//

Em greve de fome, Nadezhda ‘Pussy Riot’ transferida para nova prisão

Nadezhda Tolokonnikova, a cantora da banda russa Pussy Riot, vai ser enviada para um novo complexo de detenção, segundo a agência de notícias Interfax. A informação foi divulgada entre alegações feitas pelo seu marido de que Nadezhda Tolokonnikova não entra em contacto há alguns dias.

Nadezhda começou em setembro uma greve de fome para protestar contra as condições de encarceramento e foi hospitalizada. O serviço de detenção revelou em meados de outubro que a detida seria transferida.

O Serviço Penitenciário Federal da Rússia afirmou que Tolokonnikova estaria a ser levada para uma nova prisão e que, de acordo com as regras, sua família deve receber informações dentro de 10 dias a partir da chegada no local. As autoridades não puderam ser encontradas pela Associated Press para comentar sobre o assunto.

Tolokonnikova está a cumprir dois anos de prisão depois de um show “politicamente provocador” da banda, na principal catedral ortodoxa de Moscovo em 2012.

MA /Agência Estado /Associated Press.

Prisão das Pussy Riot

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE