Descobriu-se finalmente como é que dinossauros de 2 toneladas chocavam os ovos sem os partir

Doyle Trankina, Gerald Grellet-Tinner / UCLA

Os pequenos ovirraptorossauros da Mongólia são os dinossauros mais próximos dos pássaros atuais

Uma nova investigação científica descobriu como é que dinossauros gigantes, com um peso semelhante a um rinoceronte dos dias actuais, se sentavam nos seus ovos, para os chocarem, sem os partirem. E sim, também era com muito cuidadinho!

Esta pesquisa científica, publicada na quarta-feira no jornal Biology Letters, centrou-se nos ninhos dos ovirraptossauros, dinossauros terópodes, com cabeças parecidas com as dos papagaios e cristas semelhantes às dos casuares actuais, que pesavam entre os 37 quilos e os 2000 quilos.

A investigação apurou que os ninhos destes dinossauros gigantes tinham formatos diferentes, conforme o seu tamanho.

Assim, os ovirraptossauros maiores tinham ninhos em forma de donuts, com buracos no meio, em torno dos quais alinhavam os ovos em círculo, o que lhes permitia sentarem-se sobre eles sem os partirem.

Já os ovirraptossauros mais pequenos tinham ninhos sem buracos ou com buracos mais pequenos, sentando-se directamente sobre os ovos.

“Os oviraptossauros parecem ter-se adaptado para conseguirem sentar-se nos seus ninhos, mesmo com um corpo de tamanho gigante”, explica ao Live Science a co-autora do estudo Darla Zelenitsky, professora de Paleontologia na Universidade canadiana de Calgary.

A investigadora nota que estes dinossauros seriam “muito exigentes quanto ao modo como os seus ovos eram organizados no ninho”. Um dado que explica porque é que os vestígios de ninhos encontrados se apresentam praticamente intactos. Esta circunstância permitiu aos paleontólogos medirem todo o seu diâmetro, bem como o buraco no meio.

O estudo menciona ninhos com cerca de 40 centímetros, no caso dos ovirraptossauros de cerca de 40 quilos, e ninhos que podiam chegar até aos cerca de 3 metros, no caso dos ovirraptossauros com 1500 quilos.

Quanto maior o dinossauro, maior é o diâmetro do buraco ao meio, apontam os investigadores, referindo que esta configuração seria menos eficaz, para manter os ovos quentes.

“Este comportamento de ninhada pode ter sido menos eficiente nas espécies maiores, porque pode ter havido menos contacto com os ovos devido à configuração modificada dos seus ninhos”, concluem os autores do estudo.

SV, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Há gelo no polo sul da Lua e pode ter muitas fontes

Um novo estudo sugere que o gelo encontrado na superfície lunar pode ter milhares de milhões de anos, além de ter surgido de diferentes fontes. O estudo, publicado recentemente na Icarus, sugere que a maioria do …

A Evolução mostra que podemos ser a única forma de vida inteligente no Universo

As reduzidas probabilidades que acompanham a nossa evolução ao longo da história podem ser uma pista que talvez sejamos a única forma de vida inteligente no Universo. Será que estamos sozinhos no Universo? Tudo se resume …

A China está a usar a educação como arma para controlar o Tibete

A China quer obrigar crianças tibetanas a abandonarem as escolas da região e mudarem-se para escolas chinesas. O objetivo, segundo uma especialista, é "tirar o tibetano da criança". A batalha geopolítica entre a China e o …

Revelada explosão violenta no coração de um sistema que alberga um buraco negro

Uma equipa de astrónomos, liderada pela Universidade de Southampton, usou câmaras de última geração para criar um filme com alta taxa de quadros de um sistema com um buraco negro em crescimento e a um …

"É altura de dizer basta". Sporting corta com as claques

O Sporting rescindiu “com efeitos imediatos” os protocolos que celebrou em 31 de julho com a Associação Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI – Associação, anunciou hoje o clube, devido à “escalada de …

Poluição atmosférica associada a abortos espontâneos

Elevados níveis de poluição atmosférica foram associados a abortos espontâneos num estudo feito com mulheres grávidas a viver e trabalhar em Beijing, na China. A China é um dos países que mais sofre com a poluição …

Empresas espanholas dominam obras públicas na ferrovia

As empresas espanholas dominam as obras públicas na ferrovia em Portugal, ascendendo a sua quota a 70%, avança o Expresso na sua edição deste sábado. Para presidente da Associação de Empresas de Construção e Obras …

Cada vez mais mulheres denunciam abusos médicos durante o parto

Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar casos de abuso durante o trabalho de parto. No entanto, pouco está a ser feito para mudar isto. Durante o parto, as mulheres ficam numa posição vulnerável …

Já podemos explorar "Melckmeyd", naufrágio holandês do século XVII

Nas profundezas do Oceano Atlântico, perto da costa da Islândia, encontram-se os destroços de um navio holandês que afundou há 360 anos, no qual agora podemos "mergulhar" graças a uma experiência de realidade virtual. Quando a …

Os furacões podem provocar atividade sísmica tal como um terramoto

Uma equipa de cientistas descobriu um novo fenómeno geofísico no qual furacões ou fortes tempestades podem produzir vibrações no fundo do oceano tão fortes quanto um terramoto de magnitude 3.5. "As tempestades, furacões ou ciclones extratropicais …