Desvendada a fonte das misteriosas ondas de rádio cósmicas descobertas há 10 anos

Jimwmurphy / wikimedia

Radiotelescópio do Observatório Very Large Array (VLA) no Novo México, EUA.

Radiotelescópio do Observatório Very Large Array (VLA) no Novo México, EUA.

Uma equipa de cientistas conseguiu, pela primeira vez, rastrear a origem das chamadas Rajadas Rápidas de Rádio, misteriosas ondas cósmicas descobertas em 2007. Estas rajadas potentes têm como fonte uma galáxia anã, mas ainda não se sabe o que é que as produz.

As Rajadas Rápidas de Rádio (ou Fast Radio Bursts – FRBs na sigla em inglês) são pulsos de ondas muito breves, que duram milésimos de segundos, mas muito potentes e têm sido um dos grandes enigmas na cabeça dos astrofísicos.

Mas uma descoberta recente está a ajudar a desvendar o mistério em torno destas ondas de rádio captadas no espaço.

De acordo com uma equipa internacional de astrofísicos, a fonte de uma destas rajadas será uma galáxia anã a mais de três mil milhões de anos-luz de distância da Terra, conforme se aponta na investigação divulgada na revista científica Nature.

Mais teorias do que Rajadas…

A revelação é um grande passo para solucionar o mistério, já que se tinha gerado muita especulação, incluindo teses envolvendo buracos negros e até inteligência extraterrestre.

As primeiras FRBs foram descobertas ainda em 2007, num arquivo de um telescópio australiano. Os astrónomos estavam a fazer outra pesquisa quando se depararam com uma rajada de ondas de rádio captada em 2001. Depois disso, outras 18 rajadas foram descobertas.

O autor deste novo estudo, Shami Chatterjee, da Universidade de Cornell, em Nova York, nos EUA, afirma à BBC que não será “exagero” dizer que há mais teorias sobre o que estas rajadas são do que FRBs já descobertas.

Na investigação, a equipa de cientistas usou radiotelescópios sofisticados do observatório Very Large Array (VLA), no Estado americano do Novo México.

Com a ajuda de equipamentos de alta resolução, os cientistas conseguiram determinar de maneira precisa a localização de um desses flashes de onda, conhecido como FRB 121102 e que tem como característica peculiar o facto de já ter ocorrido diversas vezes.

“Quando registamos, no ano passado, que um desses flashes estava a repetir-se, derrubamos muitas das hipóteses levantadas até agora. Isto porque sabíamos que, ao menos essa fonte, não podia ser gerada por uma explosão. Tinha de ser algo em que o mecanismo que a estava a produzir sobrevivesse até ao próximo flash“, explica o cientista na BBC.

Posto isto, os cientistas determinaram que “essa rajada vinha de uma galáxia anã, a mais de três biliões de anos-luz da Terra”, salienta Shami Chatterjee.

Tamanha distância reforça a ideia de quão poderosas são estas ondas de rádio.

Ainda há muito por desvendar

Todavia, o enigma das FRBs não foi totalmente desvendado e o professor Heino Falcke, que também estuda este assunto, embora não tenha estado envolvido na investigação, ressalta na BBC que ainda há diversos factores que precisam de ser explicados.

Uma das dúvidas que ainda precisam de mais análise prende-se com o motivo que explica porque é que essa FRB “tão espectacular” está numa galáxia tão pequena, destaca Falcke.

Além disso, não se sabe ainda explicar como é que estas Rajadas se produzem.

O professor Chatterjee e sua equipa já informaram que as pesquisas vão prosseguir para determinar mais detalhes sobre o fenómeno, nomeadamente para averiguar se todas as FRBs são produzidas da mesma forma ou se possuem origens diferentes.

ZAP // Oficina da Net / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Beber 3 ou mais cafés por dia pode provocar enxaquecas

Um estudo procurou avaliar o papel do consumo de cafeína como potencial desencadeador de enxaquecas no próprio dia, ou no dia a seguir. Apesar das teorias que dizem que o café pode provocar dores de cabeça …

Os Neandertais tinham "ouvidos de nadador"

Crescimento ósseo anormal no canal auditivo era surpreendentemente comum em neandertais, de acordo com um novo estudo da Universidade de Washington. As exostoses auditivas externas são densos crescimentos ósseos que se projetam para dentro do canal …

O cofre do Banco de Espanha inundado em La Casa de Papel existe mesmo

Aquilo que parecia uma fantasia é, afinal, bastante real: o cofre da terceira temporada de La Casa de Papel existe mesmo. Uma fonte oficial do Banco de Espanha revelou à revista Bloomberg que o cofre que …

O ainda jovem Júpiter "engoliu" um outro planeta gigante

Segundo um estudo publicado esta semana na revista científica Nature, uma colisão colossal entre Júpiter e um planeta ainda em formação no início do Sistema Solar, há cerca de 4,5 mil milhões de anos, pode …

Sporting 2-1 Braga | Leões agarram primeira vitória da temporada

Sporting alcançou a primeira vitória na temporada 2019/20, uma difícil recepção ao Sporting de Braga. Os “leões” entraram muito fortes no jogo, marcaram cedo, por Wendel, e em cima do intervalo por Bruno Fernandes, mas …

Na Coreia do Sul, são as mulheres que mais compram com criptomoedas

Fazer compras online com criptomoeadas é uma prática cada vez mais comum na Coreia do Sul. São as mulheres que mais frequentemente o fazem, comprando artigos como roupa, café e toalhetes. O Terra é um sistema …

Greve desconvocada. Motoristas de matérias perigosas suspendem protesto

O Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) anunciou hoje que decidiu desconvocar a greve que se iniciou na segunda-feira, dia 12. A decisão anunciada pelo presidente do SNMMP, Francisco São Bento, foi tomada durante …

Criança encontra dente gigante de mamute com 12 mil anos

Jackson Hepner, de 12 anos, encontrou um dente gigante de mamute lanoso enquanto passava férias com a sua família no estado norte-americano de Ohio. Foi em junho passado que a criança encontrou o dente, no condado …

Febre do lítio pede licença para chegar a Portugal

Com o potencial de ter as maiores reservas da Europa, a febre do lítio chegou a Portugal, onde se registaram duas dezenas de solicitações de prospecção este ano, embora as empresas mineiras continuem à espera …

Virgin Galactic abre as portas do primeiro aeroporto espacial do mundo

A empresa norte-americana Virgin Galactic, do bilionário Richard Branson, está a preparar o primeiro aeroporto espacial comercial do mundo, tendo revelado esta semana algumas das imagens daquelas que vão ser as instalações. O aeroporto, localizado …