Estudo da marcha em doentes diabéticos ajuda a identificar neuropatia

Investigadores do Porto mostram que o estudo da duração e da velocidade da marcha em doentes diabéticos, bem como o comprimento da passada, podem identificar o risco de neuropatia diabética (distúrbio nervoso causado pela patologia), em 58% dos casos.

Este é um dos resultados de um projeto que visa avaliar a marcha em doentes com diabetes, com o intuito de a caracterizar e descrever as suas particularidades, consoante o grau de afetação da patologia, explicou à Lusa a investigadora Maria António Castro, do Laboratório de Biomecânica do Porto (Labiomep) da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto (FADEUP).

De acordo com Maria António Castro, os indivíduos com risco mais elevado de neuropatia periférica mostram uma tendência para produzir, durante a marcha, menores forças de reação do solo, o que pode contribuir para a menor velocidade na marcha, dado a eficácia do movimento ser mais reduzida.

Outro resultado aponta para a tendência dos doentes com risco mais elevado de neuropatia diabética apresentarem “uma marcha em posições com menor controlo muscular“, o que “a dificulta e aumenta o risco de incapacidade de controlo do movimento”.

Nestes resultados preliminares observou-se ainda “que o tornozelo e o joelho são as articulações onde se verificam mais diferenças”, indicou a investigadora.

Para o projeto foram selecionados indivíduos com diabetes classificados nos graus 0 e 2 de risco IWGDF (International Working Group on Diabetic Foot).

A recolha dos dados para o projeto foi realizada no Labiomep, com recurso a um sistema de análise de movimento através de câmaras de alta velocidade, para estudar o comportamento cinemático (a forma como se movimentam as pernas e o resto do corpo).

Foram também utilizadas plataformas de forças e um tapete de pressões, que permite a análise das forças durante a marcha e as pressões ocorridas no pé, bem como um sistema de eletromiografia que analisa a atividade dos músculos do pé durante o movimento.

O projeto “Preditores de neuropatia periférica na marcha diabética” tem a duração de dois anos e termina no final de 2017.

Pretende-se ainda, segundo indicou a também investigadora da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra (ESTESC), verificar se algumas das variáveis da marcha estudadas podem prever o aparecimento de neuropatia diabética (que provoca dor, formigueiro ou perda de sensibilidade nas mãos, braços, pés e pernas, por exemplo).

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Caçadores admitem criar partido político contra uma aliança PS-PAN

Um cenário de aliança entre PS e PAN depois das eleições de Outubro próximo originará o aparecimento de um novo partido político em Portugal. A promessa é da Fencaça — Federação Portuguesa de Caça que …

Governo ignorou recomendação parlamentar na auditoria feita ao Novo Banco

Mário Centeno e António Costa ignoraram a recomendação aprovada em Parlamento na sua auditoria ao Novo Banco. Os socialistas defendem que seria inconstitucional avaliar o desempenho do Banco de Portugal. Uma proposta do PSD aprovada em …

Avarias param 9 das 20 novas ambulâncias do INEM

Só entraram em serviço em abril, mas as novas ambulâncias do INEM já estão a dar problemas. Dos 20 novos veículos, apenas 11 estão a circular normalmente. As sirenes e as luzes desligam-se em andamento e …

Máfias e milícias responsáveis por incêndios da Amazónia, conclui relatório

As queimadas associadas aos desmatamento da Amazónia resultam em grande parte da ação violenta de redes criminosas, conclui um relatório da Human Rights Watch. Divulgado esta terça-feira, um relatório da Human Rights Watch conclui que as …

Benfica lança-se à 'Champions' com Lage a admitir mexer no ataque

O Benfica estreia-se hoje diante dos alemães do Leipzig na edição 2019/20 da Liga dos Campeões de futebol, competição em que tentará ultrapassar os 'fracassos' das duas anteriores épocas, nas quais foi eliminado na fase …

Itália. Matteo Renzi abandona o Partido Democrata e anuncia formação de novo partido

O ex-primeiro-ministro italiano Matteo Renzi anunciou que vai deixar o Partido Democrata (PD), do qual era secretário-geral, para criar a sua própria formação, mas garantiu que o grupo continuará a apoiar o Governo de Giuseppe …

Tribunal Arbitral reduz suspensão de Neymar na Champions

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) reduziu a suspensão imposta pelo Comité de Disciplina da UEFA de três para dois jogos a Neymar. O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) decidiu esta terça-feira reduzir a suspensão imposta …

Jerónimo admite "um ou outro descontente" interno e ataca arrivismo do PAN

Jerónimo de Sousa admitiu haver militantes descontentes com a participação na denominada "geringonça", embora frisando que o sentimento geral é de satisfação, e atacou algumas posições do PAN, defendendo que "Os Verdes" são o verdadeiro …

Brexit. Juncker recorda a Johnson que cabe ao Reino Unido apresentar propostas

O presidente da Comissão Europeia recordou na segunda-feira ao primeiro-ministro britânico que cabe ao Reino Unido apresentar "soluções legalmente operacionais" e compatíveis com o Acordo de Saída, reiterando a disponibilidade europeia para apreciar se estas …

"Quem manda nas seleções são os agentes, para valorizar jogadores, interesses"

Carlitos relembra a altura em que foi chamado à seleção de sub-21 pela mão do empresário José Veiga. O antigo jogador do Benfica diz que "quem manda nas seleções são os agentes". Aos 37 anos, Carlitos …