Encontrados restos mortais do general favorito de Napoleão. Estavam debaixo de uma pista de dança

Uma escavação sob a fundação de uma pista de dança na Rússia descobriu os restos mortais de um dos generais favoritos de Napoleão Bonaparte.

O homem tinha apenas uma perna e foi morto por uma bala de canhão há mais de 200 anos. O general Charles Etienne Gudin combateu com Napoleão durante a falhada invasão francesa da Rússia em 1812.

Em 6 de julho deste ano, uma equipa internacional de arqueólogos franceses e russos descobriram o que se acredita ser os seus restos mortais, em Smolensk, uma cidade aproximadamente a 400 quilómetros a oeste de Moscovo, segundo a Reuters.

Após a sua morte aos 44 anos, em 22 de agosto de 1812, Gudin recebeu tratamento de estrela. O seu nome foi inscrito no Arco do Triunfo em Paris, o seu busto foi colocado no Palácio de Versalhes, uma rua da capital francesa foi batizada com o seu nome e, como gesto sentimental, o seu coração foi removido do seu corpo e colocado numa capela no Cemitério Père Lachaise em Paris.

Os investigadores disseram que várias pistas sugerem que o esqueleto que encontraram sob a pista de dança pertence a Gudin, que conhecia Napoleão desde a infância. Ambos frequentaram a Escola Militar em Brienne, na região francesa de Champagne. Ao saber da morte de Gudin, Napoleão terá chorado e ordenado que o nome do seu amigo fosse gravado no Arco do Triunfo, de acordo com a Euronews.

Os registos da invasão russa de 1812 apontam que os ferimentos de Gudin no campo de batalha exigiram que amputasse a parte abaixo do joelho da perna esquerda. Ao esqueleto encontrado faltava-lhe a perna esquerda e havia evidências de lesão na perna direita.

Além disso, foi “com um alto grau de probabilidade” que os restos mortais que a equipa descobriu pertenciam a um aristocrata e a um veterano militar das guerras revolucionária francesa e napoleónica, disseram os arqueólogos.

“É um momento histórico não apenas para mim, mas também para os nossos dois países”, disse o historiador e arqueólogo francês Pierre Malinovsky, que ajudou a encontrar os restos mortais, segundo o jornal Rabochiy Put, de Smolensk. “Napoleão foi uma das últimas pessoas a vê-lo vivo, o que é muito importante, e é o primeiro general do período napoleónico que encontramos”.

O general tem descendentes vivos conhecidos, por isso os investigadores planeiam testar o ADN do esqueleto. Dessa forma, poderão dizer com certeza se os restos são de Gudin. Se se confirmar a identidade do soldado, os restos mortais serão transferidos para o país gaulês para serem enterrados com honras.

Gudin não é a única fatalidade francesa recentemente encontrada na Rússia. No início deste ano, os cientistas realizaram uma reconstrução facial de um homem com cerca de 20 anos, que foi ferido com um sabre e morreu durante a invasão da Rússia.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Fábio Silva a prazo no Dragão. Avançado deverá sair por 40 milhões

Fábio Silva deverá abandonar o FC Porto dentro dos próximos dias. O jovem avançado permitirá um encaixe de 40 milhões de euros para os cofres portistas. A saída de Fábio Silva do FC Porto parece praticamente …

"Há filhos e enteados?". Marques Mendes arrasa decisão "inacreditável" de realizar festa do Avante

Luís Marques Mendes criticou este domingo a realização da festa do Avante, considerando "inacreditável" que a habitual festa comunista seja realizada no atual contexto da pandemia de covid-19 em Portugal. No seu habitual espaço de …

Varandas só tem espaço para 24 jogadores. Metade será de Alcochete

Com o intuito de reduzir custos, o presidente sportinguista, Frederico Varandas, diz que quer um plantel com 24 jogadores para a próxima época. Cerca de metade são produtos de Alcochete. Frederico Varandas pretende encurtar o plantel …

Duas demissões no Governo do Líbano. Porto de Beirute ficou com cratera de 43 metros após explosões

Duas demissões no Governo do Líbano foram anunciadas nas últimas horas depois da explosão no porto de Beirute que provocou pelo menos pelo menos 158 mortos, 6.000 feridos e dezenas de desaparecidos. A ministra da …

Benfica na corrida por Jan Vertonghen

A SAD encarnada está disposta a fazer alguns esforços pela contratação do futebolista belga que, neste momento, se encontra sem clube e a passar férias em Portugal. De acordo com o jornal Record, depois de a …

Bloco revela os três pilares da negociação do OE2021

O Bloco de Esquerda revelou os seus três pilares fundamentais da negociação para o Orçamento do Estado para 2021. O PCP e o PAN não abriram jogo, enquanto o PEV garante que ainda não foi …

Félix da Costa é campeão mundial de Fórmula E: "Estive perto de desistir"

O piloto português António Félix da Costa (DS Techeetah) sagrou-se hoje campeão mundial de Fórmula E, competição para carros elétricos, ao ser segundo classificado na oitava jornada da competição, em Berlim. Partindo do segundo lugar da …

Maurícias numa corrida contra o tempo para evitar desastre ambiental

Milhares de estudantes, ativistas ambientais e residentes das Maurícias continuam a trabalhar para tentar minimizar os danos causados pelo derrame de petróleo de um navio encalhado nos recifes de coral ao largo da ilha. Estima-se que …

Encontrada escultura Inca numa oferenda submersa no lago Titicaca

A descoberta de uma escultura Inca no interior de uma oferenda submersa no Titicaca demonstra que este lago era um local muito importante para os Incas. Uma equipa de investigadores da Universidade Estadual da Pensilvânia, nos …

Nova identidade, ordenado e casa. PJ deverá recrutar Rui Pinto para ser investigador do Estado

O Correio da Manhã avançou este domingo que a Polícia Judiciária (PJ) vai recrutar o pirata informático Rui Pinto, criador do Football Leaks e fonte do caso Luanda Leaks, para ser investigador do Estado. De acordo …