Encontrada a fonte de uma explosão rápida de rádio (mas ainda não se sabe o que a causou)

(dr) CSIRO

Radiotelescópio australiano SKA Pathfinder (ASKAP) da CSIRO

Há 3,5 mil milhões de anos, um misterioso objeto na borda uma galáxia distante emitiu uma explosão de energia de rádio intensamente brilhante e breve que atravessou o Universo.

Esse pulso de energia passou por uma vastidão de gás, poeira e espaço vazio na sua jornada de milhares de milhões de anos, esticando lentamente e mudando de cor enquanto se movia. Por menos de um milissegundo em 2018, a explosão passou por um telescópio especial no interior australiano da Terra, dando aos cientistas uma rara oportunidade de ver uma das formas mais misteriosas de energia do universo.

É a primeira vez que os astrónomos conseguem rastrear uma fast radio burst (FRB) única até às suas origens no espaço e no tempo, de acordo com os autores de um estudo publicado na revista Science.

Entender de onde vêm os FRBs permite aos cientistas sondar os vastos trechos de matéria entre as suas galáxias hospedeiras e a Terra e talvez até localizar bolsões não descobertos de protões e neutrões que se acredita estarem escondidos entre as galáxias.

“Estas explosões são alteradas pela questão que encontram no espaço”, disse o coautor Jean-Pierre Macquart, investigador do Centro Internacional de Pesquisa em Radioastronomia (ICRAR), de acordo com o Live Science. “Agora podemos identificar de onde vêm, podemos usá-los para medir a quantidade de matéria no espaço intergaláctico”.

Desde que o fenómeno foi descoberto em 2007, os astrónomos observaram cerca de 85 FRBs e identificaram as origens de apenas um – um lampejo repetitivo que pulsou nove vezes a partir de uma minúscula galáxia em formação durante cerca de seis meses em 2016. Identificando a fonte de um FRB, que pode durar uma fração de milissegundo, mostrou-se extremamente difícil.

No novo estudo, os investigadores detetaram o FRB solitário usando um conjunto de 36 satélites chamado telescópio Australian Square Kilometre Array Pathfinder (ASKAP). Quando um FRB passa, cada satélite capta o sinal a uma fração de milissegundo de distância. Usando essas subtis diferenças de tempo, os investigadores conseguiram descobrir de que direção a explosão vinha e aproximadamente a distância percorrida.

As observações do ASKAP apontavam para uma galáxia do tamanho da Via Láctea a cerca de 3,6 mil milhões de anos-luz da Terra. Com a ajuda de vários outros grandes telescópios ao redor do mundo, os cientistas ampliaram essa galáxia para descobrir que era relativamente antiga e não formava muitas novas estrelas.

Segundo Adam Deller, astrofísico da Universidade de Tecnologia de Swinburne, na Austrália, e co-autor do novo estudo, as propriedades da galáxia distante contrastam com a galáxia que criou um rápido estouro de rádio que foi detetado em 2016.

“A explosão que localizamos e a sua galáxia não se parecem em nada com o repetidor e o seu hospedeiro”, disse Deller. “Vem de uma enorme galáxia que está a formar relativamente poucas estrelas. Isso sugere que rajadas de rádio rápidas podem ser produzidas numa variedade de ambientes.”

Embora a repetida FRB detetada há alguns anos tenha sido provavelmente criada por uma explosão de estrelas de neutrões ou supernovas, esta explosão individual poderia ter sido causada por algo totalmente diferente.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Pedro Nuno quer tirar carros das estradas (e que viagens de avião com menos de 600 quilómetros desapareçam)

Esta segunda-feira, foi lançado o Plano Ferroviário Nacional (PFN) numa sessão pública organizada no LNEC-Laboratório Nacional de Engenharia Civil, que deverá estar concluído em março de 2022. Na apresentação, o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, …

Estas formigas encolhem o cérebro para se tornarem rainhas

Cientistas descobriram que as formigas saltadoras indianas reduzem o tamanho do seu cérebro para terem a oportunidade de se tornarem rainhas (e que são capazes de reverter esta mudança quando é preciso). Há muito que …

O "fantasma" de Sócrates pairou no aniversário do PS, mas ninguém o mencionou

O secretário-geral do PS, António Costa, homenageou esta segunda-feira, dia do 48.º aniversário do partido, os primeiros 115 autarcas socialistas eleitos em 1976 e afirmou que os militantes do partido são mais importantes do que …

"Sem paralelo em qualquer outra experiência externa". Marcelo elogia reuniões no Infarmed

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considera que as reuniões do Infarmed, que juntam especialistas, líderes políticos e parceiros sociais, são realizadas “num quadro político e institucional sem paralelo em qualquer outra experiência …

Fotografia da NASA demonstra Teoria da Relatividade Geral de Einstein

O aglomerado Abell 2813 tem tanta massa que atua como uma lente gravitacional, fazendo com que a luz de galáxias distantes se curve à sua volta. A lente gravitacional acontece quando a massa de um objeto …

Astrónomos descobrem uma super-Terra perto de uma estrela gelada

Uma equipa de investigadores descobriu uma super-Terra a orbitar GJ 740, uma estrela anã fria localizada a cerca de 36 anos-luz do nosso planeta. Nos últimos anos, os cientistas têm levado a cabo uma busca exaustiva …

Já pode "adotar" um pedaço de Notre-Dame para ajudar na sua reconstrução

Uma organização está a dar a oportunidade de o público ajudar na reconstrução de artefactos específicos da catedral de Notre-Dame, em França, que foi parcialmente destruída por um incêndio em 2019. De acordo com a cadeia …

Proporção divina identificada na gerbera

Descobrir como se formam os padrões distintos e omnipresentes das cabeças das flores tem intrigado os cientistas há séculos. Quando se pede a alguém que desenhe um girassol, quase todas as pessoas desenham um grande círculo …

Audi apresenta o novo Q4 e-tron que traz uma autonomia até 520 km

Ainda antes do verão, a Audi vai colocar no mercado o seu primeiro SUV elétrico concebido de raiz e não adaptado a partir de uma plataforma concebida para motores a combustão. O Q4 e-tron destaca-se pela …

Vanuatu em alerta depois de um corpo com covid-19 ter dado à costa

Vanuatu proibiu viagens de e para a sua principal ilha três dias depois de ter dado à costa um corpo de um pescador filipino, que testou positivo à covid-19. De acordo com a Radio New Zealand, …