Os elefantes destroem 80% da floresta (e isso é bom)

Os animais de grande porte, como os elefantes, são culpados pelo fim da floresta densa em várias áreas do mundo. Mas isso não é mau, pelo contrário pode assegurar a sobrevivência de outras espécies.

Estas conclusões são retiradas de um estudo que comparou a propagação das árvores e dos arbustos com a presença de animais de grande porte.

O estudo, publicado na PNAS, a revista da Academia das Ciêncas norte-americana, constata que a diferença entre a savana aberta e a floresta densa pode ser atribuída aos animais de grandes dimensões.

“A nossa pesquisa mostra claramente que quantos mais animais de grande porte houver na área, menos densa se torna a vegetação“, salienta o co-autor do estudo, Jens-Christian Svenning, professor no Departamento de Biociência da Universidade de Aarhus, na Dinamarca, em declarações divulgadas pelo site Science Nordic.

“O tipo de vegetação é importante para os animais que vivem numa área e por isso, a presença de grandes animais tem um impacto na biodiversidade em geral“, acrescenta Svenning.

Isto deve ser levado em conta quando se gerem paisagens naturais e quando a quantidade de animais de grande porte numa área decresce devido às actividades humanas, tal como a caça ou a transformação de áreas selvagens para agricultura”, diz o investigador.

Os elefantes, em particular, têm um grande impacto na forma como a paisagem se apresenta.

“Estes grandes animais contribuem para mais de 80% da retirada de árvores e arbustos nas áreas que habitam. Por isso, os elefantes criam, muitas vezes, espaços abertos em torno deles”, explica o professor da Universidade de Aarhus.

“Mas esse processo é essencial para a sobrevivência de outras espécies“, frisa Svenning.

Algumas árvores dependem destes animais grandes para espalhar as suas sementes, pelo que a sua ausência pode afectar a sua propagação.

“Estas árvores também são, geralmente, boas a acumular CO2. Assim, o efeito da perda de animais na América do Sul pode também significar que a Amazónia absorve menos CO2 da atmosfera“, constata Svenning.

O estudo comparou ainda a forma como a natureza se apresenta hoje com a forma como seria, caso não tivesse havido influência humana, concluindo que os ecossistemas mudaram significativamente com a perda de animais de grande porte, motivada pela expansão da humanidade.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Amazon inaugura loja que funciona sem funcionários ou caixas de pagamento

Esta segunda-feira, a Amazon inaugurou a sua loja física sem caixas de pagamento. Entrar, pegar no que se quer e sair sem pagar - é esta a dinâmica da Amazon Go. Esta segunda-feira, a Amazon inaugurou, …

"Quero representar a humanidade na máquina". A próxima meta de Ishiguro é a consciência artificial

https://vimeo.com/252082730 Hiroshi Ishiguro aliou a paixão pela arte ao fascínio pela robótica com o objetivo de "representar a humanidade na máquina". Deu à inteligência artificial um corpo. Agora, quer dar ao corpo uma consciência. Hiroshi Ishiguro …

Cidade do Cabo pode ficar sem água dentro de 90 dias

Numa bacia geológica por baixo da Montanha da Mesa e historicamente alimentada por forte precipitação no inverno, a capital sul africana tem sido conhecida como um paraíso de abundante água natural. Mas isso pode estar …

Adeus homens. Extinção já tem data marcada

O cromossoma Y, responsável pelo desenvolvimento das propriedades sexuais masculinas, vai desaparecer. Mas, podem os homens todos estar descansados, tal apenas acontecerá dentro dentro de 4,5 milhões de anos. Segundo um novo estudo de investigadores da …

Indiano está a abrir uma estrada de 8 km para os filhos irem à escola

Durante dois anos, Jalandhar Nayak usou uma enxada e uma picareta para construir sozinho uma estrada de 8 quilómetros num vilarejo remoto do Estado de Orissa, na Índia, para que os filhos conseguissem ir mais …

Supernanny perde patrocinador principal

Supernanny perdeu o patrocínio da Corine de Farme. A marca comercializada pelos Laboratórios Sarbec Portugal era a principal patrocinadora do controverso programa da SIC. A retirada do patrocínio, que já estaria a ser equacionada desde a semana passada, surge …

Supremo recusa pedido para emitir mandado europeu de detenção contra Puigdemont

O Supremo Tribunal de Justiça espanhol recusou o pedido do Ministério Público para voltar a emitir um mandado europeu de detenção contra o ex-presidente da Catalunha, que se deslocou à Dinamarca. A procuradoria-geral espanhola pediu esta …

Rui Rio mantém Hugo Soares na liderança da bancada do PSD até ao congresso

Rui Rio esteve reunido com Hugo Soares, esta segunda-feira, no Porto. O novo líder do PSD decidiu que vai manter o atual líder da bancada parlamentar até que se realize o Congresso Nacional do partido. Em …

Algoritmo vanguardista de investigadores portugueses supera o Google Brain

Um novo algoritmo de inteligência artificial que desenvolve "uma abordagem vanguardista para automatizar processos de aprendizagem no campo da visão computacional" foi criado por investigadores da Universidade de Coimbra. Quatro investigadores do Centro de Informática e …

Incêndios no Pinhal de Leiria tiveram mão criminosa

A Polícia Judiciária de Leiria determinou que os dois incêndios que consumiram o Pinhal de Leiria tiveram mão criminosa. O engenho explosivo foi encontrado no pinhal, mas ainda não foram identificados os autores. A Polícia Judiciária …