Encontrados restos mortais do general favorito de Napoleão. Estavam debaixo de uma pista de dança

Uma escavação sob a fundação de uma pista de dança na Rússia descobriu os restos mortais de um dos generais favoritos de Napoleão Bonaparte.

O homem tinha apenas uma perna e foi morto por uma bala de canhão há mais de 200 anos. O general Charles Etienne Gudin combateu com Napoleão durante a falhada invasão francesa da Rússia em 1812.

Em 6 de julho deste ano, uma equipa internacional de arqueólogos franceses e russos descobriram o que se acredita ser os seus restos mortais, em Smolensk, uma cidade aproximadamente a 400 quilómetros a oeste de Moscovo, segundo a Reuters.

Após a sua morte aos 44 anos, em 22 de agosto de 1812, Gudin recebeu tratamento de estrela. O seu nome foi inscrito no Arco do Triunfo em Paris, o seu busto foi colocado no Palácio de Versalhes, uma rua da capital francesa foi batizada com o seu nome e, como gesto sentimental, o seu coração foi removido do seu corpo e colocado numa capela no Cemitério Père Lachaise em Paris.

Os investigadores disseram que várias pistas sugerem que o esqueleto que encontraram sob a pista de dança pertence a Gudin, que conhecia Napoleão desde a infância. Ambos frequentaram a Escola Militar em Brienne, na região francesa de Champagne. Ao saber da morte de Gudin, Napoleão terá chorado e ordenado que o nome do seu amigo fosse gravado no Arco do Triunfo, de acordo com a Euronews.

Os registos da invasão russa de 1812 apontam que os ferimentos de Gudin no campo de batalha exigiram que amputasse a parte abaixo do joelho da perna esquerda. Ao esqueleto encontrado faltava-lhe a perna esquerda e havia evidências de lesão na perna direita.

Além disso, foi “com um alto grau de probabilidade” que os restos mortais que a equipa descobriu pertenciam a um aristocrata e a um veterano militar das guerras revolucionária francesa e napoleónica, disseram os arqueólogos.

“É um momento histórico não apenas para mim, mas também para os nossos dois países”, disse o historiador e arqueólogo francês Pierre Malinovsky, que ajudou a encontrar os restos mortais, segundo o jornal Rabochiy Put, de Smolensk. “Napoleão foi uma das últimas pessoas a vê-lo vivo, o que é muito importante, e é o primeiro general do período napoleónico que encontramos”.

O general tem descendentes vivos conhecidos, por isso os investigadores planeiam testar o ADN do esqueleto. Dessa forma, poderão dizer com certeza se os restos são de Gudin. Se se confirmar a identidade do soldado, os restos mortais serão transferidos para o país gaulês para serem enterrados com honras.

Gudin não é a única fatalidade francesa recentemente encontrada na Rússia. No início deste ano, os cientistas realizaram uma reconstrução facial de um homem com cerca de 20 anos, que foi ferido com um sabre e morreu durante a invasão da Rússia.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Inteligência Artificial está a reviver jogos de tabuleiro ancestrais

A Inteligência Artificial consegue descobrir, com um grande grau de precisão, o conjunto de regras de vários jogos de tabuleiro ancestrais. Jogos de tabuleiro com centenas de anos são, por vezes, encontrados em escavações arqueológicas. Sem …

Panteras da Flórida estão a agir como se tivessem sido envenenadas (e os cientistas não sabem porquê)

Algumas panteras da Flórida, nos Estados Unidos, estão a ter um comportamento estranho ao andar, quase como se tivessem sido envenenadas. Os cientistas ainda não conseguiram perceber porquê. De acordo com o Washington Post, pelo menos …

SL Benfica 0-2 FC Porto | "Dragão" astuto arranca triunfo na Luz

O FC Porto foi ao Estádio da Luz vencer o “clássico” por 2-0 e recuperar a desvantagem de três pontos que tinha no campeonato. Com uma estratégia muito bem montada, baseada numa grande pressão sobre o …

Câmaras de Inteligência Artificial podem ser a solução para evitar tiroteios

Câmaras de videovigilância com Inteligência Artificial podem ser a solução para pôr um fim aos tiroteios. Esta tecnologia é capaz de detetar armas de fogo e avisar logo de seguida as autoridades. Com as dificuldades em …

Violência policial é uma das principais causas de morte de jovens negros nos EUA

A violência policial é uma das principais causas de morte entre jovens nos Estados Unidos, com os negros a terem 2,5 vezes mais hipóteses de serem mortos do que os homens brancos. O estudo, publicado este …

A Volocopter apresenta o seu táxi voador mais potente (e já andou no ar)

https://vimeo.com/355573555 Desde 2013 a Volocopter tem vindo a aprimorar o seu projeto de táxi voador. Desta vez, o design é mais redondo, mais simples e mais potente. O Volocopter é uma aeronave 100% elétrica que os criadores …

Israel desenvolve terapia à base de ecstasy para tratar stress pós-traumático

O Ministério da Saúde israelita desenvolveu uma terapia à base de MDMA - o componente ativo da metanfetamina popularmente conhecida como 'ecstasy' - para tratar pessoas que sofrem de stress pós-traumático resistente. Num entrevista sobre a …

Quaresma de saída do Besiktas. "Presidente não me quer na equipa"

Revelação feita pelo jogador, no Instagram: "Acabei de ser informado pelo presidente do clube que ele não quer que eu continue a jogar na equipa. Estou a tentar encontrar solução para o meu futuro". O internacional …

O Dr. House português diz que 90% do que os médicos fazem é "fantochada"

É conhecido como o Dr. House português, numa referência à série televisiva norte-americana, pela forma como faz diagnósticos certeiros. E Vítor Brotas que trabalha no Hospital dos Capuchos, em Lisboa, admite que é "um médico …

Homem morre após ataque de vespas asiáticas. É a segunda morte por picadas de insecto em 2 dias

Um homem de 79 anos de idade morreu nesta sexta-feira em Oliveira do Bairro, Aveiro, após ter sido atacado por vespas asiáticas. Dois dias antes, outro homem de 50 anos faleceu na região da Beira …