Detetado pela primeira vez hélio num “Júpiter” fora do Sistema Solar

(dr) EngineHouseVFX

Ilustração do exoplaneta WASP-107b

Astrónomos detetaram pela primeira vez hélio, o segundo elemento químico mais abundante no Universo, na atmosfera de um planeta fora do Sistema Solar com quase o mesmo tamanho de Júpiter.

Para a deteção deste gás na atmosfera do exoplaneta WASP-107b, que orbita uma pequena mas brilhante estrela da constelação Virgo, os astrónomos usaram o telescópio espacial Hubble.

O WASP-107b, que tem dimensões aproximadas às do gasoso Júpiter, o maior planeta do Sistema Solar, está a cerca de 200 anos-luz da Terra e demora menos de seis dias a completar uma volta em torno da sua estrela.

“O hélio é o segundo elemento mais comum no Universo, depois do hidrogénio. É também um dos principais constituintes dos planetas Júpiter e Saturno. Contudo, até agora, não tinha sido detetado em exoplanetas”, afirmou a coordenadora da equipa internacional de astrónomos, Jessica Spake, da Universidade de Exeter, no Reino Unido, citada em comunicado da agência espacial europeia ESA, que opera o Hubble em cooperação com a congénere norte-americana NASA.

Os cientistas tropeçaram neste elemento de forma inesperada quando, na verdade, andavam à procura de metano na atmosfera deste exoplaneta. A equipa acabou por descobrir hélio ao analisar o espetro de radiação infravermelha na sua atmosfera (isto é possível porque uma pequena quantidade de luz da estrela-hospedeira do planeta passa através da sua atmosfera deixando nela a assinatura do espetro de luz da estrela).

A quantidade de hélio detetada na atmosfera do exoplaneta é tão grande que a sua camada superior estende-se por dezenas de milhares de quilómetros no espaço, sustentam os autores da investigação, publicada na revista científica Nature.

Desde 2000 que os investigadores acreditavam que iam acabar por encontrar hélio numa atmosfera planetária. Em 2003, uma procura no planeta HD 209458b acabou por não trazer resultados e, a partir daí, brinca Spake, “a caça ao hélio saiu de moda”. Foi preciso chegar a 2018 para finalmente a sorte lhes bater à porta. “Foi um feliz acidente”, declara a coordenadora da equipa.

“Esta observação vai abrir portas para uma nova área da investigação de exoplanetas, só porque a assinatura do hélio é muito forte”, afirma Sara Seager, investigadora do Massachusetts Institute of Technology, em Cambridge, e co-autora do estudo de 2000. “Nunca pensei que demorasse tanto tempo”, admite.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Espiões podem estar a usar o LinkedIn para recrutar novos contactos

O LinkedIn é uma rede social de negócios, mas espiões podem estar a usá-la para encontrar novos contactos. Os espiões estarão a usar perfis falsos, gerados por inteligências artificial. Apesar de ser uma rede social bem …

Mercado de compras online pode não ser tão lucrativo quanto se pensa (e pode estar perto do fim)

Muitas pessoas provavelmente presumem que as lojas online estão a fazer uma fortuna, mas a realidade é bem diferente. Muitas atividades de comércio eletrónico são, na verdade, não lucrativas. Se as pessoas tivessem que pagar o …

Canábis já era fumada há pelo menos 2.500 anos

Uma descoberta nos túmulos do cemitério Jirzankal, no oeste da China, mostra que os povos que viviam nessa zona montanhosa já queimavam canábis com elevados níveis de THC. Uma equipa de arqueólogos encontrou pequenos artefactos de madeira …

Estado angolano exige 25 milhões de euros ao general Dino

O Estado angolano exige ao general Leopoldino Fragoso do Nascimento, mais conhecido por Dino e um dos homens de confiança do ex-presidente José Eduardo dos Santos, o pagamento de 29 milhões de dólares (25 milhões …

Procuradora dos "Cinco de Central Park" deixa de lecionar Direito após série da Netflix

Elizabeth Lederer, a procuradora principal do caso dos "Cinco de Central Park", que resultou na condenação injusta de jovens negros e latinos por violação, disse que vai deixar de lecionar Direito na Universidade de Columbia, …

A água da torneira de uma cidade americana ficou repentinamente cor-de-rosa

Os residentes de Coal Grove, no Ohio, foram surpreendidos por água cor-de-rosa a sair das torneiras das suas casas. O problema esteve relacionado com uma avaria na bomba da estação de tratamento da água. Nenhum habitante de …

Hospital Pulido Valente sem anestesistas na escala este fim de semana

Médicos do Hospital Pulido Valente, em Lisboa, foram este sábado surpreendidos com a falta de anestesistas na escala deste fim de semana e manifestam preocupação com o impacto da decisão nos doentes internados. O coordenador da …

Na Suécia, há quem tenha "vergonha" de andar de avião

Viajar de avião ou usar outro meio de transporte? Para muitos, essa pergunta vem de um dilema ético, de pessoas preocupadas com o impacto da aviação nas mudanças climáticas. Nenhum país, contudo, levou esse dilema tão …

EUA. Governo separa famílias de imigrantes ilegais e envia as crianças para antiga base militar

O internamento de nipo-americanos durante a Segunda Guerra Mundial sempre permaneceu uma mancha terrível nos livros de história dos Estados Unidos (EUA). Cerca 120 mil pessoas foram mantidas à força em várias dessas instalações entre …

Morreu o cineasta italiano Franco Zeffirelli

O cineasta italiano Franco Zeffirelli morreu, na sua casa, em Roma, aos 96 anos, noticiou este sábado a imprensa italiana. “O desaparecimento ocorreu no final de uma longa doença. O mestre vai descansar no cemitério de …