Afinal, o famoso Disco de Nebra pode não ser uma antiga representação do céu

O Disco de Nebra é um dos mais famosos artefactos arqueológicos da Alemanha. No entanto, afinal, pode não ser uma representação do céu – como se pensava.

Descoberto por dois saqueadores em 1999, o Disco de Nebra foi desenvolvido por humanos pré-históricos que embutiram em uma pátina azul-esverdeada símbolos de ouro que representam a Lua, o Sol, as estrelas e talvez até a Via Láctea. O Museu Estadual de Pré-história em Halle, Saale, assumiu a propriedade do disco em 2002 e, desde então, tem havido um grande debate sobre a sua verdadeira idade.

O artefacto em si não pode ser datado e a forma como o disco foi encontrado é pouco clara: os saqueadores afirmam que encontraram o Disco de Nebra juntamente com espadas, machados e braceletes datados da Idade do Bronze, aproximadamente entre 2200 e 1600 a.C.

Se assim for, o disco seria a representação concreta mais antiga conhecida do céu noturno.

Porém, dois investigadores não acreditam nesta datação, dizendo que não foi encontrado nenhum objeto da Idade do Bronze como o Disco de Nebra. A dupla sugere que o Disco do Nebra data da Idade do Ferro, tornando-o cerca de 1.000 anos mais jovem do que se pensava.

Segundo os arqueólogos, a história dos saqueadores sobre a forma como encontraram o disco não corresponde ao que pode ser reconstruído a partir do próprio artefacto.

Os cientistas também compararam os metais do disco com os de outros objetos encontrados no mesmo local. Muitas vezes, há evidências de que todos os objetos num mesmo tesouro foram feitos a partir de matéria-prima colhida no mesmo lugar. Porém, não encontraram semelhanças. Os artefactos foram obtidos de material espalhado pelos Alpes Orientais.

“Na nossa opinião, os resultados obtidos mostram que as descobertas não pertencem uns aos outros”, disse Rüdiger Krause, especialista em análises de metais, em comunicado.

Este trabalho é duramente rejeitado pelo Escritório Estadual de Arqueologia da Saxónia-Anhalt, região onde o disco foi encontrado.

“Os colegas não só ignoram a abundância de resultados de pesquisas publicadas nos últimos anos, os seus vários argumentos também são facilmente refutados. Em particular, a correlação do Disco de Nebra com as outras descobertas do tesouro, cuja Idade do Bronze não está em questão, é colocada em dúvida. As alegações são de que as ligações de solo no Disco de Nebra não correspondem às das outras descobertas e que as análises geoquímicas dos metais não sustentam a sua coerência. Ambas as declarações estão comprovadamente incorretas“, lê-se no comunicado.

Embora a equipa diga que as representações do disco estão mais próximas de artefactos encontrados no século 5 a.C, como a espada de Allach, de Munique, não têm dúvidas de que o disco é autenticamente pré-histórico, único e de imenso valor científico.

Este estudo foi publicado na revista científica Archäologische Informationen.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Em abril, o vírus matava 6 vezes mais do que agora. Mas estes números podem mudar em breve

O número de infetados já bateu recordes durante o mês de outubro, mas o mesmo não de pode dizer em relação ao número de mortos. O dia com mais óbitos em Portugal ocorreu a 3 …

Orçamento não reflete "trabalho notável" dos profissionais de saúde, diz bastonário

O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, considera que a proposta de Orçamento do Estado para 2021 não corresponde às "expectativas dos profissionais de saúde e dos portugueses" nem investe no Serviço Nacional …

Trump tem uma conta bancária na China (e andou uma década a tentar investir no país)

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, é detentor de uma conta num banco chinês, e há vários anos que tenta implementar negócios no país. Donald Trump passou uma década a tentar investir na China, onde …

Ricardo Pereira revela segredo para o FC Porto derrotar o City

A jogar em Inglaterra há três anos, Ricardo Pereira conhece bem o próximo adversário do FC Porto na Liga dos Campeões. O internacional português deu alguns conselhos à equipa portista. Ricardo Pereira está a cumprir a …

OE em duodécimos deixa 2.700 milhões de estímulo orçamental em suspenso

A hipótese de haver um Orçamento em duodécimos em 2021 está em cima da mesa. Se tal acontecer, há pelo menos 2.700 milhões de estímulo orçamental que não chegarão à economia. Se o Orçamento do Estado …

Grupo Luz Saúde foi o que mais faturou com a pandemia

O Grupo Luz Saúde faturou quase 40 milhões de euros com a venda de material à Direção-Geral da Saúde (DGS), a hospitais e até a autarquias. A GLSMed Trade, do grupo Luz Saúde, foi a empresa …

Pinto da Costa: "Varandas fará um grande serviço quando se dedicar à medicina"

Manchester City, Luís Filipe Vieira e Frederico Varandas foram alguns dos temas abordados por Pinto da Costa numa recente entrevista ao Porto Canal. Em entrevista ao Porto Canal, Pinto da Costa fez a antevisão ao encontro …

Espanha pondera recolher obrigatório em todo o país. Esperam-se semanas "muito difíceis"

Salvador Illa, ministro da saúde de Espanha, referiu que o governo está a estudar um recolhimento obrigatário no país, como forma de travar a propagação do novo coronavírus que nos últimos dias tem feito infetado …

Algarve pode consagrar Lewis Hamilton como piloto mais vitorioso de sempre

O Autódromo Internacional do Algarve está a caminho de ver a consagração do piloto britânico Lewis Hamilton (Mercedes) como o piloto mais vitorioso de sempre da Fórmula 1, no domingo, no Grande Prémio de Portugal. Depois …

Antigo túmulo siberiano contém casal de guerreiros (e um enorme stock de armas)

Uma equipa de arqueólogos desenterrou um túmulo com 2.500 anos que continha os restos mortais de quatro pessoas da antiga cultura Tagar. Arqueólogos da Universidade Estadual de Novosibirsk, na Rússia, desterraram um túmulo com 2.500 anos …