Em França, pede-se aos homens que conduzam como as mulheres

4

Segundo a associação Vítimas e Cidadãos, a sociedade tem a perceção de que os homens são mais seguros a conduzir do que as mulheres. Mas as estatísticas francesas sobre acidentes rodoviários sugerem o contrário.

Uma nova campanha destinada a fazer os homens refletir sobre o seu comportamento na condução está agora em linha em França. A Victimes et Citoyens lançou um apelo aos homens para que “conduzam como uma mulher!

A associação presta apoio às vítimas de acidentes de viação e tenta sensibilizar para a segurança rodoviária.

A estatística diz…

…que os homens são a fonte da maioria dos acidentes.

De acordo com o Observatório Francês de Segurança Rodoviária, 84% dos acidentes de viação fatais em 2022-2023 foram causados por homens.

O relatório anual também refere que os homens foram responsáveis por 93% dos acidentes sob o efeito do álcool.

Para os ativistas, a estatística refuta a noção sexista e comum de que os homens são os condutores mais seguros. A sua solução: adotar o estilo de condução das mulheres ajudará as pessoas a “manterem-se vivas”.

A campanha “Conduza como uma mulher!” está a ser distribuída online através de plataformas de redes sociais. Na vida real, pode ser vista em estações de metro e em painéis digitais.

ZAP // DW

4 Comments

  1. As estatísticas usadas por incompetentes ou falaciosamente para atingir um objectivo…

    Infelizmente encontram terreno fértil, a “populaça” – a quem estas patacoadas são dirigidas – não é capaz de sequer perceber que não pode acreditar em tudo.

  2. A estatística foi feita contando com a proporcionalidade aos que conduzem, ou aos valores em bruto só dos acidentes?

    Seria interessante estudar sobre a boa vontade delas Vs eles em permitir a passagem para facilitar a fluidez do trânsito.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.