Encontrados restos mortais do general favorito de Napoleão. Estavam debaixo de uma pista de dança

Uma escavação sob a fundação de uma pista de dança na Rússia descobriu os restos mortais de um dos generais favoritos de Napoleão Bonaparte.

O homem tinha apenas uma perna e foi morto por uma bala de canhão há mais de 200 anos. O general Charles Etienne Gudin combateu com Napoleão durante a falhada invasão francesa da Rússia em 1812.

Em 6 de julho deste ano, uma equipa internacional de arqueólogos franceses e russos descobriram o que se acredita ser os seus restos mortais, em Smolensk, uma cidade aproximadamente a 400 quilómetros a oeste de Moscovo, segundo a Reuters.

Após a sua morte aos 44 anos, em 22 de agosto de 1812, Gudin recebeu tratamento de estrela. O seu nome foi inscrito no Arco do Triunfo em Paris, o seu busto foi colocado no Palácio de Versalhes, uma rua da capital francesa foi batizada com o seu nome e, como gesto sentimental, o seu coração foi removido do seu corpo e colocado numa capela no Cemitério Père Lachaise em Paris.

Os investigadores disseram que várias pistas sugerem que o esqueleto que encontraram sob a pista de dança pertence a Gudin, que conhecia Napoleão desde a infância. Ambos frequentaram a Escola Militar em Brienne, na região francesa de Champagne. Ao saber da morte de Gudin, Napoleão terá chorado e ordenado que o nome do seu amigo fosse gravado no Arco do Triunfo, de acordo com a Euronews.

Os registos da invasão russa de 1812 apontam que os ferimentos de Gudin no campo de batalha exigiram que amputasse a parte abaixo do joelho da perna esquerda. Ao esqueleto encontrado faltava-lhe a perna esquerda e havia evidências de lesão na perna direita.

Além disso, foi “com um alto grau de probabilidade” que os restos mortais que a equipa descobriu pertenciam a um aristocrata e a um veterano militar das guerras revolucionária francesa e napoleónica, disseram os arqueólogos.

“É um momento histórico não apenas para mim, mas também para os nossos dois países”, disse o historiador e arqueólogo francês Pierre Malinovsky, que ajudou a encontrar os restos mortais, segundo o jornal Rabochiy Put, de Smolensk. “Napoleão foi uma das últimas pessoas a vê-lo vivo, o que é muito importante, e é o primeiro general do período napoleónico que encontramos”.

O general tem descendentes vivos conhecidos, por isso os investigadores planeiam testar o ADN do esqueleto. Dessa forma, poderão dizer com certeza se os restos são de Gudin. Se se confirmar a identidade do soldado, os restos mortais serão transferidos para o país gaulês para serem enterrados com honras.

Gudin não é a única fatalidade francesa recentemente encontrada na Rússia. No início deste ano, os cientistas realizaram uma reconstrução facial de um homem com cerca de 20 anos, que foi ferido com um sabre e morreu durante a invasão da Rússia.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …

Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas …

Sérgio Conceição sai do FC Porto no fim da época

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, deixará o comando dos dragões no final da temporada. A derrota em casa com o Braga terá ditado a saída do técnico azul e branco. O técnico do FC …

Joacine quer mais direitos para deputados sem partido. "Está a antecipar" o futuro

A deputada Joacine Katar Moreira, do partido Livre, defendeu esta sexta-feira o alargamento dos direitos regimentais dos deputados não inscritos em partidos. A deputada única do Livre assumiu esta posição no final de uma reunião do …

França confirma 3 casos de coronavírus chinês. Já chegou à Austrália e Malásia

Depois de França ter confirmado três pessoas infetadas com o novo coronavírus oriundo da China, também a Austrália e Malásia reportaram casos. As autoridades da Malásia anunciaram este sábado terem registado os primeiros três casos de …

Amadora. Agredido motorista de autocarro que denunciou Cláudia Simões

Foi agredido o motorista de autocarro que chamou a PSP para denunciar a passageira Cláudia Simões, que alegou posteriormente ter sido agredida pelos agentes da polícia. As agressões tiveram lugar na noite desta sexta-feira, em …

"Dos 4 mil euros que ganho, 3 mil vão para os frades". O padre Vítor Melícias recusa que Tomás Correia ainda controle o Montepio

O padre Vítor Melícias, presidente da Assembleia Geral do Montepio, diz que Tomás Correia "faz falta, mas fez muito bem" em abandonar a liderança da mutualista Montepio. "Dizer que Tomás Correia continua a controlar através …

Amesterdão prepara-se para comprar dívidas dos seus jovens

A partir de fevereiro, a capital dos Países Baixos vai comprar dívidas dos seus jovens para ajudá-los a recomeçar e a construir um futuro. Numa nota publicada esta semana na página oficial do Governo local …