Encontrados restos mortais do general favorito de Napoleão. Estavam debaixo de uma pista de dança

Uma escavação sob a fundação de uma pista de dança na Rússia descobriu os restos mortais de um dos generais favoritos de Napoleão Bonaparte.

O homem tinha apenas uma perna e foi morto por uma bala de canhão há mais de 200 anos. O general Charles Etienne Gudin combateu com Napoleão durante a falhada invasão francesa da Rússia em 1812.

Em 6 de julho deste ano, uma equipa internacional de arqueólogos franceses e russos descobriram o que se acredita ser os seus restos mortais, em Smolensk, uma cidade aproximadamente a 400 quilómetros a oeste de Moscovo, segundo a Reuters.

Após a sua morte aos 44 anos, em 22 de agosto de 1812, Gudin recebeu tratamento de estrela. O seu nome foi inscrito no Arco do Triunfo em Paris, o seu busto foi colocado no Palácio de Versalhes, uma rua da capital francesa foi batizada com o seu nome e, como gesto sentimental, o seu coração foi removido do seu corpo e colocado numa capela no Cemitério Père Lachaise em Paris.

Os investigadores disseram que várias pistas sugerem que o esqueleto que encontraram sob a pista de dança pertence a Gudin, que conhecia Napoleão desde a infância. Ambos frequentaram a Escola Militar em Brienne, na região francesa de Champagne. Ao saber da morte de Gudin, Napoleão terá chorado e ordenado que o nome do seu amigo fosse gravado no Arco do Triunfo, de acordo com a Euronews.

Os registos da invasão russa de 1812 apontam que os ferimentos de Gudin no campo de batalha exigiram que amputasse a parte abaixo do joelho da perna esquerda. Ao esqueleto encontrado faltava-lhe a perna esquerda e havia evidências de lesão na perna direita.

Além disso, foi “com um alto grau de probabilidade” que os restos mortais que a equipa descobriu pertenciam a um aristocrata e a um veterano militar das guerras revolucionária francesa e napoleónica, disseram os arqueólogos.

“É um momento histórico não apenas para mim, mas também para os nossos dois países”, disse o historiador e arqueólogo francês Pierre Malinovsky, que ajudou a encontrar os restos mortais, segundo o jornal Rabochiy Put, de Smolensk. “Napoleão foi uma das últimas pessoas a vê-lo vivo, o que é muito importante, e é o primeiro general do período napoleónico que encontramos”.

O general tem descendentes vivos conhecidos, por isso os investigadores planeiam testar o ADN do esqueleto. Dessa forma, poderão dizer com certeza se os restos são de Gudin. Se se confirmar a identidade do soldado, os restos mortais serão transferidos para o país gaulês para serem enterrados com honras.

Gudin não é a única fatalidade francesa recentemente encontrada na Rússia. No início deste ano, os cientistas realizaram uma reconstrução facial de um homem com cerca de 20 anos, que foi ferido com um sabre e morreu durante a invasão da Rússia.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O titanossauro mais antigo do mundo foi descoberto na Patagónia

Ninjatitan zapatai viveu há aproximadamente 140 milhões de anos, no início do Cretáceo, na atual Patagónia, na Argentina. Segundo os cientistas, o novo espécime fóssil de tiranossauro pode ser o mais antigo do mundo. Com cerca …

Volvo prepara mudança estratégica e apresenta o seu novo modelo 100% elétrico: o C40 Recharge

A marca de automóveis sueca apresentou o seu novo modelo 100% elétrico: o C40 Recharge. O modelo representa mais um passo no caminho para a eletrificação total da Volvo, já que esta semana a marca …

Benfica 2-0 Estoril | Águia carimba presença na final

O Benfica venceu o Estoril Praia por 2-0, no Estádio da Luz, e apurou-se para a final da Taça de Portugal, a segunda consecutiva do emblema “encarnado”. Os comandados de Jorge Jesus confirmaram a superioridade …

Um reator nuclear pode ajudar a resolver o mistério do desaparecimento de Amelia Earhart

Uma equipa de investigadores da Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos, vai submeter uma folha de alumínio velha e gasta a um feixe de partículas do coração de um reator nuclear na esperança de …

Musk quer criar uma nova cidade no local de lançamento da SpaceX. Vai chamar-se Starbase

O empresário norte-americano Elon Musk está a tentar criar uma nova cidade chamada Starbase nas instalações de lançamento da SpaceX no Texas, nos Estados Unidos. As instalações da SpaceX no Texas estão localizadas em Boca Chica …

Chatbots: A tecnologia que "ressuscita" os mortos é cada vez mais uma realidade

Foi recentemente revelado que em 2017 a Microsoft patenteou um chatbot que, se construído, ressuscitaria digitalmente os mortos. Usando Inteligência Artificial e machine learning, o chatbot proposto traria o nosso ente querido de volta à …

Casal acertou no jackpot de 210 milhões de euros do Euromilhões (mas não registou o boletim)

Dois jovens britânicos pensaram que tinham ganho 182 milhões de libras (cerca de 210 milhões de euros), mas afinal o boletim não tinha sido registado por falta de dinheiro na conta online. Rachel Kennedy, de 19 …

A Islândia foi atingida por 17 mil terramotos na semana passada (e uma erupção pode estar iminente)

Mesmo para uma ilha vulcânica acostumada a tremores ocasionais, esta foi uma semana incomum para a Islândia. De acordo com o Escritório Meteorológico da Islândia, cerca de 17 mil terramotos atingiram a região sudoeste de …

Mulheres portuguesas trabalham mais uma hora e 13 minutos que os homens

As mulheres portuguesas trabalham em cada dia útil mais uma hora e 13 minutos do que os homens, entre trabalho pago e não pago, continuando a ter maior dificuldade em conciliar a profissão com a …

Três sismos acima de 7 na escala de Richter abalam a Nova Zelândia. Autoridades alertam para tsunami

A costa nordeste da Nova Zelândia foi esta quinta feira atingida por três sismos de magnitude acima de 7 na escala de Richter. A proteção civil emitiu um alerta de tsunami após o primeiro terramoto, …