Escavações arqueológicas revelam restaurante de comida de rua intacto em Pompeia

ANSA / EPA

Novas escavações arqueológicas em Pompeia revelaram um restaurante de fast-food intacto, que permite conhecer a gastronomia e os pratos populares na cidade ao pé do Monte Vesúvio.

Segundo o diretor do Parque Arqueológico de Pompeia, Massimo Osanna, citado pela Associated Press (AP), é a primeira vez que um restaurante com bebidas quentes, conhecido como termopólio, é encontrado intacto.

Aqueles achados arqueológicos, uma espécie de fast-food de rua da antiguidade, eram numerosos na antiga cidade romana, mas este é o primeiro a ser encontrado “em excecional estado de conservação“.



Segundo os arqueólogos, os relevos com imagens de alimentos presentes na estrutura permitirão aprender mais sobre a gastronomia naquele local que ficou soterrado após uma erupção vulcânica do Monte Vesúvio, em 79 d.C..

Um segmento do balcão de fast-food foi parcialmente desenterrado em 2019, durante os trabalhos para apoiar as ruínas de Pompeia, várias vezes em risco de desabar.

Desde então, os arqueólogos prosseguiram os trabalhos que acabaram por revelar um balcão de vários lados, com buracos largos típicos inseridos no topo e que continha recipientes fundos para alimentos quentes, não muito diferentes dos recipientes de sopa utilizados nos restaurantes atualmente.

Especialistas em plantas e animais ainda estão a analisar os artefactos encontrados no local.

A antropóloga Valeria Amoretti, que trabalha com a equipa da zona arqueológica de Pompeia, disse que “as análises iniciais confirmam que as imagens pintadas representam, pelo menos em parte, os alimentos e bebidas efetivamente vendidos no restaurante”.

Por exemplo, segundo Amoretti, no fundo de um recipiente de vinho havia vestígios de grãos de fava moídos, que naquele tempo eram adicionados ao vinho, para dar sabor e clarear sua cor.

“Nós sabemos o que eles estavam a comer naquele dia”, disse o diretor do Parque Arqueológico, referindo-se ao dia da destruição de Pompeia.

Os restos de comida indicavam “o que é popular entre as pessoas comuns”, acrescentou Massimo Osanna, sublinhando que os restaurantes não eram frequentados pela elite romana.

Foi também descoberto o esqueleto completo de um cão, o que intrigou a equipa de escavações, uma vez que se tratava de um exemplar “extremamente pequeno de um cão adulto”. “É bastante raro”, explicou Amoretti, encontrar vestígios de tempos antigos de cães tão pequenos, o que comprova “a reprodução seletiva na época romana para obter este resultado”.

Também foram desenterrados uma concha de bronze, nove ânforas, que eram recipientes para guardar alimentos populares na época romana, um par de frascos e um recipiente de cerâmica para óleo.

As escavações mostraram que, do lado de fora do restaurante, havia uma pequena praça com uma fonte, com outro termopólio nas proximidades.

A cidade de Pompeia foi destruída pela erupção vulcânica do Monte Vesúvio, que fica perto da atual Nápoles. Grande parte da cidade antiga ainda não foi escavada e o local é uma das atrações turísticas mais populares de Itália.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Marinha dos EUA está a desenvolver drones para matar ovos em ninhos de pássaros selvagens

A Marinha norte-americana e a empresa Hitron Technologies uniram esforços para desenvolver um drone autónomo projetado especificamente para procurar e destruir o maior inimigo da Marinha: os pássaros. Os drones, que estão já a ser testados …

Cientistas criam hologramas que se movem pelo ar

Uma equipa de cientistas da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, conseguiu desenvolver um holograma que projeta imagens em movimento. Se é fã de Star Treck, ficará impressionado com a mais recente inovação. Um grupo de …

Gangue detido por falsificar a especiaria mais cara do mundo

As autoridades espanholas detiveram um gangue que fazia milhões de euros por ano a falsificar a especiaria mais cara do mundo: o açafrão. Os 17 membros da quadrilha foram detidos na região de Castela-Mancha. Os criminosos …

Santuário medieval recebe escultura em pedra que usa máscara contra a covid-19

Uma catedral histórica do Reino Unido renovou um santuário do século XIV, acrescentando um detalhe que coloca em evidência o momento pandémico que o mundo vive. Agora, a nova escultura está a usar uma máscara …

Aos 10 anos, Adewumi chegou à elite mundial do xadrez (e fugiu ao Boko Haram)

Tanitoluwa Adewumi foi perseguido pelo Boko Haram, fugiu da Nigéria e foi sem-abrigo nos Estados Unidos. Agora, com apenas 10 anos, chegou à elite mundial do xadrez. Grande Mestre é um dos títulos vitalícios concedidos pela …

Hegemonia económica da China cada vez mais longe. Queda demográfica coloca Pequim sob pressão

O objetivo do país é tornar-se na maior potência económica do mundo nos próximos anos, mas a corrida pela hegemonia - disputada com os EUA - pode não ser uma meta fácil de alcançar. O …

Miss Universo 2021. Concorrente da Singapura usa roupa com o slogan "Stop Asian Hate"

Bernadette Belle Ong, uma concorrente do Miss Universo 2021, vestiu uma roupa com as cores de Singapura que continha as palavras Stop Asian Hate ("parem com o ódio contra os asiáticos"). Bernadette Belle Ong aproveitou o …

A Índia está a tornar quase impossível a vacinação dos sem-abrigo

A Índia está a dificultar o processo de vacinação dos sem-abrigo, uma vez que o programa requer um número de telemóvel e uma morada residencial. Muitas pessoas não têm nem um, nem outro.  Na Índia, quase …

Violência contra as mulheres é "uma pandemia", alerta ONU

Uma década após a criação da Convenção de Istambul, o marco dos tratados de direitos humanos para acabar com a violência de género, as mulheres enfrentam um ataque global aos seus direitos e segurança, alertaram …

Já se sabe qual a ocasião mais perdida do ano devido à pandemia (e há uma campanha para compensar)

Tomar um café com um amigo ou um familiar é o momento mais perdido do último ano devido à pandemia de covid-19. Nos últimos 12 meses, e em todas as cidades europeias, estima-se ter havido …