Yan, que fugiu para os Estados Unidos, deu uma segunda entrevista à Fox News, na qual alertou que "não temos muito tempo".   Li-Meng Yan, especialista em virologia e imunologia, era uma …

Galp perde 60 milhões de euros em negócios não autorizados

A Galp perdeu 60 milhões de euros em negócios não autorizados com licenças de CO2. A petrolífera já avançou com ações disciplinares e uma auditoria. A Galp informou que foram identificadas transações, não autorizadas pela empresa, …

"Bandeira vermelha". Tóquio em alerta máximo após aumento de novas infeções

A capital do Japão, Tóquio, com 14 milhões de habitantes, está no nível mais alto de alerta para o novo coronavírus após um aumento dos casos registados. “Os especialistas disseram-nos que a situação das infeções está …

Operação Saco Azul. Empresas "zombie" terão desviado 1,8 milhões do Benfica

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, e a SAD do clube lisboeta foram constituídos arguidos pelo crime de fraude fiscal, no âmbito da operação ‘saco azul’, confirmou esta terça-feira à agência Lusa fonte oficial …

Maçãs com preços em alta, menos vinho e cerveja a estragar-se (os efeitos da pandemia)

A pandemia de covid-19 está a levar milhares de litros de cerveja a estragar-se, enquanto os produtores de vinho temem uma quebra na produção e, logo, nos lucros. Enquanto isso há menos maçãs e mais …

TAD anula sanção de cinco jogos à porta fechada ao Benfica

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) deu provimento ao recurso do Benfica e revogou a sanção de cinco jogos à porta fechada imposta pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) ao clube, pelo apoio prestado a …

Costa vira à esquerda, mas Catarina Martins diz que "não pode ser só conversa"

Esta quarta-feira, António Costa lança as negociações para o Orçamento do Estado para 2021 com os partidos que, até aqui, foram seus aliados. O primeiro-ministro insiste que o caminho da sua governação passa por entendimentos à …

No novo ano letivo, a Educação Física continua a ser maior incógnita

No início de julho, o Ministério da Educação anunciou algumas orientações sobre o próximo ano letivo que não contemplavam a Educação Física e o futuro da disciplina continua a ser uma incógnita.  Nas escolas, a falta …