Estratégia para abrandar envelhecimento pode estar escondida nos golfinhos

Uma equipa de investigadores está a estudar o envelhecimento em golfinhos da marinha norte-americana para tentar aprender estratégias para aplicar em humanos.

Como os golfinhos envelhecem de maneira semelhante aos humanos, uma equipa de investigadores está a estudar os golfinhos da marinha norte-americana para encontrar novas estratégias para abrandar o envelhecimento. Os resultados da investigação foram publicados esta semana na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences.

“Embora há muito se acredite que algumas pessoas envelhecem mais rápido do que outras, é difícil provar que as pessoas realmente envelhecem a ritmos diferentes”, disse a autora principal do estudo, Stephanie Venn-Watson ao Inverse.

Foram recolhidas amostras ao longo de 25 anos para identificar marcadores que são relevantes para a saúde humana. Os autores do estudo concluíram que, nos golfinhos, há quatro características principais que demonstram como é que o envelhecimento se espelha no sangue: hemoglobina, linfócitos, plaquetas e fosfatase alcalina.

“Com base nestes índices, fomos capazes de confirmar a presença de golfinhos de envelhecimento lento e acelerado”, constatou Venn-Watson.

Por exemplo, a hemoglobina e os linfócitos diminuem com a idade. Juntos, isso coloca os golfinhos mais velhos (e as pessoas) em maior risco de anemia e infeções graves. Os golfinhos que envelhecem mais rapidamente correm um risco ainda maior.

O processo de envelhecimento é influenciado por fatores ambientais e de estilo de vida, tanto em golfinhos como em humanos. Medicação crónica e status socioeconómico são dois outros fatores relevantes no envelhecimento humano.

“É importante realçar que poderíamos diferenciar claramente os golfinhos de envelhecimento lento e acelerado, apesar do facto de que todos os golfinhos na população compartilhavam a mesma dieta, cuidados de saúde e ambiente oceânico”, disse Venn-Watson.

A descoberta “sustenta que os principais fatores não-ambientais da taxa de envelhecimento podem ser identificados e, portanto, podem ser direcionados para retardar o próprio envelhecimento”, explicou ainda a investigadora.

Os golfinhos são um modelo particularmente útil para estudar o envelhecimento humano porque podem ser afetados por condições relacionadas com o envelhecimento, como colesterol alto, inflamação crónica e até mesmo doença de Alzheimer.

“Estas semelhanças sustentam que golfinhos e humanos compartilham mecanismos semelhantes relacionados com o envelhecimento”, acrescentou Venn-Watson.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Carlos Moedas é o candidato do PSD a Lisboa

Rui Rio está reunido com Carlos Moedas, ao final da tarde desta quinta-feira. Em cima da mesa está a corrida autárquica e a aposta no antigo comissário europeu para derrubar Fernando Medina da Câmara Municipal …

"Acabou-se o amor e as versões alteraram-se." Maria e Mariana julgadas pela morte de Diogo Gonçalves

O Tribunal de Portimão começou, esta quarta-feira, a julgar duas mulheres suspeitas de terem matado um jovem, em março do ano passado, no Algarve. As arguidas - uma enfermeira e uma segurança - estão acusadas pelo …

Dois anos depois, primeiro produto de canábis chega às farmácias em abril

Dois anos depois de aprovada a lei, as farmácias portuguesas já receberam "luz verde" para começar a vender o primeiro produto de canábis a partir de abril. De acordo com o Jornal de Notícias, que avança …

"Sucesso completo". China declara (outra vez) que erradicou a pobreza extrema

O Presidente da China, Xi Jinping, declarou esta quinta-feira oficialmente que o país concluiu a "árdua tarefa" de erradicar a pobreza extrema, apontando que 98,99 milhões de pessoas saíram daquela condição nos últimos oito anos. "Hoje, …

Relatório acusa príncipe saudita de aprovar a morte de Khashoggi

Um relatório da inteligência norte-americana conclui que o príncipe herdeiro saudita aprovou o assassínio do jornalista Jamal Khashoggi, em 2018. O príncipe herdeiro e governante da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, aprovou o assassínio em 2018 …

Venda de barragens. Terra de Miranda acusa EDP de fraude fiscal

O Movimento Cultural da Terra de Miranda suspeita que o negócio das barragens da EDP foi arquitetado de forma a escapar ao pagamento de impostos. Em causa está o pagamento de 110 milhões de euros …

Entre acusações a um Governo "incompetente" que "saiu do armário", foi aprovado o estado de emergência até 16 de março

Esta quinta-feira foi aprovada, na Assembleia da República, a renovação do estado de emergência até 16 de março. O decreto passou com votos a favor do PS, PSD, CDS, PAN e deputada não inscrita Cristina …

Alterações climáticas geram mais de 12 mil milhões de euros de perdas anuais na UE

Na apresentação da nova estratégia de Bruxelas para fazer face à crise ambiental, o vice-presidente executivo da Comissão Europeia, Frans Timmermans, afirmou que o combate às alterações climáticas já não passa apenas pela redução das …

Finalizada vacina da Moderna para combater variante sul-africana da covid-19

A vacina da Moderna, alterada para combater também a variante sul-africana da covid-19, está pronta e foi enviada, na quarta-feira, a vários institutos de saúde norte-americanos para o início dos testes clínicos. Como lembrou a TSF, …

Ex-agente sírio condenado na Alemanha por cumplicidade em crimes contra a Humanidade

A justiça alemã condenou, esta quarta-feira, um ex-membro dos serviços secretos sírios a quatro anos e meio de prisão por "cumplicidade em crimes contra a Humanidade" no primeiro julgamento no mundo ligado aos abusos atribuídos …