/

E agora, Portugal? Depois do Grupo da Morte… Bélgica, Itália, França e Espanha no quadro

Anatoly Maltsev / EPA

Teoricamente, desta vez a seleção nacional ficou claramente do lado mais forte na fase a eliminar do Europeu. Haverá um “escaldante” Inglaterra-Alemanha nos oitavos-de-final.

Depois do empate de Portugal com a França, que garantiu à seleção lusa a passagem aos oitavos de final do Euro, muitos adeptos portugueses ainda se lembram do golo tardio, noutro jogo, que colocou Portugal no lado “bom” da fase a eliminar do Europeu 2016. Até chegar à final, a seleção portuguesa defrontou Croácia, Polónia e País de Gales.

Desta vez não será assim. Os campeões europeus ficaram novamente no terceiro lugar do seu grupo (mas não foram só empates); contudo, ficou na metade mais forte do quadro das eliminatórias.

A Bélgica, que será a adversária já nos oitavos-de-final, é uma das seleções mais fortes neste torneio. Estará no top-3 do Europeu, para já.

Se Portugal passar, segue-se a Itália, se os temíveis italianos vencerem a Áustria. E se chegar às meias-finais, poderá haver reencontro com a França, ou jogo com a Espanha.

Ou seja: estão do lado de Portugal as seleções de Bélgica, Itália e França – provavelmente as três melhores seleções até agora. E há ainda a Espanha, ou a vice-campeã mundial Croácia.

No outro lado, destacam-se Inglaterra e Alemanha… que vão defrontar-se já; na terça-feira, a fechar o alinhamento dos oitavos-de-final. De resto, a outra metade do quadro ficou com seleções mais frágeis: Suécia, Ucrânia, República Checa, País de Gales e Dinamarca.

Em relação somente aos oitavos-de-final, que arrancam no próximo sábado, o jogo menos mediático será o primeiro (País de Gales – Dinamarca) e o mais mediático será o penúltimo (Inglaterra – Alemanha).

Euro 2020, oitavos-de-final:

Sábado:
País de Gales – Dinamarca
Itália – Áustria

Domingo:
Países Baixos – República Checa
Bélgica – Portugal

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

2.ª feira:
Croácia – Espanha
França – Suíça

3.ª feira:
Suécia – Ucrânia
Inglaterra – Alemanha

Para já, seguem-se dois dias de descanso. Não haverá jogos, nem na quinta-feira, nem na sexta-feira.

  Nuno Teixeira, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE