Empresa russa oferece bónus às funcionárias que vestirem saias curtas

Uma empresa russa tem sido duramente criticada por oferecer às suas funcionárias um bónus em dinheiro para que usem saias ou vestidos no trabalho.

A companhia Tatprof, fabricante de alumínio, está a realizar uma campanha de “feminilidade” até 30 de junho. Trabalhadoras que usarem um vestido ou saia “a menos de cinco centímetros do joelho” recebem 100 rublos (cerca de 134 euros) como complemento aos seus salários regulares. Para receber o bónus, as mulheres devem enviar fotografias com essa roupa vestida aos diretores da empresa.

A campanha atraiu uma avalanche de críticas à empresa nas redes sociais. Muitos utilizadores manifestaram incredulidade e descreveram a medida como “horrível”. A proeminente bloguer e jornalista feminista Zalina Marshenkulova chamou a iniciativa da Tatprof de “notícia da Idade Média” no seu canal no Telegram.

A empresa, fornecedora das Olimpíadas de Inverno de 2014 em Sochi e do Mundial de 2018, negou as acusações de sexismo e disse que 60 mulheres da empresa já participaram na “campanha”. “Queríamos alegrar os nossos dias de trabalho”, disse um porta-voz da empresa à emissora de rádio Govorit Moskva, citada pela BBC.

“A nossa equipa é 70% masculina. Esse tipo de campanha ajuda a desligar do trabalho, a descansar. Esta é uma ótima maneira de unir a equipa”, disse. “Muitas mulheres usam automaticamente calças para trabalhar. E é por isso que esperamos que a nossa campanha aumente a consciência das nossas mulheres, permitindo que sintam a sua feminilidade e charme quando usam uma saia ou vestido.”

Utilizadores do Twitter na Rússia não gostaram das declarações. “A empresa não vê isso como sexista e acredita que ‘a fábrica se transformou'”, escreveu uma mulher. “Um bónus de 100 rublos para as mulheres que usam saias curtas e maquilhagem para iluminar o dia de uma empresa dominada por homens”, dizia outro tweet. “De facto, para que precisamos do feminismo quando se pode apenas agradar homens por dinheiro?”, escreveu outro.

A empresa planeou outros eventos chamados de “maratona da feminilidade” em junho, incluindo uma competição para ver quem é a funcionária que faz mais bolos mais rápido. Anastasia Kirillova, do departamento de cultura corporativa e comunicações internas da empresa, disse que a ideia da campanha veio do CEO Sergei Rachkov. “Está muito preocupado com a questão, misturando papéis de género”, disse ao site de notícias locais Business Online.

“Quer mesmo manter a essência feminina em todas as funcionárias da empresa, para que as jovens não tenham cortes de cabelo masculinos, não usemem calças, se dediquem ao artesanato e projetem todo o seu carinho para criar os filhos.”

A empresa também está a realizar concursos para os seus funcionários homens. Na semana passada, organizou um concurso de crossfit.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Depois do Loon, nasce o Taara. Projeto usou lasers para transmitir 700TB de dados

Depois da morte do Projeto Loon, no início do ano, nasceu o Projeto Taara, que utilizou lasers para transmitir 700TB de dados através do rio Congo. O projeto muda, o nome é diferente, mas a missão …

Vizela - Paços de Ferreira bateu recorde de assistência na I Liga

Maior número de adeptos do campeonato também foi registado nesta jornada, no Benfica-Boavista; mas em termos de ocupação do estádio, o Vizela deixou longe toda a concorrência. Desde os anos 80 do século passado que não …

150 anos antes da viagem histórica de Colombo, um frade italiano escrevia sobre a America

Por volta do ano 1340, Galvano Fiamma registou, na sua Cronica universalis, a existência de terras a oeste da Gronelândia habitadas "por gigantes". Trata-se da primeira menção documentada do continente americano no Mediterrâneo, cerca de …

Os antigos compadres zangaram-se de vez. Trump puxa os cordelinhos nos bastidores para correr com McConnell

A relação de altos e baixos entre os dois azedou de vez depois de McConnell ter reconhecido a vitória de Joe Biden. Trump quer agora que um Republicano concorra contra McConnell pelo cargo da liderança …

Bombeiros embrulharam a maior árvore do mundo em papel de alumínio. Tudo para a proteger

O incêndio consumiu milhares de acres na Califórnia e o National Park Service viu-se obrigado a intensificar os seus esforços para proteger as jóias naturais, incluindo as maiores árvores do mundo. Os incêndios Colony e Paradise …

EUA trocaram "guerra implacável" por "diplomacia implacável" no Afeganistão, diz Biden

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, disse esta terça-feira à Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) que o país se está a concentrar na "diplomacia implacável" e no encerramento de uma era de …

Presidente de El Salvador autodenomina-se "Ditador de El Salvador"

O Presidente de El Salvador, Nayib Bukele, alterou no domingo a descrição do seu perfil no Twitter para "Ditador de El Salvador", passando depois para "Ditador mais 'cool' do mundo mundial", situação registada após os …

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar contra Fernando Nobre

O Conselho Disciplinar Regional do Sul da Ordem dos Médicos abriu um processo contra Fernando Nobre, por causa das suas declarações numa manifestação de negacionistas em frente à Assembleia da República. A Ordem dos Médicos (OM) …

Crise da energia obriga UE a enfrentar dependência do gás natural

Os países europeus estão a tentar proteger os consumidores de energia, numa região onde, desde o início do ano, os preços do gás aumentaram 250%, resultado de uma série de forças económicas, naturais e políticas.  Na …

Companhia de aviação privada oferece voo de 20 mil dólares para reunir uma família separada pela pandemia

A empresa de aviação privada Tradewind Aviation está a comemorar o seu 20.º aniversário de uma forma original: vai dar um voo no valor de 20 mil dólares (cerca de 17 mil euros) para reunir …