Encontrada a fonte de uma explosão rápida de rádio (mas ainda não se sabe o que a causou)

(dr) CSIRO

Radiotelescópio australiano SKA Pathfinder (ASKAP) da CSIRO

Há 3,5 mil milhões de anos, um misterioso objeto na borda uma galáxia distante emitiu uma explosão de energia de rádio intensamente brilhante e breve que atravessou o Universo.

Esse pulso de energia passou por uma vastidão de gás, poeira e espaço vazio na sua jornada de milhares de milhões de anos, esticando lentamente e mudando de cor enquanto se movia. Por menos de um milissegundo em 2018, a explosão passou por um telescópio especial no interior australiano da Terra, dando aos cientistas uma rara oportunidade de ver uma das formas mais misteriosas de energia do universo.

É a primeira vez que os astrónomos conseguem rastrear uma fast radio burst (FRB) única até às suas origens no espaço e no tempo, de acordo com os autores de um estudo publicado na revista Science.

Entender de onde vêm os FRBs permite aos cientistas sondar os vastos trechos de matéria entre as suas galáxias hospedeiras e a Terra e talvez até localizar bolsões não descobertos de protões e neutrões que se acredita estarem escondidos entre as galáxias.

“Estas explosões são alteradas pela questão que encontram no espaço”, disse o coautor Jean-Pierre Macquart, investigador do Centro Internacional de Pesquisa em Radioastronomia (ICRAR), de acordo com o Live Science. “Agora podemos identificar de onde vêm, podemos usá-los para medir a quantidade de matéria no espaço intergaláctico”.

Desde que o fenómeno foi descoberto em 2007, os astrónomos observaram cerca de 85 FRBs e identificaram as origens de apenas um – um lampejo repetitivo que pulsou nove vezes a partir de uma minúscula galáxia em formação durante cerca de seis meses em 2016. Identificando a fonte de um FRB, que pode durar uma fração de milissegundo, mostrou-se extremamente difícil.

No novo estudo, os investigadores detetaram o FRB solitário usando um conjunto de 36 satélites chamado telescópio Australian Square Kilometre Array Pathfinder (ASKAP). Quando um FRB passa, cada satélite capta o sinal a uma fração de milissegundo de distância. Usando essas subtis diferenças de tempo, os investigadores conseguiram descobrir de que direção a explosão vinha e aproximadamente a distância percorrida.

As observações do ASKAP apontavam para uma galáxia do tamanho da Via Láctea a cerca de 3,6 mil milhões de anos-luz da Terra. Com a ajuda de vários outros grandes telescópios ao redor do mundo, os cientistas ampliaram essa galáxia para descobrir que era relativamente antiga e não formava muitas novas estrelas.

Segundo Adam Deller, astrofísico da Universidade de Tecnologia de Swinburne, na Austrália, e co-autor do novo estudo, as propriedades da galáxia distante contrastam com a galáxia que criou um rápido estouro de rádio que foi detetado em 2016.

“A explosão que localizamos e a sua galáxia não se parecem em nada com o repetidor e o seu hospedeiro”, disse Deller. “Vem de uma enorme galáxia que está a formar relativamente poucas estrelas. Isso sugere que rajadas de rádio rápidas podem ser produzidas numa variedade de ambientes.”

Embora a repetida FRB detetada há alguns anos tenha sido provavelmente criada por uma explosão de estrelas de neutrões ou supernovas, esta explosão individual poderia ter sido causada por algo totalmente diferente.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Os números falam por si". Fauci critica reação dos Estados Unidos à pandemia e politização das máscaras

O principal epidemiologista norte-americano, Anthony Fauci, criticou a política errática do Governo do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em relação à covid-19, e lamentou o escasso uso de máscaras devido a motivações políticas. Durante uma …

Turistas podem circular entre concelhos apesar das restrições

Apenas os turistas estão autorizados a circular entre concelhos, apesar das restrições que vigoram entre 30 de outubro e 3 de novembro, indicou a AHRESP, citando um esclarecimento do Executivo. Segundo o esclarecimento enviado pelo gabinete …

É preciso esforço grande agora para salvar o Natal, alerta Santos Silva

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, disse esta quarta-feira ser necessário “um esforço muito grande” para travar a propagação do coronavírus ” para salvar o Natal” das famílias dos cerca de 5 milhões …

"É uma treta". Ronaldo publica (e depois apaga) crítica a teste à covid-19

O futebolista Cristiano Ronaldo, capitão da seleção portuguesa, modificou a publicação efetuada esta quinta-feira no Instagram, tendo retirado a frase “PCR é uma treta”, em referência ao teste de despiste à presença do novo coronavírus. Um …

PSD confiante em geringonça, mas Ventura lembra que não tem "duas caras". Carlos César quer PS no poder

Com a solução governativa dos Açores em aberto, André Ventura já disse que está fora de questão integrar uma geringonça com "partidos do sistema", mas admite viabilizar um Governo do PSD na região com algumas …

Lage rasga elogios a João Félix. "Vai ser uma das referências do futebol europeu e mundial"

O antigo técnico do Benfica Bruno Lage teceu rasgados elogios ao internacional português João Félix, que esta terça-feira somou dois golos e fez uma boa exibição no jogo do Atlético de Madrid frente ao RB …

"Sentimo-nos em Itália". Médicos do Tâmega e Sousa contradizem hospital e reiteram situação de rutura

Médicos do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) ouvidos pelo semanário Expresso reiteram que os hospitais que integram o centro, o de Penafiel e o de Amarante, se encontram perto da rutura, contradizendo a …

Vieira reeleito em votação histórica para o sexto (e último) mandato

O presidente do Benfica esta quarta-feira eleito para um sexto mandato, manifestou "orgulho" por vencer o ato eleitoral mais concorrido da história do clube e apelou a que os benfiquistas "respeitem os resultados" do escrutínio. "Vencer …

Bélgica anuncia confinamento parcial. Ministro visita hospital e mostra-se "chocado" com o que viu

O chefe do governo federal na Bélgica anunciou ontem novas medidas de confinamento que entraram em vigor à meia-noite em todo o território. Em causa está uma crescente preocupação com o aumento de infetados que, …

O caso mais antigo de osteopetrose foi descoberto no esqueleto de um homem da Idade do Ferro

Uma equipa de cientistas alemães descobriu o caso mais antigo conhecido de osteopetrose, ou doença dos "ossos da pedra", nos restos mortais de um homem de 20 anos da Idade do Ferro. A osteopetrose é uma …