Pelo menos 105 elefantes morreram no Zimbabué por causa da seca

Pelo menos 105 elefantes morreram em reservas naturais, a maioria nos parques nacionais de Mana Pools e Hwange, nos últimos dois meses, de acordo com a Autoridade de Gestão dos Parques Nacionais e de Vida Selvagem do Zimbabué.

Em Mana Pools, local considerado património da humanidade pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura), o clima quente e seco é habitual nesta altura do ano, mas a fraca precipitação em 2018 piorou as condições climáticas este ano, afetando até o rio, que viu o seu fluxo reduzido.

Há mais de 12 mil elefantes nas planícies de Mana Pools, tal como leões, búfalos, zebras, cães selvagens, hienas, zebras e cefos (antílopes) que foram visivelmente afetados pela seca, com algumas impalas afetadas por sarna. Além dos animais terrestres, o parque tem 350 tipos de pássaros e espécies aquáticas, segundo a agência que gere o parque.

Ainda que as chuvas sazonais sejam esperadas para breve, funcionários do parque e amantes da vida selvagem têm levado comida para os animais, com medo que muitos morram.

Uma das responsáveis no projeto Feed Mana, que está a fornecer alimentação suplementar ao parque, Mel Hood, afirma que os animais estão confinados às planícies secas onde as temperaturas chegam aos 45 graus Celsius.

As condições extremas levaram a que as autoridades do parque abandonassem a sua política habitual de não intervir junto das espécies selvagens. “Começa a ser sério“, declarou Munyaradzi Dzoro, um dos agentes do parque, perto dos restos mortais de um elefante e de um búfalo.

As últimas chuvas substanciais caíram em abril e Dzoro teme que a situação piore se não houver chuva no início de novembro. Em outras partes de Mana Pools, as autoridades do parque têm bombeado água de poços fundos, mas os recursos quase não são suficientes, confessou.

“Somos forçados a intervir, o que é classificado como conservação manipuladora, porque não sabemos como ou quando iremos ter chuva”, afirmou Munyaradzi Dzoro, acrescentando que, para evitar perder animais, têm de intervir para manter o tamanho da população animal.

Nos últimos anos, Mana Pools tem recebido até 600 milímetros de chuva por ano, de acordo com o funcionário do parque, mas “com sorte”, agora, “consegue metade disso”. Em Mana Pools, salvar animais tem sido um desafio para os agentes dos parques nacionais, que afirmam que o Zimbabué foi severamente afetado pelas alterações climáticas.

A seca que tem afetado o sul de África tem impacto, naturalmente, nas pessoas. Estima-se que cerca de 11 milhões de pessoas passam fome em nove países da região, de acordo com Programa Alimentar Mundial, que está a planear uma distribuição de alimentos em larga escala.

Os países do sul da África têm tido chuvas em quantidade regular apenas num dos cinco períodos vegetativos, afirmou a agência de ajuda humanitária da Organização das Nações Unidas.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas "acordam" bactérias com 100 milhões de anos

Os micróbios e as bactérias estavam presentes em argilas enterradas no fundo do mar do oceano Pacífico e são apontados como os organismos vivos mais antigos do planeta Terra. Uma equipa de cientistas, dos Estados Unidos …

PSD e PS lesaram o Estado nos contratos dos aviões C-295 da Força Aérea

O Tribunal de Contas (TdC) concluiu que o Estado português perdeu 9,25 milhões de euros de compensação pelo incumprimento das contrapartidas na compra de 12 aviões C-295 à Airbus Defense and Space (ADS), num relatório …

Sob suspeita, Juan Carlos exila-se na República Dominicana (via Porto)

O rei emérito de Espanha, Juan Carlos, viajou este fim-de-semana para a República Dominicana, depois de decidir viver noutro país face à repercussão pública das investigações sobre os seus alegados fundos em paraísos fiscais. O destino …

É possível inativar o novo coronavírus no leite materno. Basta pasteurizá-lo

Uma equipa de cientistas da Universidade de Toronto e da Sinai Health, no Canadá, realizou uma pesquisa que comprovou que pasteurizar o leite materno inativa o vírus Sars-CoV-2. Uma nova investigação, cujo artigo científico foi recentemente …

Cientistas tornam a luz invisível visível pela primeira vez

Uma equipa de cientistas da Vrije Universiteit Brussel e de Harvard conseguiu, pela primeira vez, tornar visível a luz de campo próximo. Existem vários tipos de luz, alguns visíveis e outros invisíveis ao olho humano. Os …

Estrela morta emite cocktail de radiação nunca antes visto

Um grupo internacional de cientistas explorou o potencial do telescópio espacial de raios gama da Agência Espacial Europeia (ESA) - e outros telescópios e instrumentos - para detetar um cocktail de radiação inédita de uma …

Ator francês Dieudonné banido do Facebook por comentários antissemitas

O ator francês foi banido definitivamente do Facebook e do Instagram por causa dos comentários sobre as vítimas do Holocausto marcados por termos e expressões "desumanizantes contra os judeus". O anúncio do afastamento permanente de Dieudonné …

Última temporada de "La Casa de Papel" terá filmagens em Portugal

A rodagem da quinta temporada da série espanhola "La Casa de Papel", de Álex Pina, começa esta segunda-feira e terá filmagens em Portugal, revelou a plataforma Netflix. Em comunicado, na última sexta-feira, a Netflix explica que …

Janelas com vista para o Espaço. Virgin Galactic revela interior de nave espacial para turistas

A Virgin Galactic acaba de revelar o luxuoso design do interior da cabine do primeiro veículo SpaceshipTwo - o VSS Unity - que permitirá a astronautas e entusiastas explorar o Espaço com conforto. A Virgin Galactic, …

Irão garante ter detido líder de "grupo terrorista" dos EUA

Este sábado, o Irão anunciou a detenção do líder de um "grupo terrorista" norte-americano alegadamente responsável por um bombardeamento mortal, em 2008, numa mesquita da cidade de Shiraz, entre outros ataques. "Jamshid Sharmahd, líder do grupo …