Empresa australiana dá a quarta-feira de folga aos funcionários (todas as semanas)

A agência de marketing australiana Versa está há quase um ano a dar quatro dias de trabalho por semana aos seus trabalhadores, mas a pagar cinco. À quarta-feira não se trabalha e o método parece estar a aumentar a produtividade.

Na Versa, os funcionários têm um horário de trabalho normal durante segunda e terça-feira, tiram a quarta-feira para si e retomam o trabalho quinta e sexta-feira, lê-se num artigo da Visão, divulgado na quarta-feira.

À quarta-feira, não se vai para a empresa nem se marcam reuniões. E, a não ser que haja um projeto urgente em mãos, não se atende o telefone. O que acham os trabalhadores deste método? Segundo Tiffany Schrauwen, coordenadora de projetos na Versa, adoram-no. “Toda a gente quer que resulte, porque adoramos a flexibilidade”, disse à BBC.

Segundo a Visão, Um intervalo a meio da semana dá aos funcionários a oportunidade de descansar, tirar tempo para a família, resolver problemas pessoais, marcar compromissos, ir ao ginásio, entre qualquer outra coisa com que queiram despender o seu tempo.

Para garantir o sucesso da quarta-feira livre, Tiffany Schrauwen reorganizou a sua equipa. Agora, os trabalhadores criam objetivos concretos para terminar até ao meio da semana, focam-se mais nas reuniões e sentem menos necessidade de interromper o trabalho durante o dia. A cada duas semanas, a empresa organiza inclusive uma reunião de revisão acerca do que correu bem naquele período e o que deve ser alterado no futuro.

A política foi implementada em julho do ano passado. Desde então, segundo Kath Blackham, diretora executiva da Versa, a produtividade subiu 46% e os lucros triplicaram.

A sua ideia sempre foi a de dirigir uma empresa de alta ‘performance’, que conseguisse respeitar a flexibilidade necessária dos trabalhadores. “O que me propus a provar foi que, numa das mais improváveis indústrias – uma industria de serviços conhecida pelos horários de trabalho prolongados – isto poderia funcionar através de uma ideia inovadora”, contou.

Porque quartas-feiras? Porque ao dividir a semana em duas “mini semanas2 faz com que os trabalhadores “voltem a quinta-feira frescos, e é neste dia que se sentem mais produtivos”, considerou Jarrod Haar, professor de gestão de recursos humanos na Auckland University of Technology, na Nova Zelândia.

Errefe / Wikimedia

Em investigações próprias, Jarrod Haar concluiu que os trabalhadores preferem a quarta-feira de folga de entre os outros dias úteis da semana.

Mais ainda, deixar os trabalhadores escolher o dia de folga tornaria pouco claro para os clientes quando poderiam contar com eles, e prolongar o fim-de-semana poderia diminuir a produtividade em vez de a aumentar, especulou Kath Blackham.

Para Andrew Barnes, diretor executivo da empresa de planeamento imobiliário Perpetual Guardian, a semana de trabalho de quatro dias é “uma causa cujo tempo chegou”. Andrew Barnes está a tentar acompanhar cerca de cinquenta outras empresas a adotar o método.

No entanto, nem sempre resulta: algumas ‘startups’ americanas tiveram de regressar à semana laboral de cinco dias após repararem que os empregados andavam mais stressados e a empresa se tornar menos competitiva em relação às concorrentes.

Noutras empresas, embora a produtividade aumentasse, os custos com empregados também aumentam exponencialmente, dada a necessidade de fazer mais contratações.

Em Portugal, a semana laboral é, por norma, de cinco dias. Existe um limite máximo de oito horas de trabalho diárias e de quarenta horas semanais, sendo que as entidades patronais podem optar por reduzir este horário.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Os olhos são (mesmo) o espelho da alma. Estudo revela que experiências traumáticas afetam as pupilas

Uma nova investigação acaba de revelar que as pupilas podem revelar se uma pessoa sofreu uma experiência traumática no passado. Recentemente, uma equipa de investigadores da Universidade de Swansea, no Reino Unido, descobriu que as pupilas …

No Japão, é possível contratar um agente privado para sabotar a sua própria relação

Na Terra do Sol Nascente, é possível contratar um agente privado para sabotar a sua própria relação (sem ter de arcar com as culpas). De acordo com a BBC, estes agentes privados chamam-se "wakaresaseya" e têm …

Arqueologia estelar revela restos de antigo enxame globular. É o "último do seu género"

Uma equipa de astrónomos, incluindo Ting Li e Alexander Ji do Instituto Carnegie, descobriu uma corrente estelar composta pelos restos de um antigo enxame globular que foi dilacerado pela gravidade da Via Láctea, há 2 …

Petição para Reino Unido incluir Portugal no corredor aéreo com quase 30 mil assinaturas

O jornal em língua inglesa com maior circulação em Portugal lançou uma petição pela Internet a pedir ao Governo britânico para reconsiderar e incluir Portugal no corredor aéreo com o Reino Unido, já assinada por …

eBussy é o novo elétrico modular que se transforma em 10 carros diferentes

10 em 1. O eBussy, um veículo elétrico projetado pela alemã ElectricBrands, permite variar a carroçaria numa dezena de configurações diferentes. A fabricante alemã ElectricBrands revelou o seu mais recente carro-conceito: o eBussy, um elétrico modular capaz …

República Dominicana nega que Juan Carlos tenha entrado no país

A imprensa espanhola noticiou, esta terça-feira, que o rei emérito de Espanha estaria na República Dominicana, depois de ter anunciado que ia viver para fora. Mas as autoridades deste país negam essa informação. De acordo com …

Fome causada pelo coronavírus mata 10 mil crianças todos os meses

A cada mês que passa, 10 mil crianças morrem devido à fome causada pela pandemia do novo coronavírus. Há ainda 500 mil crianças malnutridas todos os meses. A pandemia do novo coronavírus está a intensificar problemas …

Lava Jato usou os mesmos métodos de espionagem clandestina que o FBI

A operação Lava Jato usou os mesmos métodos de espionagem utilizados por John Edgar Hoover, o temível líder do FBI durante quase 50 anos. Durante quase 50 anos, John Edgar Hoover liderou o FBI, ficando conhecido …

Por três dólares, já é possível comer refeições de avião em casa

A empresa Tamam Kitchen, líder na produção de alimentos para várias companhias aéreas de Israel, decidiu vender ao público e a baixo custo as refeições que habitualmente vende a empresas de aviação e que depois …

Ministério Público está a investigar acidente com Alfa Pendular em Soure

O Ministério Público está a investigar o descarrilamento do comboio Alfa Pendular, em Soure, que, na última sexta-feira, provocou dois mortos, oito feridos graves e 36 feridos ligeiros. Questionada na sexta-feira pela agência Lusa, a Procuradoria-Geral …